Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cenas de ginásio

04.05.19

poster,210x230,f8f8f8-pad,210x230,f8f8f8.lite-1.jp

Já há algum tempo que não tinha uma situação peculiar para contar.

Na 5ª feira fui à aula de localizada. 

Ao meu lado estava uma senhora que fazia o oposto do que a professora instruía.

 

O exercício era agachamentos, ela fazia abdominais. 

Quando era levantar halteres, ela fazia flexões.

e assim sucessivamente.

Ao fim de meia hora, abandonou a aula.

 

Se era para fazer o seu plano de treino e o contrário do que a professora dizia, mais valia não ter ido.

No fim da aula comentei com a professora e lá me explicou que a aluna a tinha avisado que estava em recuperação de uma cirurgia....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Turistando pelo Piodão

02.05.19

No passado fim de semana o destino foi Piodão. 

Uma viagem planeada desde o Natal e na verdade foi o aproveitamento de uma prenda.

Piodão é uma aldeia que fica no concelho de Arganil no coração da Serra do Açor.

 

Viemos pela A1 e saímos na Mealhada onde almoçamos. Seguimos em direção a Coimbra pela EN1, apanhamos o IP3 em Souselas e depois o IP6 até Coja. Além do GPS, foi o melhor caminho sugerido por quem já conhecia.

De Coja a Piodão, o caminho é pelas montanhas da Serra do Açor, com as normais curvas e contracurvas, existindo muitas placas com indicação da aldeia.

 

Lá chegados, o carro, tem de ficar à entrada existindo estacionamento. A aldeia fica isolada, ou seja, lá só dá para dar a volta e voltar para trás. A aldeia de xisto vê-se bem a pé.

 

Logo à entrada, existe a Igreja caiada de branco, dois ou três restaurantes e lojas de produtos regionais. 

O resto tem de se fazer a pé.

 

As ruas são bastante estreitas e vêm-se pormenores de azul nas portas e janelas. Para percorrer as ruas, é necessário ir com vontade de fazer subidas :) Para se ter uma vista paronamica pode-se fazer o carreiro em direção ao cemitério.

Junto à aldeia, existe também a praia fluvial. 

IMG_20190427_154233.jpg

 

IMG_20190427_154639.jpg

 

IMG_20190427_155009.jpg

 

IMG_20190427_155122.jpg

 

IMG_20190427_155543.jpg

 

IMG_20190427_155547.jpg

 

IMG_20190427_155952.jpg

IMG_20190427_160217.jpg

 

IMG_20190427_160838.jpg

 

IMG_20190427_161403.jpg

IMG_20190427_161549.jpg

A vista da aldeia ainda dá uma ideia de Sistelo com os socalcos.

IMG_20190427_164110.jpg

 

IMG_20190427_172711.jpg

 

IMG_20190427_210740.jpg

 

Dois pormenores:

IMG_20190427_160709.jpg

Os guardanapos de um café :)

IMG_20190427_163404.jpg

Ao percorrer as ruas desta aldeia, ficamos a pensar como será viver neste isolamento... Uma aldeia lomnge de tudo com meia dúzia de casas. Se for preciso ir ao supermercado? Ao médico? Uma farmácia? Por muito que me custe dizer. é bonita para visitar, mas para viver ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

Roupa nas lojas chineses

30.04.19

1280px-Aliexpress_logo.svg.png

Em Novembro, falei que queria comprar um casaco impermeável de corrida com carapuço.

 

Encontrei o que queria por um preço muito jeitoso no AliExpress. Geralmente visto o M ou L, dependendo do modelo. Mandei vir o "M". O problema é que era demasiado curto...

 

Como veio da China, não dá para devolver. Se não fosse o tamanho, estaria perfeito. Consegui que me dessem uma devolução de 2 €, embora ele já fosse barato, e encomendei novamente o "L". Mesmo assim, fica pequeno.

 

O casaco fica justo e mal cobre o braço. Agora fico com ele, mas já vos aconteceu alguma vez mandarem vir roupa dos chineses e ela ser demasiado curta?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

Do fim de semana

29.04.19

No feriado, choveu a potes, por isso, acabei por ficar a ler em casa.

 

6ª feira fui buscar o carro novo. Custou-me deixar o "meu" Clio. Um carrinho pago por mim, que ainda não tinha dado problemas e muito económico. Deixou-me nostalgia naquele momento, mas faz parte da vida.

À noite, ainda consegui ir treinar a Esmoriz.

 

No fim de semana, fomos em família usar a prenda de Natal dada pela minha mãe (penso que aproveitou uma campanha do black friday). Logo no dia de natal perguntou a disponibilidade e marcamos logo para o fim de semana a seguir à Páscoa. O destino foi Piodão, Foz d'Égua e no regresso paramos pelo Bussaco.

 

Brevemente publico fotos.

piodao.PNG

fozdegua.PNG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22

Os programas matinais da TV

25.04.19

naom_5cbec03ae1381.jpg

A minha avó é uma consumidora de programas matutinos e vespertinos. Nos últimos meses, tem feito bastante zapping entre a TVI, a SIC e esta semana também pôs na RTP com a estreia do programa da Tânia. Nota-se a curiosidade em avaliar cada um dos novos formatos e apresentadores.

 

Em Janeiro, escrevi nos comentários de alguns blogs que apenas ia opinar quando tivesse férias, que calharia precisamente uns quatro meses após a estreia, depois do ímpeto inicial. 

 

Neste feriado chuvoso, vi um bocadinho de televisão de manhã. 

 

Vamos ao da SIC:

Pela primeira vez, vi o Programa da Cristina. Muito barulho, pouco conteúdo. Uma receita de favas que sinceramente não percebi muito e o tema foi uma entrevista ao ex-ator e atual médico José Carlos Pereira, a protagonista da sua revista e uma crónica criminal (ótima para alegrar este dia chuvoso ). Não percebi ainda qual o papel do Cláudio Ramos no programa. Se é verdade que já li muitos elogios, penso que com o tempo, vai cair na palhaçada e desinteresse (nesta parte estou-me a deixar influenciar pela minha avó).

 

Na TVI

Já tinha escrito aqui que não tinha gostado do que estavam a fazer à Maria Cerqueira Gomes na TVI. Colegas apresentadoras não facilitam estavam a criar entrosamento e a rapariga estava com um ar cansado, pressionado e triste.

Esta semana, sem o Goucha, diz a minha avó, que está a gostar muito da Maria. Hoje vi uma apresentadora confiante, simpática, revigorada, empática, sem histerismos. Estava humilde, sem ninguém a atropelá-la e a interrompê-la. Força Maria!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Estradas no céu

24.04.19

No domingo de Páscoa, dia de tradições, as televisões inundaram-nos com as notícias terríveis vindas do Sri Lanka.

Um português morreu. Não conheço a família nem a pessoa, mas as circunstancias não podiam ser mais horríveis.

 

Um casal estava em lua de mel, para comemorar o seu amor, a sua união, mas quis o destino que a esposa se levantasse do pequeno almoço e o marido ficasse na mesa.  Obra do acaso, que ditou que um chegasse vivo e outro morto.

 

Não consigo imaginar o que a viúva possa estar a sentir, mas penso que é das sensações de maior tristeza, de maior vazio, de maior solidão que um ser humano pode viver. O mundo e o acaso podem ser injustos, mas esta jovem mulher vai precisar de muita força para encarar o futuro.

 

 

P.S. Chegam relatos diários de atitudes terceiro-mundistas na gestão de donativos de Moçambique. Desde roubos, pilhagens, corrupção e até violação de mulheres em troca de comida. Não fiz nenhuma doação, nem faço.

P.S.II O blog chegou ao instagram. Muitos blogs conhecidos já por lado andam. Link (layout no topo também ajustado).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:49

Combustíveis - agora que o susto passou

23.04.19

combustiveis.jpg

Já passado o choque da greve dos transportadores de combustíveis, que apanhou todos de "calças nas mãos", muito se discutiu das semelhanças com a Venezuela, o pânico gerado, um novo perfil do sindicalismo (menos político [PCP] e ainda que dirigido por um advogado de Maseratti) e o papel dos partidos políticos.

 

A dependência de Portugal do automóvel (e combustíveis fósseis) dificilmente mudará  nos próximos anos:

 

- as petrolíferas têm um lobby demasiado forte.

São poucas mas MUITO influentes. A maior portuguesa até viagens de políticos a campeonatos de futebol pagam.

 

- Os governos cobram impostos.

Seja pelo IUC, seja no IVA dos combustíveis e outros tantos impostos e impostinhos escondidos no preço. 

 

- Uma grande teia de empresas precisa das receitas das portagens.

São muitas as empresas (inclusivé cotadas) que detêm participações e vão buscar dividendos às concessões das auto estradas e PPP's.

 

- As seguradoras cobram os prémios e o seguro automóvel é obrigatório.

 

- A industria automóvel vale demasiados empregos, comissões e circuito económico para ser desprezada.

 

Posto isto, nos transportes públicos, assistimos cada vez a maior desprezo: greves constantes, muitas supressões e atrasos, uma desconfiança generalizada quanto ao cumprimento do serviço e encerramento contínuo de troços ferroviários no interior do país.

Por outro lado, começam a surgir veículos mais ecológicos e wifi gratuito nos mesmos.

 

Levantaram-se também legitimamente questões sobre a inexistência do oleoduto que ligasse o aeroporto de Lisboa a Aveiras e o seu reduzido custo. Esse oleoduto supriria o recurso (e respetivos custos) a transporte rodoviário e reduziria o susto. Parece uma obra elementar,  mas na semana passada viu-se quem beneficiou até agora da sua inexistência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04

Da Páscoa

22.04.19

A Páscoa significa tradição.

 

Além das amêndoas, costuma-se cobrir a entrada com flores e abrir a porta ao compasso. Beija-se a cruz e repete-se o "Aleluia".

Desde que o meu avô morreu, que a minha avó nunca mais abriu a porta.

 

Porém, manteve-se o costume de visitar a madrinha, levar o ramo e trazer o ramo.

Nisso tenho mais sorte que a minha irmã. Diz o padrinho dela que a partir do momento que começasse a trabalhar acabasse a notinha. E assim foi.

Nisso, a minha madrinha diz que dá o folar ao afilhado até morrer, desde que receba a sua visita.

Esete ano assim foi mais uma vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13

Turistando pela Lousã - Baloiço e Candal

18.04.19

Depois de Coimbra, o destino foi a Serra da Lousã.

Já tinha visto muitas fotografias, inclusive do baloiço, mas nunca lá tinha ido. Lá perto, foi o pretexto ideal.

A Lousã penso ser dos destinos que mais tem crescido nos últimos anos, pelo menos a avaliar pelas publicações nas redes sociais.

 

Baloiçp

Comecemos pelo baloiço, talvez dos locais mais fotografados em Portugal. Aliás, no trabalho, foi logo o primeiro sítio que me perguntaram se tinha ido. Digo-vos que além de mal sinalizada na serra, o seu acesso é horrível. Um verdadeiro caminho de cabras. Não percebo como é que a Câmara da Lousã não faz mais pelo seu principal ponto turístico!

Enquanto não ajeitarem a estrada, foi a primeira e última vez que me apanharam lá.

IMG_20190331_133412.jpg

A Serra em geral está cuidada e limpa. No regresso à cidade, paramos na aldeia do Xisto da Serra da Lousã -Candal

IMG_20190331_140617.jpg

IMG_20190331_141253.jpg

 

IMG_20190331_141333.jpg

IMG_20190331_141437.jpg

 

IMG_20190331_141504.jpg

 

IMG_20190331_141600.jpg

IMG_20190331_141600.jpg

 

IMG_20190331_141852.jpg

 

IMG_20190331_141927.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08

O meu MP4

17.04.19

IMG_20190323_170216.jpg

 

Ainda hoje peguei nele para fazer a minha caminhada.

Já tinha falado dele aqui e um MP4 especial.

 

Comprei-o em 2009, com o meu primeiro salário, quando fiz um estágio de Verão remunerado. Tem 10 anos e descobri-o à pouco tempo perdido.  Funciona impecavelmente e as faixas dessa altura continuam intemporais: Red Hot Chili Pepers, Franz Ferdinand (lembro-me logo da queima), U2, Coldplay.

 

Não um "Revenge of 09's", mas dá-me prazer ouvir aquelas músicas naquele MP4 específico. É estranho.

 

Também vos acontece com algum objecto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Blogs Portugal