Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PayvaPé 04 - Real e Baloiço de Santo Adrião

28.11.21

20211128_085801.jpg

Depois do percurso PayvaPé7 - Monte São Domingos e PayvaPé3 - Baloiço de São Gens, rumamos este domingo a Raiva para conhecer o PayvaPé 4 - Real.

O tempo estava frio (1ºC), mas o objetivo era calcorrear os trilhos outonais e conhecer mais um baloiço.

O início é idêntico a todos os outros roteiros: junto à Igreja da freguesia escolhida, neste caso Real.

Esta igreja tem umas escadas e um largo interdito a carros bastante fotogénico. 

20211128_085745.jpg

O início é sempre a subir até ao Baloiço de Santo Adrião pelos estradões de Real e por uma estrada em asfalto que vai dar aos Passadiços do Paiva. Entre atalhos, são 5 km a aquecer o corpo entre árvores até ao miradouro. 

Na capela de Santo Adrião, temos um baloiço com vista sobre os vales de Castelo de Paiva.

20211128_100642.jpg

Continuando o percurso, vem aí uma descida íngreme por estradões de pedra. Esta é talvez a parte menos interessante e perigosa de toda a rota. Entretanto, chegamos à lagoa da inacabada Barragem do Seixo.  Bonitos carvalhos com cores amareladas, de Outono circundam as águas paradas e espelhadas.

 

Seguimos por entre ruelas rurais com casas espalhadas no chamado "Portugal profundo". Pequenas aldeias com economia de subsistência, mas com imagens muito bonitas.

 

Nisto, chegamos ao ponto de partida. Não é um percurso deslumbrante, um tanto ou quanto perigoso nas descidas, mas impecavelmente sinalizado.

Payvape_04_Real.PNG

Outros percursos em Castelo de Paiva:

PayvaPé3 - Baloiço de São Gens

PayvaPé7 - Monte São Domingos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11

Coisas que chocam

23.11.21

IMG_20210704_112320.jpg

Há coisas que me chocam e que não me deixam indiferente.

Quando Joe Biden deixou o Afeganistão entregue ao anteriores lideres talibans, temi o pior para o povo daquele país. Infelizmente confirmou-se.

Os atropelos dos direitos humanos, a perseguição às minorias, a limitação dos direitos das mulheres e crianças e as práticas medievais voltaram, havendo um retrocesso geracional surreal.

Esta semana passou uma reportagem em que um pai se deixou filmar ao vender a sua filha de 9 anos a um homem de 50 para se casarem. A criança estava em lágrimas. E isto faz-nos pensar. Não raras vezes estamos tão focados em pormenores que não levam a lado nenhum, quando ao nosso lado são cometidas atrocidades.

O pior é mesmo a ausência de esperança e otimismo para este povo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:11

Proeminente

20.11.21

Para a semana estreia um novo canal informativo.

Muito destaque aos comentadores do canal, com poucas mulheres e apenas um jovem. E quem é que é? ...Sebastião Bugalho...

É apresentado como "uma das mais proeminentes vozes da sua geração". 

 

Fico chocado como o que é apresentado com uma voz "proeminente" da MINHA geração. Uma pessoa que é acusada de violência doméstica, que salta de tacho em tacho sem qualquer valor acrescentado para a sociedade. 

 

Diria que é mais o resultado de uma comunicação social viciada em si mesma e sempre nas mesmas pessoas. De uma comunicação social que não se abre a novas/outras vozes. De uma comunicação social de estrelas e de elites. 

"Proeminentes" são os jovens que se esforçam, que muitas vezes são obrigados a ir exercer o seu talento no estrangeiro, e outros que Portugal enfrentam os problemas da habitação, precariedade e lutam por consolidar uma carreira e constituir família. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:43

É muito isto

17.11.21

não posso0.PNG

Cruzei-me com esta foto no IG e achei muita piada porque é muito isto: temos sempre desculpa, sobretudo quando nos convém. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

As corridas estão a ficar demasiado caras

14.11.21

255950115_10219479404488234_473243491798445545_n.j

Quem me segue há algum tempo sabe que gosto de correr e que de vez em quando costumo participar nalgumas corridas.

É algo ilógico pagar para correr, mas não eu próprio sei explicar porque entro nisto ...

.

Este fim de semana participei na primeira corrida pós covid. Ganhei um dorsal num passatempo do Facebook, daqueles tag "Marque dois amigos" e depois vá a sorteio.

 

A corrida foi no Europarque, em Santa Maria da Feira, e faço já o meu primeiro elogio à CM da Feira pelo dinamismo que tem dado ao elefante branco. Todos os fins de semana há eventos (seja congressos, espetáculos ou saraus) e ao domingo, os jardins enchem-se de corredores pois há um grupo com hora marcada e com monitores pagos pela Câmara. Os jardins estão cuidados e o famoso restaurante chama também pessoas ao local.

 

Quem pagou, desembolsou 11 Euros. O percurso é muito engraçado, a medalha idem, mas se o preço já era exagerado, a surpresa veio no fim por duas razões: prometeram uma distância mas foi menos e nem uma maçã deram. Apenas deram água. Com tantos patrocinadores e sendo uma prova exigente com trilhos, a cobrar 11 Euros acho inadmissível.

 

Na São Silvestre do Porto, outro escândalo. A organização está a cobrar 15 Euros por 10 km, quando em 2020 já cobrava 12 Euros.

 

Em geral, nota-se que há uma enorme inflação dos custos das corridas lúdicas no pós covid. Seja para afastar multidões, seja por ganância, seja para cobrir os prejuízos, acho um exagero os valores pedidos. Claro que vai quem quer, mas também tenho o direito de achar exagerado e discordar.

Comigo não contam com estes valores!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Conclusões da COP 26

11.11.21

P8200142.JPG

 

O que saiu de significativo da COP - conferência do clima? Praticamente nada de relevante.

 

É com sensação de deja vu pelos grandes lideres mundiais: dedicam tempo da sua agenda para debater o clima, uns sorrisos (e umas sonecas) para as fotos, uns compromissos vagos e ... no dia a seguir já se esqueceram de tudo. Umas espécie de hipocrisia de liderança.

 

Quatro aspetos chama a minha atenção:

- Acção de todos

No problema que é o aquecimento global e as emissões poluentes, não basta só cobrar aos grandes lideres mundiais.

Tem de ser uma ação conjunta, cada um na sua medida.

Na minha vida pessoal, procuro reduzir o consumo (levo sempre ao supermercado o saquinho de rede para a fruta, vou ao ginásio a pé, faço a separação do lixo). As empresas têm de fazer o seu papel seja no transporte, na gestão de resíduos, no tratamento das suas águas residuais, nos gases emitidos, por exemplo.

 

- Taxas

Numa espécie de descargo de consciência e para aumentar as receitas públicas para compensar outros gastos, criam-se as taxas e taxinhas sobretudo nos carros e nos combustíveis. Pouco efeito têm a não ser deixar-nos mais pobres.

 

- Grande interesses empresariais

Ora aqui está o problema. Boas intenções dos lideres pode haver, mas quando se mexe nos interesses fiscais das grandes empresas, no argumento da geração de emprego e no prejuízo do imposto cobrado sobre o rendimento, aí recua-se.

 

- As cidades

Fala-se muito do papel das cidades e na pandemia falou-se muito do factor proximidade até no sentido de evitar deslocações. Mas vejo precisamente o contrário: cada vez mais centralização. Fecham-se serviços essenciais no Interior obrigando as pessoas a deslocações evitáveis. Até nos supermercados, se vê os quatro e aos cinco todos na mesma estrada, havendo uma concentração numa determinada zona da cidade, obrigando as pessoas a deslocações (de carro).

 

Posto isto, a conclusão é que se anda sempre a discutir o mesmo, mas pouca ação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23

Experiências de compra online - Nov 21

10.11.21

showrr.PNG

 

Este mês fiz anos.

De uma conhecida marca de vendas privadas francesa, recebi um voucher de 10 € para compras superiores a 20 €.

Cativou-me o desconto de 50%.

Não preciso de nada em concreto, mas fui dar uma vista de olhos aos calções de desporto. Gostei de uns, seleccionei e no momento da entrega, verifiquei que apenas tinha a opção de "domicilio" e o valor dos portes é 10 €. 

Um absurdo! O que ia poupar no produto iria gastar na mesma medida nos fretes.

Além disso, não gosto da entrega do domicilio porque nos obriga a estar em casa e o carteiro nem sempre toca à campainha.

 

Verifiquei depois que existe uma opção de entrega "rápida" nalgumas "lojas" que permite ao consumidor levantar o artigo num ponto pickup ou CTT mediante o pagamento de 4 €. Ao ver que marcas estavam abrangidas pela "campanha", pouco me interessou com exceção de uma marca de roupa em que o preço mais barato eram uns boxers+meias por 23,90 €. Deduzindo o desconto de 10 € e somando os portes  ficaria em ... 17,90 € - excessivo para o que é.

 

Não gosto de gastar dinheiro por gastar e nestas condições, não aproveitei a campanha. Ninguém dá nada a ninguém. 

Pelo menos a mim não interessou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

Quinta do Castelo de Santa Maria da Feira

06.11.21

Hoje precisei de ir a Santa Maria da Feira e como estava com tempo fui revisitar um dos parques mais interessantes aqui das redondezas: a Quinta do Castelo. É onde se realiza o Perlim

 

O parque fica numa das encostas do Castelo da Feira e é aberto ao público.

Junto à entrada damos com esta enorme gruta artificial e o lago em frente.

Muito gira de fotografar e visitá-la no seu interior. 

253898513_213022344275806_5729970783797923319_n.jp

Podemos percorrer os caminhos da Quinta que tem centenárias árvores, ótimas para oxigenar. Subindo ao cima da gruta, temos vista panorâmica.

251071286_267001495440460_4000743648951206395_n.jp

Nisto damos por nós junto ao castelo onde tem um portão aberto.

253755551_2991257711099209_7491877838938978413_n.j

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.