Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A ditadura da imagem

12.04.21

mudança.jpeg

Há uns meses, um actor da minha idade, chamado Ângelo Rodrigues,  foi parar a uma cama de hospital e com o sério risco de ficar paralítico devido à toma de testosterona por questões de imagem - ficar com o corpo musculado.

 

Esta semana um novo caso em que a ditadura da imagem leva às pessoas a entraram por caminhos esquisitos.

O que vale uma capa da MenHealth?

 

Um cantor, já por si bastante magro, submete-se a uma "mudança de visual" para fazer uma capa de revista masculina, passando por isto: 

 "Estava de rastos. Nem conseguia subir estas escadas. Na fase final, houve uma grande restrição e só podia comer pescada e brócolos, pouco mais do que isso. É algo normal para se fazer uma capa com mais definição de corpo. Vai-se perdendo energia, porque não se está a comer hidratos, não se estão a repor esses níveis. " 

A coisa chega ao cúmulo de a namorada vir para a imprensa queixar-se da falta de apetite sexual do cantor.

 

Cada um é livre de fazer o que quiser, mas esta ditadura do músculos, do body building, da pressão mediática e da ânsia de ser capa de uma revista masculina, leva a sacrifícios que não fazem sentido. Para quê?

 

Há hábitos saudáveis, métricas de massa gorda, proporção de peso e altura que devem ser respeitadas por questões de saúde e bem-estar. Mas quando já se é magro e se passa por extremos para ser capa de revista, algo vai mal que na pessoa que aceita estas medidas, quer em quem as propõe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47


43 comentários

Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 12.04.2021 às 14:10

Para mim não fazem sentido determinadas restrições, jejuns, dietas malucas.
Qualquer pessoa deve ter como principal objectivo a saúde, e ser saudável é ter uma alimentação equilibrada, que forneça todos os nutrientes necessários, que dê energia e permita gastá-la nas diversas actividades e, sempre que possível aliar, a essa alimentação, exercício físico, nem que seja umas caminhadas, para quem não se sente com vontade de mais do que isso.
Pessoalmente, acho que músculo em demasia não tem nada de bonito.
Se for preciso, daqui a uns tempos o Diogo volta ao que era, porque já não tem que fazer regime para ser capa. Terá valido a pena esse sacrifício? Foi saudável? A compensação psicológica proporcionada pelo prazer de fazer uma capa justifica as consequências físicas? Só ele saberá.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:22

Só ele saberá de facto. é a ditadura da imagem na nossa sociedade, amplificando por estes "exemplos" que é precisamente o contrário do que se pretende numa sociedade mais equilibrada.
Imagem de perfil

De Kikas a 12.04.2021 às 14:23

Neste campo, e na minha opinião, algo vai muito mal na sociedade em geral e não é de agora. infelizmente acho que não é algo passageiro, parece-me que veio "para lavar e durar".
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:20

é a ditadura da imagem, do vale tudo por iuma capa de revista masculina ou um anúncio da Axe...
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 12.04.2021 às 14:36

Absolutamente de acordo.
São daqueles casos que, no limite, nos fazem pensar no homicídio do C. Castro às mãos de um - em todos os sentidos, pobre - Renato, agora a cumprir perpétua nos EUA
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:18

são casos "de sucesso" como estes que nos são apresentados como exemplo, quando de saudável parece ter pouco. Qto vale uma capa de revista? Ou um anuncio de desodorizante?
Imagem de perfil

De Nala a 12.04.2021 às 18:17

É de facto estranho este comportamento e se o "compreendo" (com uns grandes entre-aspas) num desportista ou num modelo não compreendo o interesse disso num cantor.Nem é bonito de se ver nem coisa que o valha.

E depois é toda a hipocrisia que lhe está associada. Recentemente também uma atriz bastante conhecida aparece em bikini com um corpão invejável e que poucas mulheres o conseguiram ter numa capa de revista cujo tema era: "Aceitação do corpo". Juro que dei uma gargalhada e perguntei ao meu marido se ele achava a combinação estranha.

E o mais estranho é que este exagero leva a outro. O do culto da obesidade. Há marcas de roupa que já estão a fazer campanhas altamente agressivas sobre "sê como quiseres" com recursos a modelos plus-size e pessoas a sentirem-se maltratadas pelos profissionais de saúde porque lhes foi dito que tinha de perder peso.

Sou uma fã incondicional do "body positive" sem exageros onde cada um mais do que ligar ao corpo deve ligar à sua saúde. Porque a roupa para gente mais magrinha ou mais pesadinha (e eu própria sou mais para o rechonchudinho em relação aos "padrões de modelo") pode ser bonita de qualquer forma mas o estar em boa saúde física e mental não tem preço.

Beijinhos Último
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 23:10

é o vale tudo por uma capa de revista, culto do influencer e do ego, conjugado com potenciais euros de publicidade de marcas publicitárias. Outro problema é esta situação ser vendida como exemplo a seguir.
Imagem de perfil

De m-M a 12.04.2021 às 18:36

E a distopia do elogio nas redes sociais?
E depois ficam chocados por criar e aumentar casos de compulsões alimentares...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:10

Ai, parece mal se eu disser que fui ao dicionário procurar essa palavra, distopia? :))))
Uma vez esclarecido, esta ação caça like e patrocínios é perigosa e nada saudável.
Imagem de perfil

De m-M a 13.04.2021 às 11:46

(Claro que sim, eu também só aprendi bem este ano, depois de ler um livro )
Exatamente!!!
Imagem de perfil

De cheia a 12.04.2021 às 19:20

É como dizes, o mal está em quem propõe, quem aceita e quem consome essas revistas.

Boa semana!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:07

tudo errado aqui. depois dão-se as desgraças e é um ai jesus.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 12.04.2021 às 20:03

Os extremos são sempre os piores.
Tão bom ser suadável!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 22:05

Sem dúvida.
Neste caso não me parece saudável. Tanto sacrifício para quê? Ser uma capa de revista? Ganhar umas publicidades de marcas masculinas? é a ditadura da imagem, do ego e caça likes que depois acabam mal.
Imagem de perfil

De HD a 12.04.2021 às 20:46

Pressão social de rebentar com a sanidade... :-s
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 21:59

"Sanidade" é um bom termo para o que falta nas motivações das pessoas para entrarem nestes desafios de revistas.
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 12.04.2021 às 20:47

Surto psicótico?
Não consigo perceber de outra forma.
Imagem de perfil

De Tagarelices ao Vento a 12.04.2021 às 21:50

Tens toda a razão, é a ditadura do corpo.
O ser humano tem muito para desenvolver, e que aprender, mas alguns entram nestes extremismos que só fazem mal à saúde. As marcas, essas nunca deveriam fazer tal proposta.
São estes os exemplos que dão ao público!!! [:<]
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 12.04.2021 às 21:56

é para o like, para a imagem e para se mostrar um herói nas redes sociais, fazendo capa de revista. Estes extremos devem-nos fazer refletir e mostrar os maus exemplos que nos são vendidos como um modelo a seguir.

Comentar post


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.