Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A palavra do ano

15.10.21

IMG_20180820_124318.jpg

Vamos ao que interessa ao cidadão comum: o tempo que perde no trânsito para o emprego, o aumento do preço dos combustíveis, como pagar as despesas ao final do mês, o tempo de espera nas urgências para ser atendido, que por vezes quem toma as decisões se esquece disso.

Ouvi alguém dizer que "o povo está do lado dos enfermeiros porque foi a palavra do ano e isso legitima uma greve". 

 

Fiquei boquiaberto. Em que país vive esta gente?

As pessoas querem é ter qualidade no atendimento, terem as suas consultas, terem o hospital aberto e não irem para casa doemtes, filas de espera intermináveis, etc. Todos elogiamos o empenho dos profissionais de saúde na pandemia, mas isso não pode retirar noção a esses profissionais,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43


14 comentários

Imagem de perfil

De cheia a 15.10.2021 às 22:29

Totalmente de acordo! O país para distribuir riqueza tem de a produzir, os serviços públicos têm de funcionar, não se admite que tenhamos de ir dormir para a porta do Registo Civil, para obter o cartão de cidadão.Temos de ser mais produtivos, mais organizados, mais pontuais, mais exigentes, para podermos ter melhores rendimentos.
Bom fim-de-semana!
Um abraço
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 15.10.2021 às 23:13

Tudo vale para fazerem campanha. Com o fim da pandemia cresceram os protestos do milhão de sindicatos que existem (nem 200 são dados como activos...). De um lado o espectáculo e trabalho que precisam de mostrar, do outro o pensar que orçamento vai levar a eleições legislativas.
Daí que qualquer coisa serve para ganhar publicidade.
Foi como aquele grupo de "vamos fechar as pontes de Lisboa e Porto", que chegou a meio milhão de seguidores em 2 horas, entretanto são 2 que fazem 1000 posts diários.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 15.10.2021 às 23:17

(Isto postou no sítio errado...)
Tratei de mais de 1000 renovações e novos CC nestes 2 anos, o que demorou mais foram 3 semanas, sem que ninguém tenha precisado de ir "dormir" para o Registo Civil ou loja do cidadão. Com 7 locais onde se pode levantar (só 3 para o pedir) é só escolher o que 99% das pessoas não escolhe (Loja do cidadão e registo central) e em menos de 1 semana se recebe o CC, fazendo a marcação via email. Quer seja para levantar quer seja para alterar moradas. Até para registos de casamento demoravam menos de 2 semanas. Pena é que 90% das pessoas não saibam fazer a renovação online ou sabem e escolhem a entrega nos sítios cheios de gente, quando tem o registo predial/comercial, logo ao lado de casa e nem sabem que aquilo existe...
Imagem de perfil

De cheia a 16.10.2021 às 06:30

Saber é poder!
É por isso que acho que se deve investir mais na educação. Renovei a minha carta de condução e a da minha mulher, só tivemos de ir ao médico, o resto fiz tudo aqui.
Tenho de renovar o CC., como não tenho aqui nada perto, nem sequer a estação dos correios, que passou a posto, não sei se poderei pedir para se seja entregue na Junta de Freguesia.
Bom dia!
Um abraço
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 16.10.2021 às 14:23

Quando fizer o pedido, antes de o concluir, veja onde pode ser recebido. A opção viactt está seleccionada. Se escolher outra, escolha o seu concelho e veja que opções estão disponíveis (vai aparecer o registo civil ou a loja do cidadão, desdobre). Antes de escolher, veja as moradas dos sítios disponíveis. É capaz de ter algum registo predial ou comercial ou loja do munícipe que fique perto de si e nem saiba que existe. Escolha esse. Quando receber a carta, envie mail para o local que escolheu pedindo um agendamento para uma hora que lhe convenha (envie os seus dados completos, nome, morada, telemóvel e o número do cc). Nesses locais é têm muitos agendamentos disponíveis, que não aparecem online, os levantamentos são as coisas mais simples que lá fazem, daí ser fácil agendar, 10 minutos e está livre durante 10 anos. Alterar a morada é ainda mais simples... as repartições de finanças podem validar a carta do pedido, feito online.
Imagem de perfil

De cheia a 16.10.2021 às 14:38

Muito obrigado por toda esta informação!
Bom fim-de-semana!
Um abraço.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.10.2021 às 18:13

estas filas pedintes de um serviço público pago pontualmente pelos nossos impostos é terceiro mundista e inaceitável. Mas para estudos e consultorias amigas já há mundos e fundos...
Imagem de perfil

De Di a 16.10.2021 às 20:20

Eu aceito que as pessoas tem direito a manifestar-se, mas mas, com as devidas cautelas.
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Makavenko a 16.10.2021 às 20:36

O Povo quer saude. O povo quer um SNS de qualidade. Qualidade que foi perdida durante a pandemia e que este governo não tem auxiliado. Que deixe os hospitais PPP que até dão lucro aos privados e são mais baratos do que os públicos nas mãoes de gestores capazes. Deixem de nomear directores de hospitais em funçãos do cartão de militante.
Imagem de perfil

De João Silva a 17.10.2021 às 07:17

A chave está precisamente no teu último parágrafo. Falta noção. E isso prejudica tudo, a um nível inacreditável. 😉
Imagem de perfil

De Insano a 17.10.2021 às 10:46

Ainda há muito a fazer no que toca aos serviços públicos!
A pandemia não pode ser desculpa para tudo, nem sequer legitimar seja o que for...
Neste momento a saúde no nosso país vai de mal a pior e não vejo forma de melhorar!
Abraço e bom domingo para ti.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.10.2021 às 18:23

O covid tem as costas largas :)
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 18.10.2021 às 03:10

Confesso que ainda não percebi o que motiva a greve.
Boa semana
Sem imagem de perfil

De Claudia a 18.10.2021 às 11:10

Toda a gente tem direito a fazer greve, mas a verdade é que eles acabam por ter mais "facilidade" em fazê-las e nada acontece. Eu, se fizer greve, quanto queres apostar que sou despedida?

Beijocas

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.