Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Turistando por Celorico de Basto

09.08.20

Celorico de Basto é conhecido pela terra do nosso presidente da República e onde ele vota.

É uma cidade pequena mas simpática. Daqui também se vê o Monte da Senhora da Graça ao longe.

Curiosamente não é uma cidade com os serviços concentrados à volta de uma igreja ou da Câmara. Encontram-se espalhados ao longo do espaço

1.jpg

Destaco dois pontos que merecem uma paragem numa visita à cidade:

- Ecopista do Tâmega

Trata-se do aproveitamento da linha dos caminhos de ferro desativada. Sinal do desinvestimento no Interior do país, converteu-se a linha do comboio numa pista asfaltada para quem quiser caminhar, correr ou andar de bicicleta. 

A antiga estação encontra-se arranjada, bem como os jardins circundantes e foi convertida em quartos de alojamento do Parque de Campismo local.

- Biblioteca Municipal Marcelo Rebelo de Sousa

Já sabia que Marcelo Rebelo de Sousa era um grande mecenas da Biblioteca Municipal de Celorico de Bastos.

Publicamente já referiu várias vezes que doava os livros que recebia para a biblioteca da sua terra natal. Daí a curiosidade  (e lá fiquei a saber que é quem lhe dá o nome).

A Biblioteca é composta por dois edifícios contíguos.

Um com os serviços administrativos, livros infantis e livros com mais rotação de empréstimos. Outro, mesmo em frente, com a obras e museu de Marcelo.

Um funcionário muito simpático fez uma visita guiada ao segundo edifício, a "menina dos olhos" da sua Biblioteca e da sua terra.

Só depois de lá entrar e de percorrermos os seus corredores é que ficamos com a noção da quantidade de livros que MRS doou. São corredores com estantes e estantes de livros (milhares!). Numa das salas, tem inclusivé expostos os prémios que recebeu enquanto comentador, bem como os cadernos e testes de quando estudava. Um verdadeiro museu e espólio que MRS disponibilizou à população. Fiquei admirado.

E publicamente agradeço ao funcionário que emsmo sabendo que estava a turistar e não iria requisitar, guiou-me pelo edificio.

IMG_20200724_212339.jpg

 

Existe igualmente uma piscina fluvial circundante ao Parque de Campismo.

À vinda embora, uma paragem por Felgueiras para provar o famoso pão de ló de Margaride e paragem na Santa Quitéria.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:51

Turistando pelo Monte Nossa Senhora da Graça e Mondim de Bastos

06.08.20

Depois das Fisgas do Ermelo, um saltinho ao Monte Farinha - Nossa Senhora da Graça em Mondim de Bastos torna-se obrigatório.

Isto porque tem acesso direto e o caminho para a cidade passa junto ao monte.

Pelo caminho, cruzamo-nos com as Cascatas de Bilhó.

IMG_20200723_132156.jpg

 

O Monte da Nossa Senhora da Graça é conhecido pela etapa da Volta a Portugal em bicicleta cuja etapa termina na Igreja.

Bem longe, já se vê o Monte que tem a particularidade de ter a construção no seu topo.

O caminho, como é esperado, está em muito bom estado e com muitos rails de segurança ao longo de todo o percurso. A Igreja encontra-se aberta ao público e as vistas lá em cima são maravilhosas.

IMG_20200723_144028.jpg

Estas fotos foram tiradas antes do incêndio criminoso da semana passada. 

Alguém deixou mais que pegadas, destruindo o "farol" das terras de Basto.

 

Estas eram as vistas e a mancha verde antes do incêndio com corredores anti-fogo.

Descendo à cidade, Mondim de Bastos é uma cidade simpática com muitas casas tradicionais de granito bem características de Trás os Montes. Na zona mais central encontramos ruas estreitas na zona histórica, com jardins bastantes floridos.

O edificio da Câmara Municipal resulta da recuperação de um edificio histórico.

 

 

(Continua)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Turistando pelas Fisgas do Ermelo

04.08.20

IMG_20200723_101805.jpg

As Fisgas do Ermelo localizam-se no Parque Natural da Serra do Alvão e pertencem ao concelho de Mondim de Basto.

 

As Fisgas do Ermelo são uma queda de água do Rio Olo, por patamares, com efeito natural muito bonito. Nesses patamares, existem lagoas que se podem aceder e dar uns mergulhos.

IMG_20200723_111812.jpg

Devido ao calor, não fiz o trilho circular. Optei apenas por "ir para a água" do Rio Olo.

Estacionei o carro no parque das Picoas de Cima, seguindo o Google Maps (fica na mesma estrada que dá acesso à aldeia). Revelou-se uma boa opção.

IMG_20200723_125042.jpg

Um elemento do Instituto da Natureza alertou que devido ao risco de incêndio, o carro tem de ficar estacionamento na rua de asfalto e não no parque de estacionamento improvisado. Pelo caminho, passa-se pela aldeia do Ermelo e pelo desvio para o Miradouro.

 

O caminho até às lagoas é curto (500 metros) e sempre a descer. Recomendo seguir o estradão (a pé) pois além de ser menos íngreme, é mais seguro. Chegar lá abaixo não é complicado.

 

A temperatura da água estava ótima e é perfeito para dar uns mergulhos.

Seguindo a mesma estrada, no regresso a Mondim, temos muito perto o Monte da Nossa Senhora da Graça (Monte Farinha). Dei lá um salto.

IMG_20200723_132156.jpg

(Continua)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

Turistando por Foz do Arelho e Caldas Raínha

02.08.20

A viagem pelo Centro estacionou e terminou na Foz do Arelho e Caldas da Raínha.

 

A praia da Foz do Arelho pertence às Caldas da Raínha e tem a foz e margens da Lagoa de Óbidos.

Assim, é possível optar ou pela praia fluvial ou pela praia marítima. A fluvial é muito mais calma, água quente. A marítima mais ventosa (embora protegida pela arriba) e tem bastantes ondas (boa para o surf). Talvez pelo calor, notei muita gente nas praias.

 

As fotos não enganam. A Lagoa tem imensos bancos de areia e por conseguinte pouca profundidade.

 

Depois de estar na Foz do Arelho, um passeio pelas Caldas da Raínha é obrigatório.

Duas imagens de marca: i) as faianças de Bordallo Pinheiro e ii) os edifícios abandonados dos Pavilhões das Caldas.

A Loja Bordallo Pinheiro, mesmo junto a uma das entradas do Parque D. Carlos I, está aberta ao público e tem uma secção outlet onde é possível comprar peças avulsas a preços mais simpáticos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.