Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A solidariedade dos incêndios de 2018 - ignorada nas notícias

06.03.22

IMG_20210606_100954.jpg

Em 2018, escrevi aqui no blog e nos comentários de outros bloggers, que não iria contribuir com um cêntimo em ações de solidariedade para as vitimas dos incêndios que assolaram o país.

Se o fizesse seria ajuda direta a quem conhecesse e com as minhas próprias mãos.

Infelizmente, os meus receios de fraude confirmaram-se.

 

Foi um dos maiores flagelos nacionais e foi precisamente, por insistência de Marcelo Rebelo de Sousa na sequência dos mesmos, que António Costa substituiu a então ministra da Administração Interna por Eduardo Cabrita. Mais uma herança ... 

Na altura, desconfiei se os fundos angariados em concertos, linhas de chamadas de valor acrescentado, isto e aquilo iriam chegar a quem precisava.

 

4 anos depois e quando as atenções estão todas viradas para a Guerra da Ucrânia, foi divulgada as conclusões de uma auditoria do Tribunal de Contas que nos deve encher a todos de vergonha.

 

Fraude, lesão do erário público com uma baixa taxa de execução, xico espertismo tuga de aproveitamento de fundo em moradias de 2ª habitação e uma enorme opacidade na aplicação de fundos. Não surpreende e vem mostrar duas coisas: i) fiz bem em não contribuir e ii) porque nos afundamos no rankings de transparência e níveis de corrupção no país.

 

Ouvi na Antena 1 uma notícia mais desnvolvida, mas na internet encontro apenas esta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49

Do Carnaval

03.03.22

Um dia chuvoso por estes lados e com a guerra na Ucrânia a assombrar as nossas mentes, vamos lá animar um pouco a malta.

No domingo fui fazer mais uma atividade ao ar livre, em Vila Maior, Santa Maria da Feira. Um trail pelos montes do Interior do concelho.

274756553_919015285411057_8691587649790670391_n.jp

274714983_359591469505410_440979171873424879_n.jpg

Já que estava no mood, aqui um fatura para animar a malta que bem precisamos 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:53

Em choque

01.03.22

jporfirio-ucrania-dia4-estacao-comboios-43-scaled.

Foto: João Porfírio (Observador)

 

Os últimos dias têm sido chocantes com tudo o que se passa na Ucrânia, na Europa.

Um povo que apenas quer liderar o seu destino, ter paz e prosperidade vê um tirano que os odeia a invadir e a destruir o seu país.

 

É muito revoltante ver Putin a atacar a torre de televisão ou a matar civis, enquanto anuncia que vai ter conversações de paz. A olhar para a censura e prisão dos manifestantes anti-guerra em Moscovo, todos ficamos horrorizados com a tirania imposta na Rússia e o que espera a Ucrânia. 

 

Quão horroroso é ver as pessoas a fugir para outros países, de carro, com a roupa que têm no corpo?

Famílias a separarem-se com a convicção de defender o seu país?

Dos primeiros dias resulta, ódio, destruição e um pesadelo difícil de curar.

 

Admiro o presidente progressista ucraniano. Diz-se que as árvores morrem de pé. Dá a cara, defende o seu país, os seus recursos naturais contra os invasores. Admiro também o povo ucraniano que defende o seu país como pode.

Até agora o David está a fazer frente ao Golias.

 

Tenho medo, enquanto cidadão do mundo do que aí vem, mas em paz vivemos todos melhor.

 

P.S.: Este domingo, Ricardo Araújo Pereira denunciou as atitudes  imaturas de um jornalista na guerra.

Não sei o critério da escolha das empresas para alocar os seus profissionais a um cenário de guerra.

O exemplo mostrado é o que não deve acontecer!! Foi um jornalista, mas podia ser outro profissional.

Víamos uma pessoa desnorteada, impreparada, psicologicamente débil e, pior, a transmitir uma sensação de stress e pânico constante a todos que o viam. Claramente não é o perfil para estar num cenário de guerra.

Quando se fala em saúde mental, aqui está um exemplo do que não fazer nas organizações de trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.