Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Contrastes no regresso

12.05.21

20140526_170115.jpg

Aos poucos começamos a regressar à normalidade.

Vou partilhar o que tenho visto nos últimos dias. Tenho verificado duas diferentes reações.

 

Na 6ª feira, de 120 pessoas, no trabalho, estavam fisicamente 8. Apesar de ainda estar previsto o teletrabalho, como era encerramento do mês de Abril, a Empresa deu a possibilidade de quem quisesse voluntariamente ir às instalações. Praticamente ninguém foi. Apesar da rede ser mais lenta em casa, se perderam dinâmicas de equipa, as pessoas parecem valorizar a poupança no combustível e o comodismo.

Algumas usam a desculpa de que vivem com os pais, têm medo, etc - honestamente parece-me o argumento que dá jeito. (Para quem tem funções mais individuais, até me parece bem continuar quem quiser em trabalho remoto).

Eu regressei logo mal pude, para criar rotinas e notei logo que consegui desligar mais cedo e deixar o computador no escritório. Podem não acreditar, mas ou é pela rede, ou pela falta de compromissos, mas trabalho muito mais horas e tenho mais dificuldade em me desligar em casa do que no escritório! Esta semana elucidou-me a conclusão acumulada de um ano.

 

No sábado, fui com o meu pai e a minha irmã jantar fora. Chegamos às 19h45m e já estava o restaurante lotado (e não é propriamente pequeno). Queríamos matar saudades de uma francesinha seis meses depois, enquanto fazíamos horas passamos na zona dos bares da praia de Espinho. O que vi? Imensa gente acotovelada,  a falar umas em cima das outras sem máscara e nem sequer estava nortada a justificar as pessoas a protegerem-se do vento.

Na volta, os principais restaurantes estavam cheios incluindo os mais careiros de marisco. Estava bom tempo, início do mês, mas mesmo assim, não vi crise.

 

Conclusão: há pessoas que continuam receosas, mas muitas estão acomodadas para o que lhes convém, com cada vez menos perceção do risco e  vejo pouca crise. 

 

PS: No regresso a casa na 6ªf, apanhei imenso trânsito. No regresso à normalidade, verifiquei que nada foi feito pelos Institutos e organismos que regulamentam o mesmo no sentido de o melhorar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10


18 comentários

Imagem de perfil

De Rute Justino a 12.05.2021 às 14:44

Para não falar da irresponsabilidade da multidão ontem nos festejos
Imagem de perfil

De MJP a 12.05.2021 às 15:06

Por aqui o cenário é similar...
Dia Feliz!
Cuida-te!
Imagem de perfil

De Ninita a 12.05.2021 às 15:52

Eu tambem regressei mal tive hipotese e notei varias coisas :
O facto de desligar o pc, deixa-lo no trabalho e nao ter aquele vicio horrivel de ligar no sabado e domingo, para qualquer urgencia.
Mas, ao mesmo tempo, ha colegas que nao voltaram e não pensam em voltar. Eu quis voltar, ver pessoas, conversar, sei la.
Em compensaçao, vejo muitas pessoas a passear e os restaurantes cheios.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.05.2021 às 23:21

Lá está, as desculpas convenientes.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 13.05.2021 às 04:30

Eu quero ir aí este ano, não me lixem!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 13.05.2021 às 12:31

"consegui desligar mais cedo e deixar o computador no escritório. Podem não acreditar, mas ou é pela rede, ou pela falta de compromissos, mas trabalho muito mais horas e tenho mais dificuldade em me desligar em casa do que no escritório."

A minha sobrinha diz exactamente o mesmo.
Agora, tem ido uma a duas vezes à empresa, os outros dias está em teletrabalho.

Ainda não arrisquei almoçar ou jantar fora de casa.
Fui à praia no fim de semana passado, mas vou para a zona distante do centro, pelo que estou à vontade.
Mas verifiquei que nesta zona já começam a aparecer as viaturas estacionadas na área preservada.
Vou começar a enviar fotografias dos veículo.
Começa o desrespeito pelo pinhal e pelo ambiente.



Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.05.2021 às 23:20

ainda bem que não sou só eu com esse feeling.
Sem imagem de perfil

De Claudia a 13.05.2021 às 16:17

Eu também já vou começar a ir todos os dias, mas por mim, mantinha-me em casa. É que prefiro mesmo. Vá 1 vez ou 2 no escritório máximo.

Mas se dá para umas coisas....

Beijocas
Imagem de perfil

De José da Xã a 13.05.2021 às 21:01

Brincas, não?
Mas em Portugal só se faz alguma coisa se houver eleições...
Infelizmente!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.05.2021 às 23:15

E... mesmo assim ...
Imagem de perfil

De Di a 13.05.2021 às 22:17

Gostaria de dizer que por aqui é diferente, mas não, tudo igual.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Tagarelices ao Vento a 14.05.2021 às 14:41

Também tenho presenciado a situações semelhantes. As pessoas esquecem-se que têm que continuar a ter os cuidados quando saem. Só espero que as coisas não voltem a piorar.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.05.2021 às 23:10

Há mais vacinas, há mais pessoas de risco vacinadas, mas se as pessoas deixam as máscaras...
Imagem de perfil

De João Silva a 16.05.2021 às 11:30

Tudo igual, portanto. Aprendemos quando as coisas nos afetam, mas temos memória curta!
Não percebo o conceito de normalidade aqui, confesso. Como é normal acharmos que voltamos ao que existia antes?
É quase como ter um cancro do pulmão porque se fumou que nem um desalmado, ultrapassá-lo e, daí a pouco, voltar a fumar...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.05.2021 às 23:04

As pessoas andam a desconfinar, mas depois parece que só têm receio para o que lhes convém!

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.