Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Biorace Estarreja

30.09.18

No ano passado fiquei com a curiosidade. Este ano efetivei a inscrição em equipa e valeu bem a pena!

Adorei a experiência.

 

O BioRace de Estarreja tem 10 km, 20 obstáculos, com a particularidade de ser na Ria de Aveiro, junto ao Bioria em Salreu.

Um evento de desporto, espírito de equipa, mas numa zona natural e que merece ser valorizada e explorada.

Os obstáculos são: trepar montes de palha, passar ribeiros cheios de lodo onde a água dá pelo peito e as sapatilhas ficam presas no lodo , rastejar debaixo do arame farpado, exercício de braços, subir e descer paredes de rede, etc

 

Isto é a parte boa. A parte menos boa é o lodo e o cheiro a choco das inúmeras passagens pelos canais da ria. A minha t-shirt vinha cinzenta, as meias irreconhecíveis e as sapatilhas, coitadas, estive 25 minutos a lavá-las.

 

As fotos falam por si :)

Minhas

IMG_20180929_141810.jpg

IMG_20180929_141832.jpg

IMG_20180929_141852.jpg

IMG_20180929_143207.jpg

 Era uma vez uma t-shirt amarela ...

IMG_20180929_180258.jpg

Da organização

42807673_744794259193633_2716742040795742208_n.jpg

42834238_745604865779239_8246284165473894400_n.jpg

42805486_2142608649143784_4013011231412584448_n.jp

 

42920473_2142610715810244_747954948142006272_n.jpg

42834666_745603349112724_8766007472084221952_n.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Experiências do Último - um assado

27.09.18

Continuo com a minha evolução na cozinha para força da marmita. 

Esta semana e após umas ideias e receitas que ouvi ao almoço fiz frango assado com legumes.

 

Comprei os legumes da "sopa de agrião"  já embalados do Lidl e cozi-os um pouco primeiro. Depois juntei tudo no forno, com azeite, sal e alho. 

E tcharan, saiu este belo assado.

 

Estava muito saboroso, mas tem um problema grande: demora uma eternidade e a cozinha ficou muito muito quente.

IMG_20180925_235116.jpg

 

O frango ficou um bocado pálido mas não ficou cru :)

Vocês como costumam fazer? Têm alguma dica?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:46

Pesquisa no Último

26.09.18

Triptofano lançou-me o desafio de ver os "termos de pesquisa" do blog.

Capturar.PNG

 

De facto é muito curioso ver essa estatística .

 

O termos mais pesquisado foi: "frases de humor para rir blog"

Bolas, teve 7 pesquisas deste termo... será o meu blog muito sério?

 

Depois foi "amazon"... ok. Nunca comprei lá nada, nem me lembro de alguma vez ter falado da amazon...

 

Sobre "almofadas viscoelásticas opiniões", uma vez pedi ajuda quanto a almofadas. Tem aqui opiniões.

 

Há quem pesquise também por "sete lagoas caminho carro" - o carro ficou na aldeia de Xertelo e o de lá até às lagoas fomos a pé. Para chegar até lá, fomos pela barragem do Cabril.

 

O "prazo de validade de Fenistil, a "broa de milho lidl ingredientes" e "Probabilidade de ganhar o milhão" não consigo ajudar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28

Factos reais

25.09.18

Saracaticamente, o que dizes sobre isto?

41105490_1862305097192859_32225418794762240_n.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:01

Dar e ser o exemplo

23.09.18

Desta vez é para elogiar! 

 

No sábado, fui até à praia, não para participar, mas apenas para ver a Espinho Beach Run. 

A "madrinha" da prova foi a antiga atleta Aurora Cunha.

Além de ter participado numa das distâncias, ajudado a organização, ainda esteve, para surpresa minha, incansável junto da meta a incentivar e a dar palavras de força aos atletas (amadores e de clubes) que estavam a cortar.

 

Assim é que deve ser!

Muitos "padrinhos" vão apenas para  fazer a sua prova e tirar fotografias, demonstrando atitudes snobes e arrogantes. Aurora Cunha deu o exemplo sobre como deve ser uma atitude humilde e pró desporto!

IMG_20180922_165537.jpg

 IMG_20180922_173233.jpg

 

IMG_20180922_173238.jpg

 IMG_20180922_163055.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:30

Turistando por Santa Maria (Açores)

20.09.18

Como vos disse ontem, este Verão fui aos Açores.

Foi a primeira vez que fui e foram logo 4 ilhas. Uma tour cujo objetivo foi conhecer as ilhas. Picar os pontos turísticos, para um dia mais tarde voltar e explorar.

 

Hoje falo-vos de Santa Maria

 

Santa Maria é uma ilha pequenina, simples e ainda com pouca mão do homem.

 

 

É muito díspar a nível de paisagem, sendo muito árida na parte ocidental (onde fica o aeroporto) e muito verde na parte mais oriental.

 

Tem apenas uma cidade, Vila do Porto, com uma avenida principal. Concentra os serviços essenciais (câmara, entidades públicas, bancos, bomba de combustível e pouco mais). Tudo gravita à volta da mesma.

 

O hotel onde fiquei é o único de grandes dimensões. Nota-se claramente que a ilha é pequena, pouco virada para o turismo, mas é essa simplicidade que suscita interesse.

 

Estive um dia na ilha e a estrada que une a ilha está em bom estado, sendo curioso que cada freguesia tem sua cor. Isto é, as paragens, fontanários e edifícios comunitários têm cores especificas.

 

Um dos melhores sítios da ilha é a Praia Formosa (marítima).

As fotos abaixo falam por si. Uma praia com quase ninguém, areia limpa, clarinha e água é extraordinária (límpida e quente). Muito, muito agradável! Aproveitei para mergulhar e deu-me vontade de lá ficar horas na água. Essa praia, é também o sítio "social" da ilha onde se costumam organizar concertos e festivais de música.

Depois de lá estar, tive provar as meloas cuja plantação é na encosta da praia. Muito docinhas e saborosas.

 

Fiquei com vontade de lá voltar para explorar os trilhos, sobretudo na zona oriental que é mais verde e deve ter muito para descobrir.

 

IMG_20180817_102602.jpg

 

IMG_20180817_110743.jpg

 

IMG_20180817_112726.jpg

 

IMG_20180817_120003.jpg

 

IMG_20180817_120047.jpg

 

IMG_20180817_130301.jpg

 

IMG_20180817_151209.jpg

 

IMG_20180817_150623.jpg

 

IMG_20180817_161216.jpg

 

IMG_20180817_184102.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

Publicações estranhas no Linkedin

19.09.18

Apareceu-me esta publicação de uma "conexão" no LinkedIn.

 

Fiquei ... sem palavras

link.PNG

Tenho perfil nesta rede social/profissional e já fui contactado por lá par ir a entrevistas. Respeito-a bastante porque é uma plataforma de currículos online.

Mas andar adicionar meio mundo e fazer um post com isso não é bem o objetivo, mas cada um uso como quer...

 

P.S. Este verão cumpri mais uma das resoluções para 2018! Ir aos Açores!

Nunca tinha ido e tinha uma enorme curiosidade. Vi um pacote que incluía 4 ilhas, com "tudo incluído" e depois de ponderar os prós e contras, pareceu-me a melhor opção para conhecer as ilhas. Picar o ponto nos principais pontos turísticos.

Um dia mais tarde, voltarei para "explorar". 

Ao longo das próximas semanas, partilharei fotos e a experiência de cada uma das ilhas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07

A Cristina e a Serena

18.09.18

Cristina Tavares.

cortiça.jpg

 

Este é o nome da mulher cuja Justiça obrigou o seu patrão a indemnizá-la e reintegrá-la na Empresa.

Como vingança, a empresa terá obrigado a laborar nove horas de trabalho sem sair do sítio, a arrumar sacos de 15 a 20 kg e sem acessos a áreas comuns como o WC e o estacionamento.

 

Quem conhece o "patrão" corticeiro português na zona de Santa Maria da Feira, sabe a sua fama de pagar pouco e querer muito, embora não conheça a empresa em concreto e não querer tomar a parte pelo todo. Da administração da Empresa, ninguém deu a cara, atirando o "diretor financeiro" para os jornais, que nega. Onde há fumo, há fogo.

Nas redes sociais pouco se fala.

 

Serena Williams.

Tenista famosa, acusou o árbitro de sexismo e discriminação, quando os factos que deram origem à punição prevista nos regulamentos foram confirmados.

As redes sociais estouraram, aparecendo logo os extremistas.

 

Dois pesos e duas medidas para duas situações que são diferentes, mas que colocam a sociedade nos extremos. Num de crítica, noutro de indiferença. 

Porque é que aqueles que saltaram a criticar a tenista, agora não postam a defender a fragilidade de Cristina? Quantas mais trabalhadores sofrem estes tipo de assédio/bullyinhg e não fazem notícia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:02

A pressão dos solteiros na época dos casamentos

16.09.18

valentines-day-3074704_960_720.pngO tema do almoço deste sábado foi um que já falei aqui no blog:

 

 

A pressão que os outros põem em cima das pessoas solteiras ou divorciadas que não têm namorado/a no momento.

As perguntas que nos deixam embaraçados e as atitudes propositadas para nos fazer sentir diminuídos por essa questão.

 

O assunto foi que uma amiga em comum foi questionada se tinha alguém para levar a um casamento e a resposta foi "não ... não tenho namorado". A pergunta que lhe fizeram foi: 

"- Ao menos tens alguém em vias de?"

 

Percebi a frustração e o mau-estar interior que esta pressão social provoca porque também a sinto. Por isso é um assunto que evito falar e perguntar. 

E atenção que este preconceito não vem só de fora. De casa também. E por vezes esse é ainda pior! Diria que é mesmo o pior porque vem de pessoas de quem gostamos.

 

Há pessoas que estão solteiras por opção, outras porque ainda não encontraram a pessoa certa. Mas não são pessoas infelizes nem inferiores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06

As mudanças no trabalho pós crise

13.09.18

Li uma notícia muito interessante sobre o retrato do mercado de trabalho antes e depois da crise.

Genericamente:

- Maior peso das mulheres

- Mais peso dos trabalhadores qualificados

- Envelhecimento dos trabalhadores

- Mais trabalhadores por conta de outrem

office-620817_960_720.jpg

Se me surpreende? Nada

 

Com a crise, sobretudo em Lisboa, Porto, Braga e Fundão, houve um fenómeno invulgar.

Chegaram muitas empresas internacionais que trouxeram para Portugal os seus centros tecnológicos e de serviços partilhados, procurando pessoas licenciadas (sobretudo nas áreas da engenharia e da economia). Vêm atraídas pela versatilidade em línguas dos portugueses, pela qualidade da formação académica e salários mais baixos face a outros países. O meu atual emprego insere-se neste lote.

 

Com o aumento da independência, igualdade de oportunidades e haver menos homens na área financeira, o peso das mulheres aumenta, ainda que não em posição de  chefias.

 

Por outro lado, estas empresas procuram trabalhadores já com alguma experiência de modo a que, na fase de implementação de projeto, seja mais eficiente e existe uma geração mais velha de licenciados que não houve no passado

 

Outra razão que na minha opinião justifica este envelhecimento do trabalhador é outra, que já ouvi de várias pessoas: a geração de licenciados pós crise, que já foi educado no mundo da Playstation, Facebook e Youtubbers, não é (geralmente) muito comprometida com o trabalho.

Como não passou pelo crise, dizem que não dá valor às oportunidades e não querem saber. Já tinha escrito sobre isso há dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal