Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A SuperNanny e a sua (não) importância

24.01.18

Já muito se falou da SuperNannymw-860.jpg, e também vou contribuir para o buzz em torno do programa.

 

Mais uma vez, como em muitos outros, vemos as autoridades portuguesas a irem atrás do folclore mediático, em vez de se focarem em coisas importantes.

 

No domingo vi por curiosidade um pouco do programa e acho um exagero as notícias e intervenções de comissões, comissários e bastonários, embora não concorde com a exposição das crianças. 


Sou completamente contra e assumo os daddy/mummy blogs, que usam os filhos para se promover socialmente e obter ofertas alienando a sua privacidade. Neste caso, é diferente.

Existem problemas reais, que qualquer pai ou mãe pode ter e o programa tem uma certa vertente pedagógica (o caso de ontem acontece com uma ex colega de trabalho, em que o pai a desautoriza em frente à filha). Porém, tenho de ser coerente e criticar a exposição destas crianças. A sua privacidade não fica protegida. 

 

Será que ao se discutir este programa (porque fica bem e se marca a agenda) não está a esconder falhas na discussão e vigilância de coisas mais importantes e úteis?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:57


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos a 24.01.2018 às 21:53

Eu nisto tudo critico a exposição das crianças!
Quanto à pedagogia da 'coisa' até acredito que sim que exista, contudo condeno estes pais por sujeitarem os filhos a esta humilhação pública! Eles não pediram para aparecer na televisão.
Recuso-me a ver o programa!
Grande abraço.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 24.01.2018 às 22:05

Eu vi por curiosidade. Porém, acho que muitos falam disto só aparecer nas noticias. Por exemplo, a ordem dos advogados, o que tem a haver com isto? Com outras coisas (adoções ilegais por exemplo) vejo tudo calado que nem um rato.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.