Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dia 26: uma ida à feira e não ao "market"

por O ultimo fecha a porta, em 26.12.16

Esta segunda feira de férias não podia ter outro destino: ir à feira de Espinho.

Pedi expressamente à minha mãe/avó para deixar alguns "presentes" para dia 26 e longe de Ikeas e Pimarks (os agora chamados presentes Licor Beirão).

9b19fbe6f01ca79aa9c53fd27bbe6317.jpg

 

Hoje, encontrei:

  • produtos biológicos de lavradeiras dos concelhos de Gaia, Espinho, Sta Maria da Feira e Ovar (distingue-se bem o sabor do dos hipermercados);
  • peixinho do "nosso" mar;
  • sapatos de S. João da Madeira (exatamente iguais aos que vemos nos shoppings, mas sem marca, mais baratos e quão concorrido estavam!);
  • roupa e tolhas de fábrica do Vale do Ave (nestes dois, tem de ser a minha mãe a guiar-me, pois ela já conhece os feirantes);
  • tachos das fábricas de Cesar em Ol. Azemeis.

A maioria dos artigos é "Made in Portugal", a preços e regateio em regime concorrência. Enfim, uma "Primark" dos tempos antigos.

 

Fiquei surpreendido com a quantidade de pessoas de comprar e com a dificuldade em estacionar (já não ia lá desde o Verão) ... Comprei 10 pares de meias "Madein Portugal", 100% de algodão, a 5€ e uma feirante conhecida da minha mãe ainda ofereceu um saleiro também "Made in Portugal" . Ainda espreitei para o calçado sanjoanense, mas era muita confusão que nem por lá passei. Ir à feira de Espinho e não comer uma sandocha de panado a 1 €, também não é a mesma coisa. Tenho pena que seja só à 2ª feira.

 

Dou por mim a refletir. Porque vamos tantas vezes em peregrinação aos shoppings, gastar rios de dinheiro e dar de ganhar a marcas estrangeiras, ao "Made in China" e afins, quando temos estes tesouros ao nosso lado, que em vez de se chamar "market", "mercadinho" ou "shopping", se chama "feira".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:56


27 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudia a 26.12.2016 às 14:36

Dependendo das feiras, gosto sempre de as ir visitar =)
Admito que roupa e sapatos não compro, mas o resto não me importo =)

Beijocas
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 26.12.2016 às 14:45

É um tempo bem empregue e consegue-se boas coisas. Gosto de mercados, mas feira de velharias dispenso. Tralha tenho eu cá em casa :):):)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 14:51

Grande programa! Também acho que podíamos e devíamos frequentar mais estes espaços, infelizmente preferimos ir só aos big malls.

Só tenho duas coisas a apontar:
1. As facturas e os impostos nas feiras são qualquer coisa nebulosa;
2. Muitas marcas estrangeiras vendem produtos feitos em Portugal.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 26.12.2016 às 15:01

Valeu mesmo a pena. Costumo ir no Verão e no Natal, quando tenho férias à 2ª feira.
Eu sou a favor do cumprimento da lei, mas coitados dos feirantes, com os preços que praticam e o ritmo de vida que têm (levantam-se supercedo, mal aproveitam os feriados - hoje é o dia seguinte ao Natal, sempre de um lado para o outro, à chuva e vento) se ainda se vão a meter nessas complicações, a coisa ainda seria mais "escura" :) Sei que já pagam taxas às Câmaras pela utilização do espaço.
Muitas marcas vão comprar às mesmas fábricas que na feira (um dos feirantes referiu mesmo uma marca muito conhecida espanhola).
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 15:07

Sim, mas o trabalho, seja pouco ou muito, não pode justificar a fuga às obrigações fiscais. Também são muitos os que se levantam cedo e têm de pagar... além disso, não pagando impostos, os produtos vão sair claramente mais baratos.
Não é que goste das Finanças, que em países como Portugal e não só, são revestidas de má fé, sobretudo com os pequenos contribuintes.
Além disso as grandes marcas pagam a preço de ouro o espaço que ocupam nos centros comerciais.
Sim, existem fábricas que produzem para marcas e para as "feiras", podem é revestir diferentes tipos de produtos, nem sempre significa ser igual... agora... se há qualidade nas feiras? Claro que há, sobretudo em géneros alimentícios.

Imagem de perfil

De Papagaio Giló a 26.12.2016 às 15:28

Muito Bem! Apoiado!
Já agora, ler o post do Papagaio "Nacionalidade e Produtos Hortículas" - os textos complementam-se excelentemente bem ( cada um no seu tom!, obviamente, porque eu sou um "Papagaio" e tu és um "Fecha a Porta". LOL
Pap...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 26.12.2016 às 17:49

Envia-me o link por favor. O teu blog não tem a opção de pesquisa na Home page, ou pelo menos não a vejo :)
Imagem de perfil

De cheia a 26.12.2016 às 20:12

As nossas feiras francas continuam a ser muito concorridas e dão algum movimento às terras onde se realizam.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2016 às 10:40

Mesmo. Acho que se chamassem "markets", como está na moda, seriam ainda mais.

Estou a ser irónico. Um bom plano para ontem.
Sem imagem de perfil

De Carlos a 26.12.2016 às 20:42

É verdade!
De vez em quando vou à feira com o meu menino, comprar meias, artigos para o lar e calçado também já aconteceu!
Da ultima vez que fui, foi com mãe e manas há duas semanas, mas estava tanto frio que nem me atrevi a tirar as mãos dos bolsos!
Mas elas até o presunto para o Natal compraram.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2016 às 10:41

A minha comprou lá as coisas para a ceia de Natal, excepto os doces. Artigos caseiros, saborosos e económicos.
Imagem de perfil

De HD a 26.12.2016 às 21:07

É pena muita gente ainda não pensar desta maneira...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2016 às 10:47

Mesmo, mas algumas são à semana, em horário de trabalho e é quase impossível ir :(
Imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 26.12.2016 às 22:20

É quase tudo economia paralela...Mas sim, apesar disso dá de comer a muita gente!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2016 às 10:48

O que vou escrever é uma de uma falta de lisura escandalosa: mas o que é um par de meias ou de cuecas "paralelos" comparado com os milhares de milhões que o Estado teve de injetar na Banca?
Imagem de perfil

De m-M a 27.12.2016 às 11:09

Eu tenho uma paixão louca pela Feira de Espinho! <3
Tens que me levar a matar saudades!!!

(aaah e já agora, esse calçado, é verdadeiro - garanto-te eu que trabalhei um ano para uma dessas marcas e controlava o que saía em stock off para estas situações ;) É mesmo de aproveitar!)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2016 às 13:36

Conhecendo-se o feirante certo, faz-me compras melhores que nos saldos
Imagem de perfil

De m-M a 28.12.2016 às 12:17

Mesmo!
Seu sortudo!
Que eu em Lisboa ainda não encontrei "disso" :(
Imagem de perfil

De mami a 28.12.2016 às 18:32

há muitos nos que não vou a essa feira. confesso que desde que mudou de sítio que senti que se perdeu um pouco...mas isso deve ser coisa minha que sou uma saudosista nata!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.12.2016 às 22:01

Tens de vir um dia para matar saudades. Há coisas que mudam, mas outras não :)
Imagem de perfil

De mami a 29.12.2016 às 12:15

quiçá em 2017 :)
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 29.12.2016 às 10:54

Já ouvi falar muito na feira de Espinho, até porque, tenho um familiar que vive lá. Mas é tão longe, não dá para a feira descer uns quilómetros?
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 29.12.2016 às 22:15

Deve haver mais feiras na zona centro. Sei que há em Estarreja, Cacia, Carcavelos. Não conheço mais para baixo :(

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal