Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Viver sozinho #8 - o tamanho das embalagens

por O ultimo fecha a porta, em 19.10.17

Já critiquei aqui o tamanho das embalagens dos medicamentos, em que não são muitas vezes ajustadas à duração do tratamento.

 

Hoje, venho desabafar sobre as embalagens dos perecíveis que não são muitas vezes adaptadas a quem sozinho. 

 

Um caso concreto: os legumes cortados para sopa que se vendem nos supermercados.

Quem vive sozinho tem duas opções:

i) ou compra perecíveis isolados e tem o trabalho de os lavar e cortar, podendo ficar mais caro 

ii) ou compra embalagens desajustadas, pagando o desperdício

 

Acho que devia haver embalagens mais pequenas, tendo em conta o tipo de alimentos. Já vi no Jumbo tem caixas pequeninas para os cogumelos e salcichas, que são outro tipo de alimentos que depois de aberto tem de se comer. Assim, não evita-se o desperdício.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51


26 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.10.2017 às 20:46

Eu tenho os mesmos problemas com os legumes :(
Acabo por ter uma alimentação menos saudável pq não quero desperdiçar
Inês
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 19.10.2017 às 20:51

isso é que não pode ser. não se pode prejudicar a alimentação por isso.
Imagem de perfil

De cheia a 19.10.2017 às 20:52

A indústria quer vender o mais possível, o que está errado, uma vez que os recursos não são infinitos.
Imagem de perfil

De HD a 19.10.2017 às 20:54

Confesso que acabo por deitar fora algumas coisas por este motivo... :-(
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 19.10.2017 às 21:12

é um desperdício que nos gastar dinheiro.
Imagem de perfil

De HD a 19.10.2017 às 21:15

De que maneira... :s
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 19.10.2017 às 22:28

Existe sempre a opção de comprares os produtos avulso, que penso ficarem mais baratos. Cozinhas tudo duma vez e depois congelas em doses individuais.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 19.10.2017 às 22:35

Há também essa solução, mas nos perecíveis é sempre mais complicado.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 19.10.2017 às 22:33

Eu congelo quase tudo =)
Experimenta.
Ou então mesmo que abras as latas do milho e isso, tenta logo ver receitas no dia a seguir para o usares.

Beijocas
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 19.10.2017 às 22:43

eis um dos dramas - latas de milho, feijão, grão de bico. A partir do momento que os abres, ficas comprometido a comê-lo nos próximos dias devido ao tamanho da embalagem...
Imagem de perfil

De mami a 19.10.2017 às 23:57

no caso da sopa podes fazer maior quantidade e congelar em monodoses... compensa e poupas no cozinhar ;)
Imagem de perfil

De Maria a 20.10.2017 às 08:01

Imagem de perfil

De m-M a 20.10.2017 às 09:34

Já pensaste em congelar o "excesso"? (se tiveres espaço...)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 23.10.2017 às 22:50

Pois, é uma boa solução. Faz um bocado confusão no caso das saldas e legumes ...
Imagem de perfil

De Gorduchita a 20.10.2017 às 09:43

Podes usar o que precisas e congelar o resto. O que achas que não dá para congelar assim, podes cozinhar em maior quantidade e congelas cozinhado. E poupas tempo numa vez seguinte.
No outro dia, aconteceu-me comprar uma embalagem de salada (raramente compro). Como não usei tudo, fiquei a olhar para aquilo a pensar no que ia fazer. No dia seguinte, tinha de fazer sopa... olhei para o resto da salada e pensei: Vais para a sopa. Tinha milho, cenoura, alface... não interessa. Foi tudo para a sopa e pronto. Assim não se estragou! :)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 23.10.2017 às 22:48

O congelamento é boa solução, efetivamente :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 20.10.2017 às 10:06

Vai a Paris (já lá estiveste) onde tens uma costeleta vendida à unidade que te custa quase 8 euros ou então um alho francês "individual" ao preço de um bife da vazia :-))))

Agora mais a sério... Quanto mais pequenas mais caras são e acabam por ter pouco impacte nas vendas... Os portugueses comem muito, e a oferta vai ao encontro dessa forma de consumir.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Blogs Portugal