Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O problema do economistas académicos

por O ultimo fecha a porta, em 21.09.16

O que têm em comum Mariana Mortágua, Pedro Passos Coelho, Vítor Gaspar, Mário Centeno, Álvaro Santos Pereira, Manuel Caldeira Cabral, and so on, so on?

 

Todos eles são economistas académicos. Vivem no mundo das teses, dos binómios, das equações, das derivadas e integrais, fórmulas que apenas valem na teoria e que não têm aplicação na prática.

maths teacherL.jpg

Muitos não têm experiência empresarial, vivem da promiscuidade política ou de em empresas públicas com recursos abastados para gerir.

 

Nenhum destes economistas sabe o que é:

- ter de chegar ao fim do mês e pagar salários;

- ficar mais de dois meses à espera do reembolso do IVA;

- ter os fornecedores ao telefone a reclamar pagamentos;

- estar no limite do descoberto bancário e ter um pagamento urgente;

- querer fazer uma exportação de bens extra-UE e barrar na colocação de códigos pautais;

 - etc, etc, etc.

 

Além disso não têm experiência pessoal: têm salários abastados e heranças familiares.

 

Isto são problemas do dia-a-dia das empresas que dão traquejo no entendimento da realidade e na ultrapassagem de desafios. Os nossos políticos infelizmente não têm esta experiência e estamos como estamos..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


15 comentários

Imagem de perfil

De HD a 21.09.2016 às 22:23

Acabei de ter esta posição no comentário à tua consideração!
Não fazem a mínima ideia do que estão a defender. Falta de experiência no terreno, COMPROVADA!!!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 21.09.2016 às 22:43

Isso nota-se bastante nas decisões que tomam e na forma descuidada como comunicam.
Imagem de perfil

De HD a 21.09.2016 às 22:48

Nas posições precipitadas e impulsivas.
Na falta de hierarquia e acima de tudo, no desleixe das justificações!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 21.09.2016 às 22:51

É verdade. Qualquer trabalhador no mínimo tem de justificar às suas chefias as decisões que toma e justificar o impacto na empresa. No meio académico, existe muito livre-arbítrio no avanço das teses, no cumprimento dos programas e em ter de justificar a diretores (que questiona um doutorado? Ou um catedrático? Quem vai questionar falta um "xis" na equuação Y.
Imagem de perfil

De HD a 21.09.2016 às 22:55

Ainda bem que alguém sabe o que fala: muito bem!
Ouço frequentemente muitas tomadas de posição em empresas, sem qualquer projeção de mercado, análise de custos e viabilidade de consecuções...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 21.09.2016 às 23:00

Essas também acontecem, mas depois há-que arrecadar com as consequências. Acho que a qualificação dos recursos, nas empresas que investem neles, é a melhor prática. Prefiro-me guiar pelos bons exemplos :) Quando se trata de dinheiros públicos e da vida de milhões de pessoas, a responsabilidade aumenta, tal como a cobrança que todos temos que fazer.
Imagem de perfil

De HD a 21.09.2016 às 23:09

A tua estratégia é melhor que a minha :)
Mas a imputabilidade da responsabilidade é comum a ambos os sectores. A única diferença é que no público levamos com mais areia para os olhos quando há barracada monumental :D
Imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 21.09.2016 às 23:05

É este o problema da classe politica em geral. Cresceu nas jotas e quando acabou os respectivos cursos foi assessorar um governante qualquer e depois subindo na hierarquia, mais ou menos rapidamente sem nunca saber, o que "custa amar a Deus", como dizia a minha avó.

E depois também convém não esquecer o "povo". Uma larguíssima franja da população é incapaz de gerir financeiramente a sua vida. E não, nem sequer estou a pensar em quem ganha ordenados miseráveis.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 21.09.2016 às 23:09

Falar das jotas é tema com pano para mangas. A promiscuidade política infelizmente é cada vez maior porque uma mão lava a outra. É uma descredibilização total. A política está cada vez menos nobre.
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 22.09.2016 às 10:36

E a experiência por vezes significa tudo!!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 22.09.2016 às 22:24

É um input muito importante.
Sem imagem de perfil

De Miúda a 22.09.2016 às 16:10

a esses a vida n custa nada.

R: ainda n tou melhor... n sei ate que ponto é que o 3º é que descobriu o que eu tenho
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 22.09.2016 às 22:21

Isso é que é pior...
Imagem de perfil

De omeumaiorsonho a 22.09.2016 às 21:26

Grande verdade!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 22.09.2016 às 22:17

E isso reflete-se nas decisões que tomam e na forma como as comunicações.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal