Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Detox digital forçado

09.07.18

O meu computador está com problemas no arranque e como está dentro da garantia vou deixá-lo na loja [mas consegui que ligasse para escrever e fazer cópia de segurança] .

Assim, prevejo que nos próximos dias escreva menos que o habitual.

 

Tinha muita coisa para falar:

- a decisão de uma grande cadeia de supermercados em usar menos plásticos, tornando-se e tronado-nos mais sustentáveis [a cadeia é alemã]

- os alertas de Barck Obama

- a assustadora ideologia do governo italiano

- peripécias do dia-a-dia

- as minhas aventuras na marmita

- as minhas corridas

- a minha ida a Drave (Serra da Freita)

- o meu dilema na troca de carro - carro seminovo a pronto ou a leasing

- responder aos tags que me propõem

- ...

 

Podia deixar posts agendados, mas não era a mesma coisa... ainda assim deixo uma questão no ar: que receitas de peixe simples costumam fazer, além de massa com atum, seja para marmita ou jantar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Turistando por Pedras Salgadas e Amarante

05.07.18

Depois de Chaves e VIdago, o caminho da volta foi por Pedras Salgadas, Vila Real e Amarante.

 

Pedras Salgadas

O caminho da A23 à vila é um pouco sinuoso. Pedras Salgadas é muito pequena, tem apenas uma rua com o comércio essencial (soube-se entretanto que a CGD vai fechar). A atração é o parque das termas e os seus bangalows.

As termas ficam dentro do parque do "SPA & Nature Park" mas são abertas ao público. Também provamos a água que nos chega gaseificada. O parque não é muito grande mas tem as famosas "casas na florestas" que são bastante intrigantes.

IMG_20180628_115616.jpg

 

IMG_20180628_111927.jpg

 

IMG_20180628_112032.jpg

 

IMG_20180628_112241.jpg

 

IMG_20180628_113024.jpg

 

IMG_20180628_114125.jpg

 

IMG_20180628_114233.jpg

 

IMG_20180628_114429.jpg

 

IMG_20180628_114938.jpg

 

IMG_20180628_115107.jpg

Vila Real

É daquelas cidades que não tem uma atração propriamente dita. Estava a decorrer a feira de S. Pedro e foi por lá que almoçamos 

 

Amarante

A cidade é muito bonita e fica no alto da margem sobre o rio Tâmega.

Não fomos à doçaria conventual, mas chamou-nos a atenção os sinais de trânsito de proibição do trânsito automóvel na ponte na rua de comércio que lhe dá acesso não serem respeitados.

Escrevi na semana passada à Câmara a alertar, mas não recebi nenhuma resposta (nem um ."lamentamos"). Enfim...

IMG_20180628_164913.jpg

 

IMG_20180628_165108.jpg

 

IMG_20180628_165114.jpg

 

IMG_20180628_165125.jpg

 

IMG_20180628_171119.jpg

 

IMG_20180628_171317.jpg

 Lá está a rua que não consegui tirar uma foto sem que houvesse um carro a passar, mesmo com sinal proibido no seu início,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07

Turistando por Chaves e Vidago

03.07.18

Tinha escrito algures num comentário da blogosfera que uma dos desejos para 2018 era conhecer a região de Chaves.

Aproveitei esta semana de férias e fiz o percurso. Vidago - Chaves - Pedras Salgadas - Vila Real - Amarante.

Foram apenas dois dias, mas foi o suficiente para ter ver.

 

Vidago

Foi o primeiro destino e o interesse reside na imponência do Vidago Palace.

Os jardins são públicos, até porque é lá dentro que se localiza o bebedouro das águas termais.

Estavam exemplarmente tratados, com lagos e trilhos para quem quiser caminhar [percebe-se a razão do preço louco da dormida lá].

Depois de calcorrear o parque do hotel, viemos até ao balneário das termas que é na antiga estação dos caminhos de ferro, já desativada. Foi uma boa solução dada ao edificio.

No caminho, é com alguma tristeza que se vê uma série de hoteis e pensões abandonadas. Dá a impressão de terem sido umas grandes termas no passado, mas com a desativação do linha do comboio ter definhado.

IMG_20180627_153735.jpg

 

IMG_20180627_154500.jpg

 

IMG_20180627_154503.jpg

 

IMG_20180627_154653.jpg

 

IMG_20180627_155138.jpg

 

IMG_20180627_162005.jpg

 Chaves

Já tinha essa impressão e confirmei: é uma cidade muito grande, com muitos serviços e muito comércio.Não estava à espera que fosse tão grande.

As ruas do centro histórico medieval são estreitas mas estavam requalificadas e muito limpas.

A zona do castelo, onde fica também a Câmara estava bastante ajardinada e foi onde comemos os famosos pasteis de Chaves (na sugestão deste blog). Mais abaixo, atravessamos a ponte romana sobre o Tâmega e percorremos os longos jardins na margem do rio.

Aproveitamos para provar a água termal. Sai a 76ºC e é preciso deixar arrefecer.

 

IMG_20180627_173113.jpg

 

 

IMG_20180627_174532.jpg

 

IMG_20180627_174751.jpg

 

IMG_20180627_183015.jpg

 

IMG_20180627_183022.jpg

 

IMG_20180627_183944.jpg

 

IMG_20180627_184514.jpg

 

IMG_20180627_190358.jpg

 

IMG_20180628_094618.jpg

 

IMG_20180628_101025.jpg

 

Sobre Pedras Salgas e Amarante falo amanhã

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

Detox digital

02.07.18

19829553_ONEkW.jpegEste fim de semana ao ler um artigo sobre a influência das novas tecnologias nas pessoas e o impacto nos

acidentes de viação (condutores e peões), surgiu a expressão "detox digital".

 

Fiquei a pensar nela.

 

A tecnologia está tão presente na nossa vida e eu tenho explorado esse tema no blog, em particular com a exposição de crianças (respetivos pais)  em blogs como forma de promoção social e negócio.

O artigo debatia sobre até que ponto não  "andamos fartos de andar online?" e que já há hoteis com o conceito de no check in deixar o telemovel num cacifo.

 

É impressionante pensar já surge a necessidade de não estarmos online, havendo até apps que ajudam: controlam o nº de desbloqueios de teclado e permitam bloquear outras app's por tempo limitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

Uma t-shirt demasiado barata

01.07.18

IMG_20180629_124040.jpg

 Esta semana estive de férias a aproveitei para ir aos saldos comprar um t-shirt para dormir, pois as minhas já são do ano passado e estão em modo de ir para o lixo.

 

Comprei uma por 2 Euros numa loja low-cost da Inditex. Quando cortava a etiqueta reparei que era "Made in Portugal".

Se paguei 2 €, sem o IVA o preço de venda da loja foi 1,63 €.

 

Se esta tiver margem, qual terá sido o preço de venda da textil portuguesa à Inditex?

 

Este exemplo é preocupante e revela uma caracteristica do sector textil português: vende barato, praticando salários baixos e rastejando às grandes cadeias espanholas. Se gosto de privilgear o que é nacional, neste caso, preferia que não fosse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs Portugal