Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O excesso do consumo de plástico

por O ultimo fecha a porta, em 13.11.16

plastic-bottles.jpgOntem deu uma reportagem a seguir ao noticiário da RTP, onde o tema era o excesso de consumo de plástico na sociedade atual. Fiquei a pensar nisso.

 

Cá em casa tenho um mini ecoponto com uns sacos de cada uma das cores do ecoponto (custaram 0,50 € num hipermercado) e costumo fazer a separação dos resíduos. Aliás acho um exagero o custo de um ecoponto (ronda os 20 €). Enfim...

 

Se olharmos para a presença do plástico na nossa vida: no nossa cozinha, nas idas aos supermercados, nos quartos, no trabalho e nas refeições, ela é assustadora. Contraria o principio de   um desenvolvimento sustentável e saudável, beneficiando um desenvolvimento mais comodista.

Um dos exemplos dado na reportagem era sobre a compra dos legumes/fruta. A maioria de nós compra (e paga) o saquinho para a fruta ou até embalagem se ela já vier fatiada (na manga até dá jeito!). No entanto, a compra a granel em recipientes de vidro é bem mais saudável e económica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


22 comentários

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.11.2016 às 08:23

Se já reciclarmos não é mau... é pelo menos um começo. Assusta-me ainda mais é o plástico que deitamos para a "rua".
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 23:13

Fiquei a pensar no tema da reportagem. O plástico está demasiado presente no nosso dia-a-dia.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 17.11.2016 às 08:55

É barato e na era dos descartável... primeiro terás de pensar numa mudança de mentalidades só depois na redução do plástico :-)
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 14.11.2016 às 11:38

Eu também reciclo, acho que é o mínimo que cada um pode fazer para ajudar a cuidar do ambiente, mas sim, a quantidade de plástico é realmente assustadora.
Beijinhos
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 23:09

Acho que tem de partir de cada um lutarmos por um mundo melhor.
Sem imagem de perfil

De Carlos a 14.11.2016 às 14:28

Vou ser sincero, nunca comprei um ecoponto desses por achar um abuso o valor! Confesso, sou daqueles que não faz a separação do lixo.
1º Não tenho grande espaço.
2º Os baldes do lixo são caros.
3º Eles querem que façamos o trabalho deles e assim reduzem no número de efectivos.
4º Preguiça...
Abraço e boa semana.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 23:04

Acho que tem de vir de cada um, pois somos nós quem produzimos o lixo. Existem uns sacos no continente que custam 0,50 € que substituem os ecopontos. Tenho um desses. Acho que todos podemos contribuir para um mundo mais sustentável. Mas efetivamente temos muito plástico nas nossas vidas.
Sem imagem de perfil

De Inês Pereira a 14.11.2016 às 17:17

Também vi essa reportagem ! A quantidade de plástico que usamos é enorme ! Eu sp q posso ponho o q posso para reciclar
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:59

Acho que fazes bem. É esse o primeiro passo para um ambiente mais saudável!
Imagem de perfil

De cheia a 14.11.2016 às 19:52

Também vi a reportagem e fiquei a pensar nas pessoas a quem sugiro que separem o lixo, e que me dizem que dá muito trabalho, preferindo colocar tudo no mesmo saco.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:57

Uma coisa interessante que disse na reportagem foi que só reparamos na quantidade de determinado tipo de resíduos quando fazemos essa separação. A mim, deixou-me a pensar.
O plástico de facto está muito presente nas nossas vidas e podemos minorar esse impacto.
Imagem de perfil

De HD a 15.11.2016 às 21:21

Ainda faltam muitos anos para mudar a mentalidade de muitas cabecinhas...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:53

Acho que a aturde deve começar com cada um. Mas os nossos governante até deram uma mãozinha com a taxação dos sacos de plástico. Apesar do intuito primordial não ser o ambiental, a verdade é que as pessoas estão mais racionais no consumo dos sacos de plástico. Já é alguma coisa.
Imagem de perfil

De HD a 16.11.2016 às 23:03

Concordo sobre a redução de consumo.
Todavia, a questão pedagógica está longe de estar implementada...
Imagem de perfil

De mami a 16.11.2016 às 11:06

há uns tempos tive um conversa sobre este assunto que se centrava na sobreembalagem dos produtos. Um exemplo eram os pack de sumos, águas, etc...será mesmo necessário aquel embalamento extra para criar os pack?
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:48

É um exagero, mas acho que aí é mais o marketing a falar. É uma tentativa de vender mais coisas ao consumidor e ter um packging mais barato.
É um tema bastante pertinente que nos faz pensar como poderemos ser mais amigos do ambiente.
Imagem de perfil

De mami a 17.11.2016 às 08:48

é uma questão de consciencialização sobre o assunto
Sem imagem de perfil

De Miúda a 16.11.2016 às 15:12

Por acaso nao vi, mas acredito que é imenso o consumo.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:45

Uma reportagem interessante e que me fez refletir. Pois além de identificar o problema, dá soluções.
P.S. Bem melhor ver esta reportagem do que dias a fio a ouvir notícias do piloto.
Imagem de perfil

De erreguê a 16.11.2016 às 19:27

O que acontece com as embalagens de plástico é que para os produtos serem mais baratos utiliza-se essa solução, por exemplo na agua engarrafada, depois vemos que o barato sai caro pelo menos à saude.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.11.2016 às 22:42

E ao meio ambiente. Podemos, na medida do possível, optar pela reutilização. Essa foi uma das virtudes da taxa dos sacos plásticos (embora o objetivo primordial da medida não fosse o meio ambiente).
Esta reportagem deixou-me a pensar nisso.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal