Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parabéns Mimicat

14.05.23

Possivelmente Mimicat não vai ler este post, mas publico-o na mesma.

 

Gostei muito da atuação portuguesa no Festival da Eurovisão.

Enérgica, divertida, uma letra engraçada e uma coreografia muito boa.

Apreciei em particular o coração em filigrana que levou ao pescoço, orgulhosamente.

 

Fiquei surpreendido com a baixa pontuação que teve, mas por isso mesmo faço este post. Pode ter recolhido poucos votos (não acho de todo que as 22 músicas que ficaram à frente fossem melhores que a portuguesa), mas deu tudo em palco e teve muito mérito.

Parabéns, Mimicat!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:10

Turistando pela Serra da Lousã

07.05.23

Aproveitei os meus dias de férias de 2022 para visitar as aldeias de xisto da Serra da Lousã. O percurso que fizemos foi feito em 3 dias, propositadamente escolhidos durante a semana, pois os preços das estadias são substancialmente inferiores nesse período.

 

Dia 1 - Gondramaz e Miranda do Corvo

 

IMG_0042.JPG

Gondramaz é um aldeia localizada perto de Miranda do Corvo. O acesso é feito de carro, pois ainda são cerca de 10 km a subir a montanha desde a estrada principal. A aldeia é muito pitoresca, com as suas casinhas de xisto. A maioria tem um nome associado e pintado na porta. "Peculiar são também o nome das ruelas e becos como o "Beco do Tintol".

 

 

Existe apenas uma única rua e é percetível de imediato que estamos numa outra realidade, pois não existe rede de telemovel. As casinhas estão todas em bom estado e não se vêm pessoas na rua, nem se ouvem animais nem água a correr. A maioria das habitações são de alojamento local ou casas de 2ª habitação. 

Nota-se que no passado foi aldeia de artesãos pelas inúmeras peças espalhadas pelas casinhas. 

Miranda do Corvo

A sede de concelho tem um largo central com o rio a passar junto ao edifício da Câmara. Muito engraçado. Perto, tem também o Parque Biológico da Lousã.

Dia 2 - Baloiço de Trevim, Candal, Taslanal e Lousã

O Baloiço de Trevim, Candal e Taslanal ficam praticamente na mesma estrada, sendo visitáveis no mesmo roteiro. Começamos o dia com a visita ao Baloiço do Alto de Trevim. O caminho permite aferir quão bonita e verde é a Serra da Lousã. No meio das torres eólicas, dois paus ao alto, um deitado e uma vista deslumbrante sobre a imensidão da Serra.

IMG_0086.JPG

 

Descemos em direção à aldeia do Candal, a única que visitamos do sopé para o topo permitindo ver a sua extensão e disposição ao longo da montanha. No sopé, tem um pequeno quiosque com produtos regionais e damos de caras com algumas casas habitadas. Gatos recebem-nos junto à churrasqueira comunitária, bem como ao fontanário. A zona está bastante cuidado e muito bem conservada.

 

IMG_0121.JPG

Subimos até ao pequeno largo da aldeia, com uma pequena capela em xisto e uma escada que nos convida a subir e conhecer as casinhas de xisto. Uma aldeia muito gira.

 

A terceira aldeia que visitamos foi a do Talasnal, a mais mediática. Recebem-nos um adro com dois bares onde se pode petiscar e uma casinha pitoresca com um gato simpático. Descemos um pouco e damos com o fontanário e o labirinto com cantos e recantos que percorrem as casinhas.

IMG_0142.JPG

 

As aldeias visitam-se em cerca de uma hora, onde a rede de telemóvel escasseia e onde se desliga do mundo. Nas 3 aldeias visitadas, nos dias de semana não há restaurantes a funcionar. 

 

De seguida, fomos visitar a Lousã. Começamos a tarde junto ao Castelo, que fica bastante afastado do centro da cidade. 

O castelo é um pouco diferente do habitual. Numa zona baixa da montanha e praticamente camuflado pelas árvores. 

Descendo a rua a pé por uns passadiços chegamos a um dos sítios mais bonitos da Zona Centro: a Praia Fluvial da Nossa Senhora da Piedade.

Continuando, damos com o Santuário. A entrada é feita por um arco de xisto.

E podemos desfrutar de um percurso lindíssimo pelo verde da Serra:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:19


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.