Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Era uma vez uma entrevista

por O ultimo fecha a porta, em 31.05.17

Estava a ler a experiência do Robbinson sobre uma entrevista de emprego e lembrei-me da primeira que tive.

 

Porto, Maio de 2008

 

Estava no meu 2º de licenciatura e surgiu na Bolsa de Emprego um anúncio para um estágio de Verão num prestigiado Banco.

A entrevista estava marcada para as 15h, mas mal cheguei vi que ia ser entrevistado com mais 4 pessoas e que o "grupo" das 14h e das 14h30m ainda estava à espera do dr. X [não me lembro do nome do fulano]. Fomos encaminhados para uma outra sala e a entrevista em grupo só começou às 17h10m. 

 

O homem chega, pede desculpa secamente, olha para a plateia parando nas raparigas. Como era o único rapaz, não captei a atenção.

 

Apenas fez três perguntas a cada um:

     - "Apresente-se num minuto"

     - "Onde espera estar daqui a 5 anos"

     - "Convença-me a contratá-lo em 1 minuto"

5 pessoas * 3 minutos = 15 minutos de entrevista.

Pelo meio, num misto de arrogância e gozo, tentava entalar o candidato. A uma das moças do meu grupo perguntou: "e já agora, sabe-me dizer quantos pelo um gato?"

 

Confesso que quando ouvi esta pergunta até corei e não fui a mim. Que disparate de pergunta! Podem-me dizer que é para avaliar como a pessoa reage perante situações inesperadas, mas acho essa atitude o maior disparate. Se ainda perguntasse o que é a EURIBOR e a relação entre spread e risco faria mais sentido. Ou se conversasse mais tempo com a pessoa, já a conheceria melhor.

 

Como é óbvio com a minha inexperiência não fiquei. Mais tarde, soube que três alunos ficaram cujos pais são abastados financeiramente (provavelmente bons clientes desse). Um deles, segundo dizem, gaguejou por todos os lados e foi um zero na entrevista.

 

Ou seja, já estava tudo combinado. Fizeram perder o meu tempo e o deles!!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

A sms do Banco Alimentar

por O ultimo fecha a porta, em 30.05.17

SMS recebida na 6ª feira passada de uma grande superfície:

"O Banco Alimentar conta consigo para ajudar a alimentar quem mais precisa. Campanha de recolha de alimentos em todas as lojas [Supermercado] dias 27 e 28 de Maio"

 

Ora, ao receber esta mensagem, dois pensamentos:

i) A grande superfície está muito preocupada. Que meritório: apela à nossa memória, solidariedade e peso na consciência! Achava ainda mais piada à mensagem se referisse:

"o excedente da minha margem comercial neste fim de semana face à média do ano, à custa da sua generosidade, será para doação!" 

 

Isso sim de valor! Os supermercados e as marcas vendem mais à custa da solidariedade alheia!!! E isso não é eticamente correto.

 

ii) Tenho algumas reservas quanto ao destino das doações. Já ouvi histórias de pessoas com possibilidades, que são tão sovinas que preferem ir ao Banco Alimentar do que gastar dinheiro. Ou de algumas pessoas com "experiência" que colocam os melhores produtos em prateleiras alheias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Desadequação do tamanho dos medicamentos

por O ultimo fecha a porta, em 29.05.17

Esta foi uma das piores semanas da minha vida. Estive com uma crise alérgica que me impediu de estar sentado e de caminhar. Pela primeira vez em seis anos e meio que trabalho, tive que faltar por doença.

Felizmente estou melhor e ontem e hoje já voltei à minha vida "normal", embora limitado.

 

A última vez que a tive foi esta crise foi em 2012 e comecei na 3ª feira por pôr pomada, uma vez que ainda tinha a embalagem guardada e quase cheia. Porém, não me lembrei da data de validade. Quando fui ver, a mesma tinha expirado em 2016!!! Toca a higienizar e a penar até à farmácia de serviço.

 

Gastei 12,13 € numa nova embalagem, depois de ter uma quase cheia em casa, de 50 gramas em que tenho que colocar uma porção do tamanho de "uma ervilha" (é assim que vem escrito no manual de instruções) duas vezes ao dia e numa situação de crise.

 

Aqui está um dos truques da industria farmaceutica: obrigar o consumidor a comprar e pagar quantidades excessivas de medicamentos com um prazo de validade curto em que é muito improvável que gaste a embalagem toda.

 

Com a saúde não se brinca, com a nossa carteira também não, nem com os abusos dos lobbies farmaceuticos.

 

Kalila, M-m, Rapariga do Autocarro, hipsterchique, MelhorAmigaprocurase, ésegredo, Magui, Chicana, Ladys, Inês Pereira, Robinson, MariaMocha, Claudia, Fia, Marta, Cheia, Maria, Mula e HD obrigado pelas mensagens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Ausência forçada

por O ultimo fecha a porta, em 25.05.17

Já devem ter reparado que ultimamente não tenho escrito.

 

Uma alergia inesperada, tem-me encaminhado para a cama e não consigo estar sentado, pois já passo o dia assim no trabalho, a cumprir o mínimo.

 

Espero recuperar rápido e voltar às lides do blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

Rodapés da televisão

por O ultimo fecha a porta, em 23.05.17

Os rodapés das televisões são um dos barómetros da nossa saúde ocular.

 

Como habitualmente o nosso sofá não muda de sítio e à mesa nos sentimos sempre no mesmo lugar, tentar ler as letras minusculas no rodapé é um dos exercícios de teste.

 

Isto vem a propósito do aumento de letra do rodapé de um noticiário. É que efetivamente eu já tinha desistido de as tentar ler. É que as letras eram muito pequeninas.

transferir.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18

Publicidade nos sites dos jornais

por O ultimo fecha a porta, em 22.05.17

Se há uma coisa que me irrita é entrar num site e haver publicidade obrigatória que não me permite saltar ou cuja "cruz" para o fechar está escondida.

 

No telemóvel ainda é pior, pois o cartaz não está dimensionado (talvez intencionalmente) para aparecer o "skip add". Se em alguns sites até percebo, agora em jornais de referência como o "Público" ou o "Expresso" acho que o estatuto desses títulos não justificava estas críticas nem esta alienação aos iogurtes gregos da Danone ou ao mais recente anuncio da Vodafone.

 

Irritante é também ver um vídeo da rede Sapo, do Jornal de Notícias ou da TVI. Temos sempre que levar com anúncios no mínimo com meio minuto e com a agravante de nem sempre dar para retirar o som.

 

Mesmo que não queiramos, somos impingidos com anúncios que não nos interessam para nada no nosso ócio e sem a possibilidade de fazer zapping.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Viver sozinho #1 - Tarefas domésticas

por O ultimo fecha a porta, em 18.05.17

A Melhor amiga referiu num post sobre a desvalorização das tarefas domésticas pela sociedade de uma forma geral.

 

Vou falar da minha experiência. Enquanto vivia em casa dos meus pais, quer a estudar, quer no me400px-Broom_icon_svg.pngu antigo e primeiro emprego, era a minha mãe que:

 

- fazia a cama

- cozinhava

- limpava o pó

- lavava o chão, o casa de banho e companhia

- preparava o lanche

- fazias compras e planeava as refeições

- aspirava

- ... fazia todos os miminho para o menino

 

Quando vim viver sozinho, como já disse várias vezes no blog, porque mudei de emprego, verifiquei que essas "mordomias" acabaram. Se eu quero as coisas feitas, tenho de as fazer. Não aparecem feitas sozinhas. A necessidade assim o obriga.

Cheguei a partilhar aqui, a minha guerra com o cotão. Nestes dois anos que se completam em Agosto, é que tomei consciência que o trabalho doméstico é bem duro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:38

Maus hábitos alimentares - um exemplo

por O ultimo fecha a porta, em 17.05.17

Hoje surgiu mais um estudo que torna a alarmar no que à alimentação e saúde dos jovens diz respeito. Diz o estudo que as crianças e adolescentes portugueses praticam pouco desporto, comem muito pouca fruta e vegetais e abusam nas gorduras, alimentos processados e açucar.

 

Sobre o desporto, já comentei recentemente o esforço da Federação Portuguea de Natação no aumento do nº de praticantes e a iniciativa da Câmara da minha cidade em disponibilizar monitores e atividades gartuitas no Parque da Cidade.

 

Nem de propósito, hoje à minha frente na caixa do supermercado, vinha um casal com duas crianças, os quatros bastante fortes e apreciei o que estavam a pôr tapete.

Deviam estar a fazer as compras do mês. Entre outras coisas levavam:

- 1 garrafa de coca cola

- pacotes de sumo (daqueles pequeninos de marca branca, mas não dos "light")

- bolachas de chocolate

- pão de forma

- Cereias de chocolate

- Mortadela

- Gelado Carte d' Or

A cereja em topo do bolo: um saco de gomas (daquelas self-service)

 

Meu Deus do céu!!! Que exagero de coisas que fazem mal.

 

Alguns alimentos saudáveis são mais caros, mas se substituisse os refrigerantes e sumos por água, o pão de forma pelo pão do dia integral, os cereais por aveia (custa 0,60 €) e o gelado por fruta ficava muito mais barato e faria muito melhor à saúde...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02

Mau feitio matinal

por O ultimo fecha a porta, em 16.05.17

Eu aqui me confesso!

 

Sou daquelas pessoas que tem mau acordar e que aproveita todos os segundos na cama, pela manhã.  Evito falar até suficientemente desperto, somente o estritamente necessário. Por isso só lá para 10 horas, 10h 30 m é que começo a entrar em modo "on".

 

Tinha uma antiga colega de trabalho, que dizia que mal me reconhecia nos primeiros minutos da manhã e ao fim de algums semanas só passou a falar ativamente comigo a partir de 10 h. 

 

Só só eu a sofrer deste síndrome?

 

P.S.: Um beijinho de parabéns à Marta Elle.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Wannacry - um grande alerta

por O ultimo fecha a porta, em 15.05.17

Este fim de semana festivo trouxe-nos uma terrível notícia.

 

Um ataque vírico praticamente paralisou as grandes empresas, ao afetar servidores de grandes empresas e instituições públicas. De acordo com algumas notícias, em Portugal, escolas, empresas, hospitais tiveram os seus emails bloqueados por precaução.

 

Esta fragilidade deve servir de alerta, pois a crescente digitalização da economia e utilização de app's, emails e afins traz novos riscos que as instituições têm de estar preparadas. Estava ler este post em que refere que quem está por detrás deste ataque não quer "só" fazer estragos. Quer obter informações pessoais e confidenciais para fins ilícitos.

Espero que esta forma de "terrorismo" seja extinta e que este "apagão" ocorrido hoje sirva de lição para se melhorar e se evite que a sociedade seja vítima da sua própria evolução.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal