Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dar e ser o exemplo

23.09.18

Desta vez é para elogiar! 

 

No sábado, fui até à praia, não para participar, mas apenas para ver a Espinho Beach Run. 

A "madrinha" da prova foi a antiga atleta Aurora Cunha.

Além de ter participado numa das distâncias, ajudado a organização, ainda esteve, para surpresa minha, incansável junto da meta a incentivar e a dar palavras de força aos atletas (amadores e de clubes) que estavam a cortar.

 

Assim é que deve ser!

Muitos "padrinhos" vão apenas para  fazer a sua prova e tirar fotografias, demonstrando atitudes snobes e arrogantes. Aurora Cunha deu o exemplo sobre como deve ser uma atitude humilde e pró desporto!

IMG_20180922_165537.jpg

 IMG_20180922_173233.jpg

 

IMG_20180922_173238.jpg

 IMG_20180922_163055.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:30

Turistando por Santa Maria (Açores)

20.09.18

Como vos disse ontem, este Verão fui aos Açores.

Foi a primeira vez que fui e foram logo 4 ilhas. Uma tour cujo objetivo foi conhecer as ilhas. Picar os pontos turísticos, para um dia mais tarde voltar e explorar.

 

Hoje falo-vos de Santa Maria

 

Santa Maria é uma ilha pequenina, simples e ainda com pouca mão do homem.

 

 

É muito díspar a nível de paisagem, sendo muito árida na parte ocidental (onde fica o aeroporto) e muito verde na parte mais oriental.

 

Tem apenas uma cidade, Vila do Porto, com uma avenida principal. Concentra os serviços essenciais (câmara, entidades públicas, bancos, bomba de combustível e pouco mais). Tudo gravita à volta da mesma.

 

O hotel onde fiquei é o único de grandes dimensões. Nota-se claramente que a ilha é pequena, pouco virada para o turismo, mas é essa simplicidade que suscita interesse.

 

Estive um dia na ilha e a estrada que une a ilha está em bom estado, sendo curioso que cada freguesia tem sua cor. Isto é, as paragens, fontanários e edifícios comunitários têm cores especificas.

 

Um dos melhores sítios da ilha é a Praia Formosa (marítima).

As fotos abaixo falam por si. Uma praia com quase ninguém, areia limpa, clarinha e água é extraordinária (límpida e quente). Muito, muito agradável! Aproveitei para mergulhar e deu-me vontade de lá ficar horas na água. Essa praia, é também o sítio "social" da ilha onde se costumam organizar concertos e festivais de música.

Depois de lá estar, tive provar as meloas cuja plantação é na encosta da praia. Muito docinhas e saborosas.

 

Fiquei com vontade de lá voltar para explorar os trilhos, sobretudo na zona oriental que é mais verde e deve ter muito para descobrir.

 

IMG_20180817_102602.jpg

 

IMG_20180817_110743.jpg

 

IMG_20180817_112726.jpg

 

IMG_20180817_120003.jpg

 

IMG_20180817_120047.jpg

 

IMG_20180817_130301.jpg

 

IMG_20180817_151209.jpg

 

IMG_20180817_150623.jpg

 

IMG_20180817_161216.jpg

 

IMG_20180817_184102.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

Publicações estranhas no Linkedin

19.09.18

Apareceu-me esta publicação de uma "conexão" no LinkedIn.

 

Fiquei ... sem palavras

link.PNG

Tenho perfil nesta rede social/profissional e já fui contactado por lá par ir a entrevistas. Respeito-a bastante porque é uma plataforma de currículos online.

Mas andar adicionar meio mundo e fazer um post com isso não é bem o objetivo, mas cada um uso como quer...

 

P.S. Este verão cumpri mais uma das resoluções para 2018! Ir aos Açores!

Nunca tinha ido e tinha uma enorme curiosidade. Vi um pacote que incluía 4 ilhas, com "tudo incluído" e depois de ponderar os prós e contras, pareceu-me a melhor opção para conhecer as ilhas. Picar o ponto nos principais pontos turísticos.

Um dia mais tarde, voltarei para "explorar". 

Ao longo das próximas semanas, partilharei fotos e a experiência de cada uma das ilhas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07

A Cristina e a Serena

18.09.18

Cristina Tavares.

cortiça.jpg

 

Este é o nome da mulher cuja Justiça obrigou o seu patrão a indemnizá-la e reintegrá-la na Empresa.

Como vingança, a empresa terá obrigado a laborar nove horas de trabalho sem sair do sítio, a arrumar sacos de 15 a 20 kg e sem acessos a áreas comuns como o WC e o estacionamento.

 

Quem conhece o "patrão" corticeiro português na zona de Santa Maria da Feira, sabe a sua fama de pagar pouco e querer muito, embora não conheça a empresa em concreto e não querer tomar a parte pelo todo. Da administração da Empresa, ninguém deu a cara, atirando o "diretor financeiro" para os jornais, que nega. Onde há fumo, há fogo.

Nas redes sociais pouco se fala.

 

Serena Williams.

Tenista famosa, acusou o árbitro de sexismo e discriminação, quando os factos que deram origem à punição prevista nos regulamentos foram confirmados.

As redes sociais estouraram, aparecendo logo os extremistas.

 

Dois pesos e duas medidas para duas situações que são diferentes, mas que colocam a sociedade nos extremos. Num de crítica, noutro de indiferença. 

Porque é que aqueles que saltaram a criticar a tenista, agora não postam a defender a fragilidade de Cristina? Quantas mais trabalhadores sofrem estes tipo de assédio/bullyinhg e não fazem notícia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:02

A pressão dos solteiros na época dos casamentos

16.09.18

valentines-day-3074704_960_720.pngO tema do almoço deste sábado foi um que já falei aqui no blog:

 

 

A pressão que os outros põem em cima das pessoas solteiras ou divorciadas que não têm namorado/a no momento.

As perguntas que nos deixam embaraçados e as atitudes propositadas para nos fazer sentir diminuídos por essa questão.

 

O assunto foi que uma amiga em comum foi questionada se tinha alguém para levar a um casamento e a resposta foi "não ... não tenho namorado". A pergunta que lhe fizeram foi: 

"- Ao menos tens alguém em vias de?"

 

Percebi a frustração e o mau-estar interior que esta pressão social provoca porque também a sinto. Por isso é um assunto que evito falar e perguntar. 

E atenção que este preconceito não vem só de fora. De casa também. E por vezes esse é ainda pior! Diria que é mesmo o pior porque vem de pessoas de quem gostamos.

 

Há pessoas que estão solteiras por opção, outras porque ainda não encontraram a pessoa certa. Mas não são pessoas infelizes nem inferiores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06

As mudanças no trabalho pós crise

13.09.18

Li uma notícia muito interessante sobre o retrato do mercado de trabalho antes e depois da crise.

Genericamente:

- Maior peso das mulheres

- Mais peso dos trabalhadores qualificados

- Envelhecimento dos trabalhadores

- Mais trabalhadores por conta de outrem

office-620817_960_720.jpg

Se me surpreende? Nada

 

Com a crise, sobretudo em Lisboa, Porto, Braga e Fundão, houve um fenómeno invulgar.

Chegaram muitas empresas internacionais que trouxeram para Portugal os seus centros tecnológicos e de serviços partilhados, procurando pessoas licenciadas (sobretudo nas áreas da engenharia e da economia). Vêm atraídas pela versatilidade em línguas dos portugueses, pela qualidade da formação académica e salários mais baixos face a outros países. O meu atual emprego insere-se neste lote.

 

Com o aumento da independência, igualdade de oportunidades e haver menos homens na área financeira, o peso das mulheres aumenta, ainda que não em posição de  chefias.

 

Por outro lado, estas empresas procuram trabalhadores já com alguma experiência de modo a que, na fase de implementação de projeto, seja mais eficiente e existe uma geração mais velha de licenciados que não houve no passado

 

Outra razão que na minha opinião justifica este envelhecimento do trabalhador é outra, que já ouvi de várias pessoas: a geração de licenciados pós crise, que já foi educado no mundo da Playstation, Facebook e Youtubbers, não é (geralmente) muito comprometida com o trabalho.

Como não passou pelo crise, dizem que não dá valor às oportunidades e não querem saber. Já tinha escrito sobre isso há dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

"Se acha a educação cara experimente a ignorância"

12.09.18

thought-2123970_960_720.jpg

Li esta frase no blog da Maribel e fiquei a pensar nela.

 

A educação é fundamental para uma sociedade crítica, informada e para se desenvolver.

É com pessoas cultas e com formação académica, que:

- se é valorizado no exterior (e por isso melhor remunerado e reputado)

- se consegue atrair investimento estrangeiro (veja-se a quantidade enorme de empresas com serviços partilhados e centros tecnológicos que vêm para Portugal)

- progredir socialmente 

- questionar quem nos governa e dirige os nossos destinos enquanto povo.

 

A questão da educação ser "cara" surge deixa o investimento passa a desperdício. Em que situações isso pode acontecer? Quando por exemplo:

- por razões políticas se cede a exigências de sindicatos de professores que são injustas perante outros trabalhadores

- quando a discussão deixa de ser os programas, as colocações longe de casa e a indisciplina nas escolas para ser a progressão na carreira

(isto vai ser falado novamente quando surgir outro vídeo de agressão a professores na net)

- se compram artigos de luxo e paga-se de cofres públicos valores inflacionados para salvar o construtor amigo que está em dificuldades.

- se fazem parcerias público privadas com colégios com contornos  pouco claros

 

Portanto, tudo isto para dizer que a educação é extremamente importante e merece a concentração de esforços no investimento de um país, mas as questões laterais e fraude podem levantar as questões dos mais pessimistas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

A corrida e a queima de energia

11.09.18

Ultimamente tenho ido menos ao ginásio.

Optei pelo pack de duas aulas semanais, que fica mais em conta.

Tanto é que nem tido tido peripécias para contar aqui no blog.

O facto de ao domingo ter ido correr com o grupo de corrida, leva a que sinta menos necessidade de lá ir.

 

Comecei com este grupo onde estão outros conhecidos meus à cerca de 3 meses, mas noto que a corrida me tem feito emagrecer.

De facto, eu ao fim de 5 minutos já começo a transpirar e o facto de ter pouca resistência obriga a um maior "esforço" e queima de energia.

 

Não fui só que notei quando comecei a correr. Quando comentei com o resto do grupo, mais duas pessoas "amadoras" sentiram  o mesmo.

Quanto à questão de pequeno almoço, tenho seguido as sugestões dadas.

20947375_2fuFz.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47

O estranho regresso da TAP ao Porto

10.09.18

tap_00.jpg

 

A TAP vai reinvestir no Porto, apostando em novas rotas a partir do Aeroporto Sá Carneiro.

Isto dois anos depois dos últimos cortes nas rotas, devido à falta de rentabilidade das mesmas.

Os cortes foram em 2016 e as eleições autárquicas foram no seguinte.

 

Agora, um ano depois essas mesmas eleições as linhas vão ser relançadas. 

Então, se há dois anos não eram rentáveis, agora já são?

 

É muito questionável estas coincidências e as motivações por detrás da decisão das rotas de TAP. Ocorre-me uma palavra: centralismo.

Quem ganhou com esta decisão foram as operadoras privadas e low-cost. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

O que o ataque a Bolsonaro diz sobre Brasil atual

07.09.18

screen-shot-2018-09-06-at-4-20-15-pm-copy.jpg

 O Brasil é dos países mundiais com maior potencial económico do Mundo.

Além da selva amazónica tem uma enorme importância no abastecimento de produtos agrícolas e de gado.

 

Porém, é um país que sofre de quatro males - a corrupção, as enormes desigualdades sociais, o crime e a dívida pública.

 

Os últimos anos têm sido marcados por escândalos de corrupção e instabilidade política agravando ainda mais a já débil situação financeira do país, ainda por cima agravada com os enormes gastos em competições desportivas internacionais. Como se não bastasse, ainda existem os refugiados da crise na Venezuela.

 

Hoje de manhã chegaram notícias de um esfaqueamento a um candidato às Presidenciais proveniente de um político de extrema direita. As motivações podem ser pessoais, mas não escondem um país fragmentado e muito fragilizado.

 

O Brasil e o seu povo necessitam de paz social e finalmente dar o salto no seu desenvolvimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal