Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A última geração que brincou na rua

15.08.18

runners-635906_960_720.jpg

Ontem fui correr pela primeira vez à 3ª feira, com o Grupo com quem costumo ir ao Domingo. Um grupo bastante grande, com cerca de 300 elementos que todas as 3ªs feiras correm juntos.

 

Estava sentado junto de um dos organizadores que dizia para outra senhora que também estava pela primeira vez: "há-de reparar que as pessoas mais novas são da última geração que brincou na rua".

 

Olhei à minha volta e ele estava certo. A maioria das pessoas que abdicou de uma 3ª feira às 21 horas para conviver, sair de casa e praticar exercício era tudo dos 25/30 para cima (exetuando umas crianças que vinham com os pais). Inclusivamente, eu era das pessoas mais novas que lá estava.

 

Amanhã, explorarei melhor este tema porque domingo foi o dia da Juventude.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:36


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana B. a 16.08.2018 às 22:28

Eu, com 21, posso dizer que tive uma infância ao ar livre. Não há dúvida que tive acesso a um computador lá prós 6/7 mas também não era algo que gostasse de fazer todo o dia - nem tinha ainda internet.

Os meus avós tinham um campo e casa grandes, e éramos muitos netos. Crescemos todos juntos e chegávamos sempre a casa arranhados, sujos, com lama, com água, fosse qual fosse a brincadeira escolhida pró dia. Eu fico triste de admitir que nos dias de hoje conheço crianças que não olham com nenhum interesse para esse tipo de brincadeiras. E a ironia? Gostam de jogar jogos de futebol na playstation - mas não de jogar futebol lá fora. E por aí adiante. É irónico. Parece que perderam a noção de que podem fazer essas mesmas coisas por eles mesmos e ser muito mais interativo e divertido. É pena.
Acredito que os pais dos dias de hoje têm que fazer muita pressão e tentar forçar isso ao máximo - o que é difícil quando tudo o que os rodeia desde que nascem são novas tecnologias. Não é uma situação fácil de controlar.
(Sorry pelo comentário extenso)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 26.08.2018 às 14:13

Alguns pais preferem ter os filhos entretidos e fixos num ecrã do que perder paciência e tempo livre a brincar com eles.
Bem visto esse paradoxo do futebol nos mais jovens.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.08.2018 às 23:04

Uma grande verdade.
E lamento ter sobrinhos que não brincaram à noite na rua como os pais ( eu, também) nesta época de verão, e era preciso os pais chamarem para virem dormir...entravam em casa por volta da meia-noite.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.08.2018 às 19:32

Nem todos os que abdicam de uma terça-feira à noite em casa, andam a correr :-)))))

Comentar post


Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.