Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A sms do Banco Alimentar

por O ultimo fecha a porta, em 30.05.17

SMS recebida na 6ª feira passada de uma grande superfície:

"O Banco Alimentar conta consigo para ajudar a alimentar quem mais precisa. Campanha de recolha de alimentos em todas as lojas [Supermercado] dias 27 e 28 de Maio"

 

Ora, ao receber esta mensagem, dois pensamentos:

i) A grande superfície está muito preocupada. Que meritório: apela à nossa memória, solidariedade e peso na consciência! Achava ainda mais piada à mensagem se referisse:

"o excedente da minha margem comercial neste fim de semana face à média do ano, à custa da sua generosidade, será para doação!" 

 

Isso sim de valor! Os supermercados e as marcas vendem mais à custa da solidariedade alheia!!! E isso não é eticamente correto.

 

ii) Tenho algumas reservas quanto ao destino das doações. Já ouvi histórias de pessoas com possibilidades, que são tão sovinas que preferem ir ao Banco Alimentar do que gastar dinheiro. Ou de algumas pessoas com "experiência" que colocam os melhores produtos em prateleiras alheias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03


18 comentários

Imagem de perfil

De cheia a 30.05.2017 às 22:48

Também recebi essa mensagem, e concordo contigo. Não precisamos de esmolas, queremos trabalho e melhor distribuição dos rendimentos. Nada justifica, que na mesma empresa, um ganhe cem e o outro um!
Imagem de perfil

De C.S. a 30.05.2017 às 23:20

Sim, nós ajudamos e os supermercados enchem as caixas registadoras. Eu dou sempre qualquer coisa, fico de consciência tranquila, mas as grandes superfícies lucram bastante com a nossa solidariedade.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 30.05.2017 às 23:29

Eu fui no domingo à noite ao supermercado. Andei pouco e só no que precisava, mas nas bolachas havia algumas esgotadas.
Imagem de perfil

De HD a 30.05.2017 às 23:27

Que manobra invasiva :O
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 00:12

Mesmo. Foi precisamente isso que não gostei nessa atitude.
Imagem de perfil

De HD a 31.05.2017 às 18:36

Vergonhoso :s
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 30.05.2017 às 23:37

Fui ao Lidl no sábado apenas para comprar água, pois ia para o ginásio, esquecera-me da água que levo de casa.
Mal entrei, estavam dois adolescentes, não mais de 13 anos, que me abordaram.
Como entrei de rompante, fiquei parada a olhar um dos miúdos, não estava a perceber o que queriam.
Quando olhei para as mãos que seguravam os sacos, percebi.
E disse-lhe o que era verdade: tinha pouco dinheiro comigo, que entrava apenas para comprar água.
Mas quando entrei, fui abri o porta-moedas e vi que tinha cerca de 3 euros, dava para comprar alguma coisa.
Mas desisti. Lembrara-me que eram crianças que estavam ali, não vi adultos, estavam a ser usadas ( as pessoas ficam mais sensíveis quando as vêem).
Olhei as caixas enquanto não chegava a minha vez. Poucas eram as pessoas que tinham os sacos do banco alimentar, consigo.
Por descargo de consciência, se tivesse levado a carteira tinha aceite o saco e dava alguns produtos.
Custa-me saber que há muita fome, ajudo sempre que quero.
Mas tem razão no que escreve e esta frase está excelente:

"o excedente da minha margem comercial neste fim de semana face à média do ano, à custa da sua generosidade, será para doação!"

Lucros acima de lucros com a solidariedade de quem sabe Deus o que passa, não é bonito.
Está melhor?
Espero que sim.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 00:08

Sim, estou quase recuperado. :) Obrigado

Alguns miúdos são voluntários da catequese ou dos escuteiros. É como dizes, as pessoas ficam mais comovidas e além disso são os mais fáceis de obrigar a serem "voluntários"!
Imagem de perfil

De m-M a 31.05.2017 às 09:54

Também recebi essa SMS e até suspirei...

Fui voluntária do BACF durante 5 anos e saí de lá completamente desagradada com o que via e me apercebia.

Este fim-de-semana "choquei" alguns voluntários quando, ao estender de saco, respondi com um sorriso e um "não, obrigada." Porque eu passei 5 anos nos armazéns a arrumar os resultados destes 2 dias, porque vi que o nosso trabalho voluntário alimentava egos, guerrilhas e falcatruas...

Pessoalmente? Doo os vales ou doo diretamente a IPSS ou sacristias. Os meus comportamentos até podem continuar a existir, mas as doações não são em massa e alimentadas por "falsa caridadezinha" como no BACF.

Beijinho,

Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 23:33

Falas por experiência própria. É triste!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 31.05.2017 às 10:42

Um dia vou começar a falar de Responsabilidade Social… Prepara-te para termos muito que falar. O que o Banco Alimentar faz não é nem de longe nem de perto Solidariedade.

Foste o primeiro a comentar :-)
http://naoequenaohouvesse.blogs.sapo.pt/solidariedade-uma-visao-1984
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 23:41

Mais de meio ano depois, a minha opinião é exatamente a mesma! :)
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 31.05.2017 às 11:15

Temso de confiar em algo, a verdade é essa! Aproveitadores existem em todo o lado...
Beijinhos
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 23:42

Tb é verdade, mas o comentário da m-M que foi lá voluntária vai de encontro a esta minha impressão infelizmente :(
Imagem de perfil

De Ladys a 31.05.2017 às 17:42

Existe sempre quem lucre com a solidariedade. A filha é voluntária num canil, aí eu vejo que os bens recebidos são efetivamente para os patudinhos. Contudo, algumas marcas fazem descontos nos dias de recolha de alimentos, aumentando desta forma as vendas :S. Marina
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.05.2017 às 23:46

Eu prefiro dar para associações de animais pois sei que aí a fraude é menor, mas o aproveitamento não ético dos hipermercados é exatamente o mesmo.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 31.05.2017 às 21:19

Ainda ontem vi no facebook comentários a este assunto...
É que eu nem ajudo, porque também já vi e sei, como todas as pessoas que li os comentários, que infelizmente, muitos destes produtos vão mesmo para quem não precisa.
Até para os ditos voluntários.
É triste.

Beijocas
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 01.06.2017 às 22:34

Também tenho grandes reservas em relação a este tipo de solidariedade.
Mas, tenho sempre grande dificuldade em dizer não e de cada vez que dou tenho esperança que seja para alguém que tem realmente necessidade.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal