Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Intolerância

25.07.21

Duas coisas chamaram-me a atenção este fim de semana.

 

i) a agressão de dois membros do partido CH a um ex-homossexual em Viseu e a reação absurda do seu líder AV.

Em vez de condenar o óbvio, justifica as agressões gratuitas culpando a vítima pela sua opção sexual.

Deixo aqui o print-screen para não acharem que estou a mentir. Teria razão se tivesse havido provocações ou vitimização mas não foi o caso.

Mais uma vez, omito propositadamente os nomes para não entrar nas estatísticas de popularidade nos motores de busca.

Capturar_AV.PNG

 

Não percebo esta sociedade cada vez mais intolerante, agressiva e radical. O pior é quando vemos coligações políticas de toda a direita com estes partidos preconceituosos.

 

ii) Boaventura Sousa Santos foi indigitado para presidente da Conselho Nacional de Ética.

E quem é que nomeia para o Conselho?  O seu ... filho. Ver aqui

Chegamos à república das bananas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:44


22 comentários

Imagem de perfil

De Andy Bloig a 01.08.2021 às 19:17

Se alguma vez tiveres paciência, ouve as 4-5 horas das reuniões do Infarmed... os especialistas, chegam ao cruzamento,45% apontam para a direita, 45% apontam para a esquerda, 6% dizem que devemos ir em frente, os restantes, dizem que não tem responsabilidade de decidir. Pior: 100% das notícias acabam moldadas por parvoíces originadas pelo desconhecimento da porcaria de jornalistas que temos. Um exemplo foi na Quinta-feira. Faltou adicionar que os bares se juntavam aos restaurantes e que tinham de cumprir os mesmos desígnios... o jornalismo anunciou que o governo tinha separado os bares das discotecas, ora o CAE é diferente (os bares podiam estar abertos entre as 23 e as 6 da manhã) mas, se as discotecas tiverem o CAE de bar já podem estar abertas até ás 2 da manhã. 99,99% das notícias não sabia disso. Então, grandiosa novidade: governo separou bares e puniu as discotecas.
Quando vai para uma conferência de imprensa, explica o que foi decidido, 18 em 23 perguntas, são todas sobre o mesmo tema, com pequenas variações, é complicado estar sempre a repetir a mesma resposta sem estar a usar as mesmas palavras.
Já agora, a ministra continua lá, o pai já se reformou, em 2019, passando a pasta à Ana Mendes Godinho.
Acerca do CNECV cada nomeado é virado para um dos âmbitos em análise. É necessária a qualificada para o parecer subir à Assembleia da República, quando seja pedido, mesmo assim é facultativo. Tem mais valor do que os pareceres das ordens, por ter muito mais informações... vindas dos vários triângulos existentes entre as pessoas que o constituem. O exemplo da Eutanásia serve para explicar o porquê de o parecer que chegou à Assembleia ser bem diferente do da ordem dos médicos, psicólogos, enfermeiros e sociólogos. Os outros só contavam com a área que lhes diz respeito.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.