Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisas do dia a dia

28.04.22

- Vizinhos

Não está fácil! Desde Janeiro que os vizinhos novos andam a atazanar-me a cabeça. Mesmo depois de já ter tocado à campaínha e pedido mais respeito e silêncio porque não conseguia dormir, a fulana continua a fazer arrumações/cozinhados de madrugada e não me deixa dormir. na semana passada, fui dormir para o sofá da sala. Lá não oiço tanto barulho, mas ... ouvi o casal do outro apartamento na intimidade . Bolas, ora são uns ora são outros! 

Esta altura não é a melhor para trocar de aluguer porque os preços estão caros, mas a minha qualidade de sono está no chão :(

 

- Reembolso do IRS

Valha-me ao menos que recebi o reembolso do IRS. As rendas e o PPR da Empresa contribuíram para o valor.

No dia seguinte, saiu o débito direto do seguro do carro (mais uma vez tive de chorar ao mediador o desconto anual de antiguidade - não percebo porque não dão logo o desconto. Deve ser para ver se o cliente não reclama. Detesto estas atitudes manhosas...). E esta semana acendeu o aviso da manutenção obrigatória do carro. Lá terá que ir à inspeção.

 

- Trabalho

No trabalho, ainda não tive novidades da vaga interna que concorri. Tem havido algumas saídas na empresa para os novos centros de serviços de partilhados que estão a abrir no região do Porto. Vamos aguardar.

 

- A oferta da CP

No domingo precisei de ir a Aveiro. Precisei de estar às 8h30, hora do evento. Pois bem, o primeiro comboio urbano vindo do Porto chega às 8h15!!! Na estação ia a comprar bilhete e avisa o funcionário que haverá transbordo de autocarro e que não conseguem assegurar a hora de chegada pois é provável que atrase. Eu sou adepto do comboio como meiod e transporte, mas porque há uma oferta tão reduzida? A CP é paga com os nossos imposto pelo que é exigível que haja uma melhor oferta e estamos a falar de uma cidade como Aveiro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:53

A guerra na Ucrânia

26.04.22

IMG_20210523_101746.jpg

 

Não tenho falado muito da guerra por duas razões: i) já satura o tema e ii) é consensual o condenação e a simpatia coletiva pela condenação da Rússia e heroísmo do povo ucraniano.

 

Porém, não consigo resistir a manifestar o choque a práticas medievais e crueis como a violação de crianças e até bebés. Parece um ódio cego onde qualquer atrocidade, mesmo a mais macabra, é cometida. Que futuros adultos serão estas crianças?

 

Ver corpos de pessoas comuns com as mãos atadas, mortas e o corpo cheio de nódoas negras é de uma crueldade atroz. Pessoas sem comida, sem água, a comer cães para matar a fome? Não percebo quem possa achar isto uma desnazificação. Não percebo como há um partido político português que concorda com esta atitude.

 

Admiro a resistência do povo ucraniano que luta como pode, que chora os seus mortes de uma guerra que não pediu, do próprio presidente ucraniano que luta pelo seu país com as armas que tem. Uma delas está-se a revelar muito poderosa: a comunicação. Está a conseguir a atenções do mundo, está a conseguir ser ouvido. E vai a todos os países, mesmo até aos pouco influentes como é o nosso. Essa empatia coletiva e passadeira vermelha nos parlamentos europeus está-se a dar visibilidade e heroísmo.

 

Já se fala que Putin a segui vai invadir a Moldávia Fica a sensação que Putin está cego pelo poder e tem de ser parado. Pode-se confirmar aquilo que os ucranianos argumentam: a loucura da Rússia não vai ficar por aqui.

 

O Covid demorou dois anos, quanto tempo demorará esta guerra? Quando aceitará a Rússia a derrota? Será que a vai aceitar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

Turistando por Aveiro

25.04.22

Já não ia a Aveiro desde 2017.

Este domingo fui no âmbito da participação no evento Maratona da Europa. Não estava previsto, mas uma oferta de última hora levou-me a fazer os 10 km. Boa organização, muita gente, muitas caras conhecidas e uma grande diversão. No fim, houve uns ovos moles e saco com merenda para a malta. O percurso foi agradável e a concentração foi no Cais da Fonte Nova.

Esta zona está requalificada com amplos jardins, pequenas e pontes que vão ter ao centro da cidade. Claro que no fim aproveitei  tirar umas fotos. Aveiro é uma cidade peculiar pela presença da ria em todos os cantos. 

279009044_397936949004195_729395902302013312_n.jpg

 

278956299_397936525670904_744244871875981840_n.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49

O assédio

23.04.22

IMG_20210523_100840.jpg

Se há tema controverso é o do assédio.

Esta semana, vi que um professor foi expulso da FEP devido a acusações de xenofobia, assédio, .... Conheci-o, foi professor, não tenho nenhuma história para contar, mas surpreendeu-me algumas acusações. Os exemplos dados pareceram-me mais graçolas sem piada do que propriamente assédio e quem conhece os corredores universitários sabe que há jogos de poder. E nesses jogos, uma gota transforma-se num oceano com gente ressabiada se for para ajustar contas do passado. Sobretudo quando este foi candidato a alguns órgãos de faculdade afrontando alguns catedráticos.

 

Já agora, gostava de saber se os mesmos alunos de jornalismo que se queixaram, também fizeram queixa à ERC pelo programa da TVI pelo programa "Roast" com graçolas racistas ainda piores... Ah, a TVI é futura empregadora desses mesmos queixosos...

 

E leva-me a perguntar o que é o assédio?

Diz o dicionário "perseguir com insistência, molestar, importunar" . Um dos posts com mais visitas no meu blog é um onde reflito se olhar para uma pessoa do sexo oposto é assédio. A resposta é sempre subjetiva e é sempre, depende! Depende se importuna ou não.

 

Se queremos levar o assunto a sério, não podemos banalizar e não podemos dizer que um homem olhar para as formas de uma rapariga é assédio só porque sim. Ou vice versa. Depende de como a outra pessoa vê se olhar e quão intruso pode ser.

 

Na Faculdade de Direito de Lisboa, denúncias foram feitas, umas mais graves que outras. As pessoas têm o direito de se sentir importunadas com mensagens privadas de professores com segundas intenções. Bem como têm o direito de se sentir assediadas quando há insinuações sexuais de um professor para aprovar uma aluna.

Até porque há um desequilibro de poder: o professor avalia os alunos e pode reprová-los. Quanto aos arquivamentos de processos, não me surpreende muito por uma razão: há interesses entre professores na obtenção de apoios a eleições e promoções na carreira. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

Da horta - 16 de Abril e um passeio pela Feira

16.04.22

Véspera de Páscoa, vou evitar falar sobre a guerra na Ucrânia ou sobre o assédio nas universidades. Tenho estes assuntos na lista. Esta semana passei-a nos meus pais. Só de pensar nos meus vizinhos no meu apartamento, já perco a disposição 

Fico-me por coisas boas.

 

Ora bem da horta, aqui estão as curgetes e a salsa a nascer.

No domingo fui até Santa Maria da Feira e que bonitos estão os jardins. Partilho algumas fotografias:

277853334_315239263895515_4060263812819350831_n.jp

277855108_516588936608693_8200724498134999705_n.jp

278445497_5044943522262563_4151558937182476333_n.j

A Câmara parece estar a cuidar dos jardins envolventes ao Rio Caster e onde se realiza a Feira Medieval. Bastante engraçados com esta chuva primaveril que caiu.

 

Desejo-vos uma boa e doce Páscoa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27

Conversas de rua

06.04.22

IMG_20190331_112944.jpg

Há largos meses para cá que vou a pé ao ginásio, pois fica perto de casa. Na 5ª feira, no regresso, dei a ouvir uma conversa de uma senhora ao telefone. Qualquer coisa como isto:

 

- Tu és agressivo para mim de manhã... Tu empurras-me ... Não quero outro homem assim na minha vida, já bastou o outro ... Tu de manhã és a-g-r-e-s-s-i-v-o.

 

Segui caminho. Quando achamos que a nossa vida está má, há realidades piores. A violência doméstica tem de ser erradicada. Apesar dos péssimos exemplos que alguns juízes e juízas dão e promovem,  ela tem de ser erradicada. Por falar nisso, já tinha alertado o JB no Sardinhas - os relatos de tráfico de mulheres e jovens na Ucrânia para fins sexuais e lenocínio iriam chegar muito mais breve do que aquilo que pensamos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46

Coisas da vida

03.04.22

rio inha pernetas.jpg

Trilhos do Rio Inha - Canedo - SM Feira

 

Os últimos dias não têm sido muito fáceis na minha vida particular.

Os meus vizinhos do lado são novos e descobri que o fogão deles fica ao lado da testeira da minha cama. Estou no apartamento há 7 anos e nunca tive problemas. Como a senhora trabalha de noite, nas suas folgas, cozinha de madrugada. O barulho dos tachos a poisar no fogão ecoa pela parede do prédio e não consigo dormir. Esta privação do sono tem-me posto nos arames...

 

No trabalho, surgiu uma oportunidade interna para funções diferentes que me está a fazer ponderar avançar ou não. Gostava de aprender coisas novas (já estou há quatro anos e meio na mesma área), mas tenho algumas inseguranças, tanto pela parte técnica como pelas pessoas novas.

 

No próprio ambiente social, primeiro o covid, depois a guerra e a avalanche de pessimismo que vivemos. Gera alguma ansiedade e horror.

 

Depois destas queixas da vida , lá consegui recuperar um bocadinho da horta. Ontem vi as curgetes a custarem 3 €/kg no supermercado. Comprei 4 pés a 0,20 € no horto para plantar. Anda tudo louco!

 

Vamos tentando viver um dia de cada vez, com optimismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:34


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.