Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Paisagens de 2017

30.11.17

Aceitando o desafio do Sapo, partilho algumas das minhas fotos de 2017:

 

18217236_10208860397299691_1354433847_n.jpg

 

 

IMG_20170815_133707.jpg

 

IMG_20170819_095417.jpg

 

 

IMG_20170819_100613.jpg

 

P6211114.JPG

 Esta não é "deslumbrante" mas não me deixou indiferente. 

P8281367.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:47

Afinal o imposto sobre a junk food não vai para a frente

29.11.17

Pela primeira vez elogiei um imposto aqui.

sugar.jpg

 

Continuo a achar este um imposto importante na prevenção e na poupança futura do Serviço Nacional de Saúde em doenças causadas por distúrbios alimentares.

Não é justo eu ter de pagar impostos porque o vizinho do lado usa e abusa do açucar, dos fritos e do sal.

 

Pelo que li entretanto, as taxas estavam um pouco elevadas para o nosso poder de compra, mas foram chumbadas na discussão do Orçamento de Estado.

 

Não percebi o motivo (quer dizer, percebi, mas não havendo "provas" não posso escrever, pois existem muitas, para não dizer, demasiadas industrias interessadas em que imposto não avancasse.

Quando foi o "brutal" aumento de imposto do anterior Ministro das Finanças a "maioria" de então aprovou-o.

 

Coisas que nos fazem pensar ...

 

P.S. Depois do:

- ruído em torno do jantar do websummit;

- silêncio em torno da seca e das dificuldades do distrito de Viseu no abastecimento de água;

- da homília de domingo à noite, em que um pseudo comentador usa truques pouco éticos (na minha opinão) para captar audiências;

o que dizer dos cidadãos pagos para fazer perguntas aos ministros?

Bem, eles tinham de ser seleccionados de alguma forma, mas estando dinheiros públicos em causa, o caso muda de figura. Não me parece legitimo serem pagos para exerceram a sua cidadania e questionar um Governo que os representa e que foi democraticamente eleito. Esteve mal quem contratou o serviço e quem aceitou os "vales de compras".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

Disparates nos comentários do blog

28.11.17

Em 2 de Agosto publiquei um post sobre o crédito ambiental que o Planeta Terra tinha atingido para o ano de 2017.

ufpp.PNG

 

Hoje podia falar-vos que esta seca já reflete os juros que temos que pagar por estarmos a consumir mais do que aquilo que os nossos recursos permitem, mas não.

 

No sábado, um "Anónimo" escreveu dois comentário iguais em que se disponha ajudar-me com um crédito "instantâneo" com taxas de juro reduzidas, bastando mandar um mail que ele incluiu no comentário.

 

Neste benevolência, qual o maior disparate?

  • fazer uma busca no google por "cartão de crédito" e publicitar na primeira coisa que aparece?
  • num post sobre "crédito ambiental" publicitar "crédito ao consumo"
  • fazer publicidade gratuita e irresponsável no meu blog
  • publicitar em 25/Nov num post de 2/Ago

 

Já vos aconteceu isto?

Se não aconteceu e se tiverem um post com "Cartão de crédito", cuidado!

P.S.: Naturalmente, que mal vi este disparate, apaguei-o imediatamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Porque a vida não é cor de rosa

27.11.17

No sábado, foi o dia anti violência doméstica, com várias ações e anúncio de medidas para um flagelo que atinge a sociedade portuguesa.

CARTAZ_B3_303x500mm_F-696x1148.png

Felizmente, nunca fui vítima, nem conheço nenhum caso próximo que aconteça. Pelo menos que tenho conhecimento.

 

Sendo um crime público, sabemos que atinge todas as idades (cada vez mais precoce, ainda no namoro) e todas as classes sociais mesmo com os níveis de formação mais elevados (com o exemplo público de Manuel Maria Carrilho ou Nuno Vasconcellos). E sabe-se que há vitimas nos dois sexos.

 

A impressão que tenho é que há cada vez mais informação, consciência de que é crime e há mecanismos legais para o travar. Por outro lado, acho que ainda há demasiada tolerância dos agredidos, agressores e de terceiros. Acham isso "normal". Expressões horrorosas como "ela é uma vaidosa, merece apanhar", "coitado, é doido por ela. é ciumento", "a culpa não é dele, é do alcool"....

 

Depois há o papela da Justiça como a decisão do juíz Neto de Moura que escreveu aquele acordão arcaico e que envergonha a Justiça e a sociedade portuguesa.

 

Além desta tolerância, acho que ainda se olha para a violência doméstica só no feminino como a campanha deste fds. 

Acho fundamental desenvolverem-se campanhas, criar-se este "dia" e debater este assunto que traz tanta infelicidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14

A minha relação com o futebol

23.11.17

Esta 2ª feira deu por mim a fazer zapping nos canais portugueses e não consegui parar em nenhum. 

Neste exercício dei por mim a pensar: porque é que há 3 anos parava para ouvir sobre futebol e agora não?

 

Duas razões:

- as pessoas com quem trabalho e mais me relaciono não falam de futebol

O interesse esmorece.

 

- o futebol passou do espetáculo para ser de ódio e radicalismo

Não se discute o talento dos jogadores nem os golos, discute-se a promiscuidade de dirigentes, os árbitros e há  incitamento à violência e ao ódio.

 

Além disso há um exagero na comunicação social na quantidade de programas e para haver diferenciação, convida-se pseudo-comentadores que não são adeptos. São dirigentes pagos pelos clubes, sem nada de genuíno e em que o assunto anda sempre à volta do mesmo: a arbitragem e o fora de jogo.

Ganha a audiência, quem tiver o comentador que diga mais baboseiras.

 

Tenho pena que o futebol em Portugal se tenha tornado neste desfile de egos e da minha parte acho que perdeu um adepto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:39

A homília de domingo à noite

22.11.17

Questão: Como é que um comentador televisivo ganha influência, audiência e probabilidades de ser candidato à presidência da república?

 

Resposta: Dando "notícias" exclusivas, dando inside information antecipadamente.

 

Este domingo, durante a "homília", lá veio o comentador informar que o Porto não iria ser escolhido para capital da Agência do Medicamento, cuja decisão oficial seria conhecida no dia seguinte.

 

- É razoável um comentador dar informação antes desta ser oficial em nome de audiência?

- É razoável um comentador ganhar influência e poder na opinião pública com "notícias" de outras instituições que ainda não são públicas?

 

Querem ver que dentro 8 anos vamos ter o comentador como candidato a Presidente da República?

É assim que se começa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

Recuperação de fábricas abandonadas

21.11.17

Percorrer algumas estradas é uma dor de alma.

 

Existem casas e edifícios abandonados, a cair aos bocados, a servir de abrigo para toxicodependentes, malfeitores, prostituição e animais.

As razões podem ser várias:

- heranças mal resolvidas

- pessoas que não têm dinheiro para as recuperaram

- empresas que faliram

- multinacionais que se deslocalizaram

Etc.

 

Quando fui ao Gerês em Junho, na estrada nacional Santo Tirso- Guimarães vi armazéns e instalações completamente abandonados, a cair aos bocados. 

 

Estes dias ouvi que o Grupo Hotelar vai recuperar o Fábrica Rio Vizela, convertendo um espaço em ruínas, com muitas memórias nas suas novas instalações. Acho que estes exemplos deveriam ser incentivados e promovidos, em vez daqueles que preferem destruir áreas verdes para as suas instalações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

A última consulta no médico

20.11.17

Na 6ª feira fui ao médico e ele confirmou que seria a última consulta pós cirugia.

 

Não podia ter ficado mais contente, pois sempre que lá vou, fico sempre dorido. Porém confirmou-me que só para finais de Dezembro é que ficaria totalmente recuperado.

 

Mandou-me ter os cuidados de sempre: usar toalhitas, alimentação rica em fibras e líquidos, evitar picantes e salgados, usar roupa interior de algodão. 

 

Não pensei que fosse tão demorada a recuperação, sinceramente. Vão ser quase 4 meses e porque tudo correu bem!

 

Mudando de assunto, decorre uma campanha curiosa nas redes sociais sobre a poupança da água. O site insitucional chama-se Feche a torneira.

torneira.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:13

Sapos do ano 2017

18.11.17

007A12615190482DB8C2AC34C51C9C28.png.jpg

A Magda teve uma ideia: fazer uma brincadeira para homenagear os blogs "anónimos" que mais se destacaram no ano de 2017.

Aqueles que são constituídos por pessoas comuns que dedicam um bocadinho do seu tempo a partilhar o seu dia-a-dia, as suas brincadeiras, aventuras e emições no blog, por hobby. 

Todas as informações aqui.

Eu já enviei as minhas escolhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Viver sozinho #9 - o mecânico

16.11.17

Não ter o pai ao pé para tratar dos assuntos do carro é um dos desafios com que fui confrontado. 

carro.jpg

 

 

Apenas comprei o meu carro em 2012, após dois anos de trabalho. Até lá andei com um velho dos meus pais.

 

Quando o comprei e fiquei sem o meu pé de meia, a parte dos pagamentos ficou comigo - impostos, seguro e afins era eu que pagava, mas a parte "operacional" era com o pai.

Refiro-me a quê? Óleo, inspeções, revisões, pneus, pressão do ar, nível da água, etc. O meu pai não delegava e eu não fazia questão. 

 

Pois bem, desde há dois anos e meio atrás que o pai só vê o carro ao fim de semana.

Sou eu quem leva o carro ao mecânico quando é necessário e tenho que responder àquelas questões "mais técnicas" que não faço ideia. 

Qual o risco que tenho? Ser comido por lorpa por mecânicos mais trafulhas. Mas aí, o pai fica com o peso na consciência a adiamos para os sábados de manhã. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:56

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal