Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Jornalismo de conteúdos patrocinados

por O ultimo fecha a porta, em 01.08.17

Vi este vídeo da jornalista Joana Latino em que a boca fugiu-lhe para a verdade sobre os "conteúdos patrocinados" não identificados.

Vejam por favor o minuto 14:39 ao 15:19.

 

Diz a jornalista que a RedBull não achou piada à peça jornalistíca da SIC do evento patrocinado pela marca nos Açores (Cliff Diving) no ano passado e "insisitiu" (estou a citar) para que fosse a Joana Latino a fazer a notícia.

 

Mas então ela vai fazer uma "notícia" ou um "conteúdo patrocinado"?

É a RedBull quem manda na redação da SIC para dizer quem vai ou quem não vai?

A RedBull até pode escolher e pagar a viagem aos Açores, mas para isso tem de estar identificado que a marca assim o fez. Será que vai estar?

 

Curiosamente, já há tempos tinha questionado as opções editoriais e a falta de crítica no Visão Sete, pois não havia nada que identificasse que fosse publicidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59


22 comentários

Imagem de perfil

De Andy Bloig a 01.08.2017 às 20:42

Como te disse da outra vez, há muita coisa nos noticiários que são "patrocínios". Com a chancela de ser informação ou conteúdo informativo, há muita coisa a acontecer lá atrás. Desde as festas a alguma coisa, até aquelas mostras gastronómicas (ou com outros nomes), costumam incluir publicidade. São apresentadas nos noticiários, pois é quando há mais audiência.

É o mesmo caso dos 10001 prémios por isto e por aquilo que se fazem galas em casinos e hóteis, para os sites/televisões/jornais/directores de empresas/economistas/funcionários receberem os prémios como sendo os melhores disto e daquilo... há coisas que tem a mesma designação e os premiados são pessoas opostas. E tivemos vários exemplos de CEO de grandes empresas que receberam prémios distintos... porque eram patrocinadores dessas galas. (Nos sites da empresa organizadora, as empresas dos premiados costumam estar com os símbolos mais pequenos e nos cantinhos.)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 21:47

Desta vez, a jornalista assumiu a influência da marca que descredibiliza a ela própria,a estação que representa e a profissão de jornalismo. Já não é o "acho que". Sim, é o que dizes!
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 01.08.2017 às 22:14

Infelizmente, o jornalismo puro tem deixado de existir nestas últimas décadas.
Seja na televisão ou nos jornais, há muita coisa por trás de cada peça apresentada. A imparcialidade dos jornalistas (algo que nunca existiu... só era disfarçada com generalizações) passou a ser "quem dá mais?" ou "que ponto devo puxar para me dar margem para ajudar este ou aquele?". Daí para a publicidade encapotada é um simples salto. "Estamos a mostrar isto, porque é algo que todo o país deve conhecer."

Tens agora os festivais de Verão, que as 3 principais televisões tem lá repórteres mas, as que patrocinam, tem várias intervenções nos noticiários e nas horas de pico de audiência, enquanto na outras é mais fortuito, como uma reportagem sobre aquele artista ou aquela apresentação. Uma fala das pessoas, a outra faz entrevistas na primeira passagem, na segunda fala com quem vai actuar, volta aos festivaleiros e acaba com a organização... e durante 10-15 minutos só se falou do evento. Vantagens de terem publicidade que não conta para o tempo máximo permitido.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 22:27

Muito bem observado. Completamente de acordo.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 01.08.2017 às 21:28

Eu deixei de ver tv por essa razão e não só. Nunca se sabe o que é verdade. Nunca se sabe o que é "comprado"...
Mas se até os blogs, muitos, vivem disso...

Beijocas
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.08.2017 às 22:28

Grande verdade!
Imagem de perfil

De HD a 01.08.2017 às 21:43

Parece que muita gente já só vive assim... -.-
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 21:51

Isto descredibiliza ainda mais a estação, pois já não sabemos o que é "notícia" e o que não é :(
Imagem de perfil

De HD a 01.08.2017 às 21:53

Já sabemos que o que passa é convenientemente colocado... e pago!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 21:58

Ela própria o assumiu. :( espírito critico me informativo? zero
Imagem de perfil

De cheia a 01.08.2017 às 22:02

Publicidade camuflada.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 22:12

Mas não está correto fazerem-na num noticiário. Nos jornais, por exemplo, fica sempre identificado o "conteúdo patrocinado" ou quando o jornalista viaja a convite de alguma instituição. Neste caso, é a própria jornalista que o assume.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.08.2017 às 22:34

Não conheço a jornalista.

No entanto, o jornalismo atravessa uma crise profunda em que já não está sujeito a esta ou àquela pressão sendo somente um produto que está à venda e disponível para satisfazer a vontade de quem o quiser comprar. Uma ressalva: ainda há bom jornalismo!

É imperial separar o que é publicidade do que não é! Em Portugal os telejornais por exemplo, mais de metade do tempo passam "publicidade", veja-se pela duração dos mesmos. Em outros países o jornal da noite chega a demorar 15m!!! MAs também acontece nos jornais, nos websites e até aqui o Sapo entra.

Percebo que todos têm de sobreviver, mas as regras têm de existir e saber separar o que é notícia do que não é!

De resto é a comunicação a funcionar, não vejo mal em que uma organização faça chegar os seus intentos aos media...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 22:53

é isso. eu não critico a publicidade, critico é ela não estar identificada. Como pode ser um público crítico, se há enviesamento da suposta informação?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.08.2017 às 08:30

Aí é o público que tem de escolher o melhor meio... Além disso tem de exigir um maior esforço junto das entidades reguladoras.
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 01.08.2017 às 23:24

Qual!quer dia não vamos ter jornalistas, vai ter de entregar todos a carteira profissional!
Imagem de perfil

De Triptofano! a 02.08.2017 às 07:43

Mas sou apenas eu que acho que a Joana Latino só faz conteúdos patrocinados?
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.08.2017 às 23:13

Ela esforça-se para ser protagonistas quando não deve ser. Porem, não é isso que critico. é a confirmação da ingerência das marcas na escolhas de "jornalistas" para noticias e como isso pode condicionar o espírito critico de quem recebe a informação.
Imagem de perfil

De Maria a 02.08.2017 às 10:19

Eu acho que ela não esteve nada bem a por em causa o desempenho da sic/jornalista do ano passado, ainda que por palavras da red bull. Mas bom
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.08.2017 às 23:18

fica-lhe mal efetivamente.
Imagem de perfil

De m-M a 02.08.2017 às 11:02

Esse tipo de contéudo tem um nome técnico: publi-reportagem.

E os "limites" e "obrigações" não são tão claros, como por exemplo, os posts patrocinados nos blogues - lutas deontológicas da classe...

No tempo em que estudei isso, pagar as viagens/deslocações, dormidas e alimentação do jornalista (ou o equivalente em espaço impresso) e dar destaque à "notícia" fora do agenda-setting normal (com um separador colorido "diferente", por exemplo) era suficiente para considerar que a marca tinha informado o público.

Repara, por exemplo, nas reportagens do JN sobre as faculdades privadas e tal...

Posso ainda acrescentar que, até há 7 anos atrás, os preços não eram nada "simpáticos"...

Beijinho,
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.08.2017 às 23:20

Geralmente vem identificado como "conteúdo patrocinado" ou por exemplo no Jornal de negócios é comum escreverem no fim da peça "Jornalista viajou a convite da empresa XPTO". Assim, fica identificado.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal