Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desabafo de quem anda no ginásio há 2 anos

por O ultimo fecha a porta, em 21.11.15

Fez dois anos que comecei a frequentar um ginásio.

medo.jpg

 

Em Julho de 2013 tinha engordado 5 kg's em dois meses (!!!) e decidi alocar 50 € do meu orçamento para um ginásio. Até aí achava uma ocupação snobe e para "bichos". A influência dos amigos, a gordura e as calças que estavam a ficar apertadas na cinta e nas pernas falaram mais alto. Estar a investir em fatos (no mínimo 100 € cada um) porque estava mais gordo fez-me cair em mim.

 

Assim, em Julho, precisamente antes das férias e que fosse tarde de mais para comprar fatos fui a um ginásio a 5 minutos de casa. 50 € mensais pareceram-me excessivos, mas ou era isso ou continuar a engordar, a deprimir e com a família e amigos a azucrinarem-me. Não foi preciso muito tempo para decidir. No próprio dia disse que sim e paguei logo o seguro e a mensalidade e ainda aproveitei uma promoção da inscrição.

Estava feito e o dinheiro gasto. Não havia desculpas para voltar atrás!elitica.jpg

 

As primeiras semanas foram complicadas!!! A avaliação física inicial não tinha sido grande coisa. Não tinha resistência, não tinha elasticidade, não conseguia correr mais que 5 minutos e ainda por cima usava

umas sapatilhas casual. Arrisquei ir a aulas de grupo. Era interessante porque era muita gente e era queimar durante uma hora.

Não foi mais fácil: em poucos minutos transpirava por todos os poros, estava a ser corrigido a cada novo exercício a nível de postura e olhava para o lado e via pessoas mais velhas que eu muito enérgicas e gaiteiras que me davam uma abada.

 

Não desisti! Continuei a ir todas as semanas às mesmas aulas. Comprei duas novas sapatilhas: umas running e outras de fitness, comecei a fazer novas amizades e a desafiar scores. Melhorei a alimentação. Deixei de beber iced teas e comer menos açucares.

Passado um ano, em Julho de 2014, após muitas aulas de Pilates, elitica, passadeira, HIIT e afins estava muito mais resistente e elástico. Não sou nenhum ás, nem maratonista e canso-me rápido. Mas aguentava melhor, muitos mais minutos e, às vezes a fazer de conta que faço, continuo a não desistir. Criei rotinas de idas ao ginásio (dias e aulas) e até já ia correr no passadiço junto à praia. 

run-06.jpg

 

Perdi a vergonha de fazer má figura por correr pouco ou não ter a postura a correta ou ter mirones a fazerem pouco.

Além disso, mentalmente, é ótimo. É aquele momento em que o trabalho e os problemas familiares ficam de lado. Mas isso só consegui em aulas de grupos e aquelas mais puxadas. Com o cansaço não consigo pensar em mais nada! Na musculação tenho tendência a a começar noutras coisas. Por isso, encaro a ida ao ginásio com uma limpeza e purificação de mind spirit.

 

Passados dois anos, a motivação e espírito de desafio continuam. Até já estou a pensar em inscrever-me na S. Silvestre e na corrida. Não vou conseguir os 10 km's, mas porque não tentar? O que perco? Vergonha é roubar e ser apanhado. Se fizer uma parte do percurso a passo e for ultrapassado, pelo menos posso orgulhar-me de ter tentado e de me ter auto superado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:00



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal