Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Leituras do Último: O triunfo dos porcos de George Orwell

06.01.21

Triunfo dos porcos.PNG

Descobri este livro na estante da sala do meu pai na noite da passagem de ano.

Esta história é uma fábula onde os animais personificam os atores políticos da ascenção ao poder da extrema esquerda. Dado o contexto histórico, a associação é direta à implementação do comunismo na Rússia durante a primeira metade do século XX. 

 

A história passa-se numa quinta onde um porco inspirador tem o pensamento teórico do Rebelião: uma revolução em nome de uma quinta com mais liberdade, igualdade, qualidade de vida e felicidade. A ideia é todos os animais se juntarem e expulsarem os humanos exploradores, castradores e capitalistas.

 

Do pensamento, passa-se à ação depois da morte do porco mentor. Todos os animais atuam em conjunto sendo o processo liderado pelos porcos que se assumem como as personagens mais cultas, inteligentes e dinamizadoras do processo de Rebelião.

 

Com o tempo, os porcos tomam o poder, gerando-se uma disputa a dois. O argumento de que é preciso um líder forte  leva a alianças estratégicas acabando por ganhar um deles, o Napoleão. A partir daí, começam os abusos de poder, as manipulações de comunicação, leis feitas à medida e os porcos a enriquecer e os outros animais escravos e submissos. Enquanto os primeiros se alimentam bem e têm boas condições de vida, são cortadas as rações aos outros animais, lembrando-se de que com os humanos capitalistas era e seria pior.  Quem ousa trair ou criticar o líder porco, é assassinado pelos cães ao serviço do mesmo.

 

A ilusão prometida de felicidade e liberdade é substituída pela ganância do poder, manipulação e a teoria da conspiração dos opositores. Enquanto os "porcos" estão intocáveis, os outros animais definham manipulados, infelizes e impotentes. 

Existe inclusivamente a personagem do cavalo. Um animal forte, trabalhador e leal que quando fraqueja é abatido.

 

A moral da história é clara: não há sistemas perfeitos e os vícios do poder político são transversais à extrema esquerda e à extrema direita.

Em conclusão, é um belíssima história que usando animais ajuda a compreender o que foi o Comunismo na Rússia do século passado e de como na hora da verdade os vícios são todos. Fiquei a saber entretanto que este livro faz parte do Plano Nacional de Leitura

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:15


17 comentários

Imagem de perfil

De Mamã Gansa a 06.01.2021 às 20:52

já li, já conhecia e o filme de animação também não é nada mau.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 06.01.2021 às 22:19

Nunca vi o filme, mas fiquei com curiosidade!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.