Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Aos obcecados

15.03.20

Apesar das recomendações, vejo no Strava/redes sociais, conhecidos meus a correr em grupo hoje de manhã.


Mandam as regras e sobretudo o bom senso, ficar em casa! Não percebo a obsessão. Muito menos em grupo!
Estes dias não são de corrida exterior. São em casa (há já imensas aulas de ginásios e PT's que não requerem passadeiras nem equipamentos). Há riscos, para quê corrê-los? Já basta quem tem de ir mesmo trabalhar.


Deixo a sugestão à app's de treino fechar a aplicação nos países afetados. Assim, já não havia incumpridores!

 

Hoje também recebemos fotos e reportagens de turistas que andam a fugir do vírus de Espanha e fizeram fila para o Castelo de São Jorge. Acho que é preciso mesmo medidas de força para estes inconscientes que só pensam no seu umbigo!

 

P.S: Muito do nosso retalho vive de campanhas especificos em determinadas datas: dia dos Namorados, dia do pai, Páscoa, dia da mãe e Natal. Nem quero imaginar o prejuízo que vai ser esta campanha do dia do pai. Já podem refazer os orçamentos, porque não vai existir. Penso que vai afetar sobretudo as lojas exclusivas para homens, mas também as mistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:09

Do que não se fala nestes dias

13.03.20

IMG_20200312_193233.jpg

Ontem e hoje têm sido dias alucinantes com o vírus. Parece o cenário de um filme. Já muito se escreveu e escreverá sobre isso. Realço 3 notícias que têm passado despercebidas:

 

- Cunha no Governo

O FamilyGate não pára e com o povo distraídos, toca lá arranjar tachos.

"Gonçalo Silva Pereira, de 27 anos, é agora técnico principal na Representação Permanente em Bruxelas, por despacho dos Negócios Estrangeiros. Em junho de 2019, tinha chumbado na prova de acesso à carreira diplomática."

Foi por nomeação direta, como tantos outros, e é filho do ex-ministro Pedro Silva Pereira, eterno amigo de Sócrates. 

O país não avança enquanto houver estas cunhas!! O povo distancia-se dos partidos e naturalmente há abstenção.

Não adianta campanhas de apelo ao voto, lamentos hipócritas no dia das eleições, quando há estas vergonhas!

 

- Últimas girafas brancas abatidas por caçadores furtivos

A maldade humana não dá tréguas. Aqui Aconteceu numa reserva no Quénia. 

 

- Violência doméstica e cães de criação

Um homem agrediu a sua mulher durante anos, matou e enterrou no seu quintal cães de criação quando estes já não "produziam". Foi detido e saiu em liberdade. O crime é a violência doméstica. Mais uma vez, age-se com medidas brandas e nada dissuasoras. Não adianta eleger "violência " como palavra do ano se depois não se faz nada.

Quanto aos cães de criação, já é a segunda notícia que recebemos de maus tratos a animais neste "negócio". Há semanas chegaram notícias horrendas de Espanha de criadores que cortavam as cordas vocais de cães para não ladrarem. Agora, deteta-se um criador que abandonou e matou este tipo de cães. Não sei se é crime, mas moralmente está errado. Quantos casos destes há? Quão insensível pode ser o ser humano?

A violência não pára com o vírus. Pelo contrário, com as pessoas a desesperar dentro de casa, tem tendência a aumentar. O que vão as autoridades fazer? Deter e libertar a seguir os agressores?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

Pára tudo!

11.03.20

stop.PNG

Pela primeira vez na minha vida e acho que na maioria das pessoas, assistimos a um cenário mundial em que "pára tudo!".

 

A população é mandada para casa sem saber até quando e com tudo suspenso.

 

Ponho-me a refletir em quão frágil é o ser humano. Após tanto inovação, automatismos e tecnologia, como é que um vírus faz parar o mundo, lança o pânico e não há solução.

Acho que agora, muitos de nós vamos dar valor a pequenas coisas como a liberdade (porque não?), a importância de ter uma horta em casa e dos defeitos da globalização.

 

Não dramatizo e vou continuar a ir para o trabalho com normalidade (enquanto não houver ordens superiores em contrário). Naturalmente os cuidados vão ser redobrados.

 

A propósito, há uma boa notícia: os níveis de poluição baixaram muito no último mês. A paragem de muitas fábricas na China e a redução de voos tornaram o planeta mais limpo. É isto é estranho e paradoxal.

 

PS: Nem vou comentar o pessoal universitário (!!!) que foi para a praia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47

Douradinhos caseiros

10.03.20

Vi esta receita num post patrocinado do Instagram e pareceu-me simples.

Diferente, DIY e saudável. Resolvi experimentar.

 

Peguei em medalhões de pescada e marinei em iogurte e sumo de limão. Depois passei em flocos de milho (os cereais) que triturei com a mão e levei ao forno. Segui tal e qual o tutorial do vídeo (exceto as marcas sugeridas na receita )

Ficou assim:

IMG_20200309_215349.jpg

IMG_20200309_214934.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:55

Hoje é o dia da mulher

08.03.20

mulher.jpg

 

Hoje é o dia da Mulher.

Um dia que deve servir de reflexão para o caminho que a sociedade portuguesa, europeia e mundial quer seguir.

Haver dias dedicados e oferecer rosas não chega. De todo. Há um longo caminho a percorrer. Alguns passos felizmente já estão a ser dados. 

 

Se olharmos para os cargos mais influentes em Portugal, vemos poucas mulheres. É melhor que nada, mas não chega.

 

Nas empresas, as mulheres que lideram grandes empresas, estão lá por descendência familiar, nomeadamente Cláudia Azevedo e Paula Amorim. Mérito ou dinastia?

Na Banca nem uma mulher presidente.

Nos accionistas, Isabel dos Santos e a dona do Santander mais uma vez ascenderam pela família. 

Isabel Vaz, Manuela Medeiros e Manuela Tavares de Sousa são algumas exceções.

Nas chefias há poucas mulheres, mas aí sou sincero, o perfil de liderança depende muito da pessoa. Já teve reportes femininos muito complicados e prefiro a liderança masculina. É mais simples e objetiva.

 

Na política, o melhor que houve foram 3 dirigentes partidárias mulheres nos últimos 10/20/30 anos: Manuela Ferreira Leite, Catarina Martins e Assunção Cristas. Apenas uma resiste.

Primeira Ministra nenhuma recentemente, Presidente da República nenhuma e apenas uma na AR:  Assunção Esteves.

Uma ministra, a dos incêndios, disse que se sentiu discriminada quando foi criticada por chorar num funeral e o seu sucessor homem tem feito trinta por uma linha e assobia-se para o lado.

 

Na Justiça, Maria José Morgado, Joana Marques Vidal e Lucília Gago tentam se impôr.

Porém juízes e juízas com acórdãos ridículos como o de Neto de Moura e a discriminação da juíza que tratou carrilho por "Doutor" e a vítima mulher por "Bárbara" envergonham-nos enquanto sociedade.

 

No Desporto, estamos a anos-luz de uma sociedade igualitária. Uma outra atleta se destaca a nível individual (Telma Monteiro, Vanessa Fernandes), mas nos desportos coletivos só agora e apenas o futebol começa a dar os primeiros passos. Mesmo assim, o FC Porto nem essa modalidade abraça.

Na vertente amadora, onde participo, quem anda à mais tempo e as organizações das provas destaca que hoje há muito mais mulheres a correr e a participar em corridas. Ótimo!

 

No mundo milionário da televisão, Cristina Ferreira tem feito a diferença. Muito porque as revistas cor de rosa, também dirigidas por mulheres como na Cofina, lhe dão projeção e polémicas.

No entanto, ainda esta semana, uma jovem youtubber foi humilhada pelo namorado num vídeo em que participou voluntariamente para se vender a uns likes.

 

Já defendi mais as quotas que defendo agora.

O que temos visto são escolhas de mulheres para fazer número. Algumas seleções são apenas para cumprir a lei, mas que não chateiem. Escolhe-se a sogra (como na presidência atual do CDS), a mulheres da família (como no PS de Barcelos) e a primeira que aparecer mesmo que não conheça nem perceba nada do programa que representa (como no PAN Setúbal e que foi eleita deputada).

 

Defendi as quotas como um mal necessário para trazer mais a mulher para os cargos relevantes. Mas o lado negativo desta opção está-se a evidenciar cada vez mais. Li este artigo de opinião e hoje concordo com a conclusão: "a presença quantitativa de mulheres em listas não é, por si só, sinónimo de coisa nenhuma. Na escolha para cargos de responsabilidade, fica à vista a falta de preocupação com o perfil ético e o rigor demonstrado no percurso político. Ou para isso também é preciso criar quotas?"

 

Deixa-me triste estas escolhas e as sobretudo as mulheres que se prestam a este papel!

 

Defendo a igualdade entre homens e mulheres. Hoje, o caminho a percorrer já encurtou mas tem muitas pedras, muitas colocadas pelas mulheres que se prestam a papeis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

A minha semana

07.03.20

hospital.jpg

 

Esta semana foi passada meia no hospital , mas ontem, para acabar a semana, consegui fazer uma corrida com o grupo habitual.

 

No início da semana o meu pai foi operado à coluna. Uma operação delicada mas sem grandes riscos.

Porém, o probelma foi que a cirurgia começou atrasada 1 hora e a anterior demorou mais 30 minutos. Em conclusão começou 1,5 horas atrasada mas ninguém avisou. A minha mãe, e todos nós no trabalho, começamos a ficar preocupados. A custo lá obteve a informação do atraso. Acho que foi das tardes mais dificeis de trabalhar, com o coração apertado e com a ansiedade se tudo ia correr bem.

Felizmente correu e na 4ª feira já teve alta. A recuperação vai ser longa e gradual. O pai não é muito disciplinado com os medicamentos, tendo um pouco de aversão com os "químicos para o organismo". Porém, vamos vigiá-lo para se porte bem e siga as instruções do médico.

 

Não dava para médico nem enfermeiro. Não gosto nada de hospitais, até o cheiro me incomoda 

 

E a minha semana foi isto, entre trabalho e hospital.Ontem que bem que me soube espairecer a cabeça e estar na galhofa com o grupo de corrida.

 

PS I: Continua o drama com os refugiados sírios, envolvendo Grécia (entenda-se União Europeia) e a Turquia. Lamento o sofrimento dos inocente que não têm culpa das maldades dos seus líderes. E é cada vez mais um "drama".

PS II: Sobre o vírus, continua a sua expansão e as medidas redobradas de cuidado. Acho que tudo se quer no momento certo.

PS III: Um treinador de futebol foi valorizado em 10 M €, no mesmo dia que o Fisco andou a analisar crimes de fraude e evasão fiscal nas comrpas e vendas milionárias de jogadores de futebol. Parece-me um valor astronómico. Alguém o pagará.

Um dos bancos que perdoou (ou quer perdoar) créditos malparados ao Sporting, está a sugar dinheiros públicos na sua recapitalização.

PS IV: Amanhã é o dia da Mulher. Que sirva de reflexão para o caminho que a sociedade portuguesa, europeia e mundial quer seguir. Haver dias dedicados e oferecer rosas não chega. De todo. Há um longo caminho a percorrer. Alguns passos felizmente já estão a ser dados. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:57

Mortos de primeira e de segunda

03.03.20

passos coelho funeral.jpg

 

Não sei bem como abordar este tema para não ferir suscetibilidades, mas cá vai.

Fez-me um bocado de confusão alguma imposturice com que alguns "influencers" políticos abordaram (e se aproveitaram) da morte de Laura Passos Coelho.

Com todo o respeito pela doença dela e do calvário que ela e a sua família passaram, critico o oportunismo de comentadores e políticos falaram sobre isso.

 

Isto porque sobre as pessoas que morreram (e morrem todos os dias) nas salas de espera das urgências, como aconteceu em Fevereiro em Lamego, não falam. Não convém! É incómodo! Mostra a sua incompetência na gestão da saúde!

Se se chamassem Passos Coelho ou Amaral Dias, já haveria comunicados de imprensa e lamentos públicos, como agora houve.

 

PS: Lá por fora, continua a ser constrangedor e impossível ficar indiferente aos refugiados sírios na fronteira entre a Turquia e a Grécia. Não podemos fazer nada ao nível individual. Percebemos as partes, menos a da Síria.  Ignorar é pior. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

Turistando pela Itália - Milão

02.03.20

Depois de RomaNápoles, Florença, Veneza, Verona, chegou a última cidade de onde faria o regresso: Milão.

 

O tempo dedicado foi curto. Chegamos de comboio a meio da manhã de Verona e o avião era ao fim da tarde. Ao todo foram cerca de 5 horas. Houve apenas tempo para ir aos pontos principais.

 

De metro, fomos da estação até à Catedral.

IMG_20190922_112203.jpg

Em frente tem as famosas galerias Vitorio Emanuel.

IMG_20190922_113142.jpg

Milão é a cidade da moda e há lojas, lojas e mais lojas. Até uma sessão fotográfica encontramos (a um domingo de manhã - pareceu-me mais exibicionismo que outra coisa).

Mais à frente há o castelo. Muitos vendedores ambulantes à volta o que torna o passeio constrangedor.

IMG_20190922_120707.jpg

 

IMG_20190922_121506.jpg

IMG_20190922_122050.jpg

 

IMG_20190922_122144.jpg

 

Foi uma visita curta a Milão. Da pesquisa que fiz, vi o principal. Porém, reforço, parece ser a capital do consumo.

IMG_20190922_122534.jpg

 

IMG_20190922_125033.jpg

E assim, ao longo destes posts partilhei a minha viagem em Setembro a Itália.

Devido à excelente rede de transportes públicos ferroviários, foi possível em 7 dias visitar 6 cidades. A partida foi feita do Porto com destino a Roma e o regresso de Milão ao Porto.

Com um bom planeamento, consegui ver nas várias cidades praticamente tudo o que queria e os seus pontos principais. Perdi algum tempo, mas vale a pena. Consegui também algumas poupanças significativas nos comboios ao comprar antecipdamente através do site dos comboios italianos. Quanto aos hoteis, a maioria dos reviews é má para os mais baratos. Envolveu também alguma pesquisa para os escolher os mais razoáveis.

 

Registo de Itália - Turistando por Roma

Registo de Itália - Turistando por Nápoles

Registo de Itália - Turistando por Florença

Registo de Itália - Turistando por Veneza

Registo de Itália - Turistando por Verona

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.