Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A má influência das redes sociais na nossas vidas - 10 de Agosto de 2016

por O ultimo fecha a porta, em 10.08.16

19644390_ssvgf.jpegJá tenho comentado este tema nalguns comentários na blogosfera, mas merece um post.

As redes sociais têm cada vez um efeito perverso na vida social e pessoal dos indivíduos.

Essas consequências agravaram-se ou ficaram mais evidentes com o aperfeiçoamento tecnológico que permite aceder ao Facebook, Pinterest ou Instagram pelo telemóvel. As pessoas agora parecem obcecadas pelos aparelhos.

Existem três que destaco:

- As pessoas deixam de falar à mesa

Diariamente, os meus amigos, colegas de trabalho e até familiares, quando estão a falar comigo ou fazem uma pausa, estão cravados a olhar para o telemóvel a actualizar feed de notícias, de posts ou de imagens. Ou sou eu que sou muito desinteressante, ou são as pessoas que já estão tão viciadas que não conseguem desligar e prescindem da conversa e do confronto pessoal.

- As pessoas expõem-se e outras querem mesmo ser expostas

As redes sociais deixaram de ser um passatempo. São uma cusquice pegada, que servem de comentários e de julgamentos por exemplo a nível profissional.

Em tempos, um Sócio da empresa em que trabalhava adicionou-me no Facebook e fiquei num grande dilema: aceito ou não aceito. Não quero que ele saiba se fui correr, sair à noite ou se tive um fim de semana romântico para quando me queixar de excesso de trabalho, ele me atirar isso à cara.

- As marcas aproveitam-se

Eu pelo menos sou bombardeado sistematicamente por "conteúdos patrocinados" de marcas, lojas e publicidade. Algumas que não me interessam para nada, mas cujo perfil entra nos algoritmos que eu não autorizei explicitamente a dar. Já explorei esse tema aqui.

Faz este exercício: repara à tua volta quantas pessoas estão a teclar no telemóvel neste momento...

Com este post não digo que seja contra ou não use as redes sociais, mas acho que não se pode exagerar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:16


30 comentários

Imagem de perfil

De fashion a 10.08.2016 às 21:02

Eu cada vez sou mais contra. Parece-me que os prejuízos são maiores que os benefícios. Gostei do post!
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2016 às 21:57

Olho pela janela e está toda a gente de smartphone na mão. Quer nas mesas que a andar pela rua!!!
Autómatos, tristes e sem expressão :(
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 10.08.2016 às 22:35

As pessoas estão-se a isolar cada vez com as novas tecnologias.
Imagem de perfil

De Kikas a 10.08.2016 às 22:27

Já é algo que faz parte da nossa cultura, infelizmente. Vê-se disso todos os dias, todas as horas e minutos e em qualquer lugar!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 10.08.2016 às 22:35

É verdade! Será que quando as pessoas se aperceberem deste exagero, não será tarde de mais?
Imagem de perfil

De Kikas a 10.08.2016 às 22:39

Sinceramente acho que já é tarde demais, não me parece que haja volta a dar.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.08.2016 às 00:08

Receio isso também. Agora anda tudo viciado nos Pokemons (mais uma vez em frente ao ecrã e sem interação social), mas quando esta febre passar, vai surgir um novo jogo ou nova app.
Imagem de perfil

De Miss Messy a 11.08.2016 às 11:17

Essa do patrão nos adicionar nas redes sociais é a cereja no topo do bolo. Vai uma pessoa de férias, dá uma escapadela por vários pontos do país, carrega algumas dessas fotos na página do Facebook e quando se chega ao trabalho somos logo bombardeados: "entãooooo, já vi que passeou muito!" ou "viva o luxo!".
Enfim... já vi que andamos em sintonia no que diz respeito às nossas opiniões...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.08.2016 às 13:53

Sim, lamento que por esses lados também haja dilemas e constrangimentos. É um dos problemas das redes sociais,
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 25.10.2016 às 20:08

O conteúdo é você que o coloca... as redes sociais não existem se não existirem inputs por parte dos utilizadores...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 25.10.2016 às 22:44

É verdade que cada um coloca o que quer, mas podemos querer colocar fotos ou publicações que não são para certas pessoas ver.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 25.10.2016 às 23:31

Temos de saber até que ponto vamos partilhar as mesmas. Ao colocar-mos qualquer coisa na internet temos de estar cientes que qualquer pessoa poderá ter acesso. Colocar algo na internet, nomeadamente nas redes sociais é atirar esse mesmo conteúdo ao ar e esperar que não cause estragos... cada vez mais.
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 11.08.2016 às 11:28

Penso que, como em tudo, tem que haver moderação. É essa mesma a chave para utilizar as redes sociais de forma positiva, sem esquecer o convívio com aqueles que fazem parte da nossa vida ou nos rodeiam.

Mas a verdade é que cada vez mais temos tendência a cair em extremos.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.08.2016 às 13:53

Acho que o problema são mesmos os extremos.
Imagem de perfil

De Ladys a 11.08.2016 às 11:50

Grande verdade. Neste momento uso mais o Face para estar ao corrente de noticias (pelas paginas) do que das pessoas, pois havia situações que me incomodavam. É tão bom um convívio à mesa, com tlm fora do alcance . Marina
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.08.2016 às 13:54

É uma grande verdade. Mas hoje ir a um restaurante ou a um café e não ver ninguém colado a um telemóvel é uma missão quase impossível.
Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 11.08.2016 às 15:57

Tou contigo, não sou nada agarrada a faces ou a outro tipo de rede social, ainda hoje ao almoço estavam todos a teclar, levantei-me fui dar uma volta para apanhar um solinho na cara!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 20.08.2016 às 12:09

As pessoas tendem-se a isolar. É uma pena!
Sem imagem de perfil

De Miúda a 11.08.2016 às 16:26

Realmente noto algumas faltas de atençao para o "mundo" as vezes.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 20.08.2016 às 12:06

Não se pode é exagerar :)
Imagem de perfil

De omeumaiorsonho a 19.08.2016 às 01:42

Uma salva de palmas para este post, sinto tanto mas tanto o mesmo!!!
Sem imagem de perfil

De Tétisq a 21.08.2016 às 17:19

Eu, porque ando a tentar mudar de emprego e sentindo que andava a ficar um pouco ansiosa pela urgência que sentia em manter-me 'em cima do acintecimento', sempre informada, sempre contactável... Resolvi fechar/desactivar a conta do facebook. Eles permitem que se desactive a conta temporariamente, guardando os dados que temos, eu escolhi essa opção. Pensei que só quando desse nova autorização a conta ficaria novamente activa mas, não. Quando dei por ela de 8 em 8 dias eles reactivam a conta sem o meu consentimento ... fiquei a gostar ainda menos dessa 'rede'.
Com a desactivação ganhei tempo para pequenas coisas para as quais me queixava da falta dele. Não digo q não volte a consultar ou usar até porque é a única forma de contacto que me resta com algumas pessoas mas, certamente não voltarei a instalar a aplicação no telemóvel.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal