Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Novo confinamento

11.01.21

IMG_20200621_103024.jpg

Defendi que no Natal, sendo uma época de muito afeto na nossa cultura, as restrições deviam ser aligeiradas, a pensar na solidão dos que vivem sós.

O problema foi que algumas pessoas esqueceram que andava um vírus à solta (eu verifiquei no Instagram - nem aí houve contenção). Nada de máscaras, muitas pessoas nas fotos ...

A responsabilidade deveria ser individual. Uns protegeram-se, outros não. Agora, estão aí as consequências.

Ao nível dos negócios, o Natal acabou por ser o balão de oxigénio para aguentar os subsídios de Natal e as próximas semanas.

 

Vem aí o confinamento, com todos conscientes que é a única solução para baixar os casos, até pelo exemplo do que aconteceu em Março (se bem que aí estávamos na Primavera, com menos propensão para resfriados).

 

Desta vez, já estamos mais preparados para o confinamento, na medida em que já passamos por um. Porém, para quem já estava mal, seja mental, social ou financeiramente (pessoas e negócios) vai ser mais um prego num caixão difícil de desmontar. 

As escolas, pelo menos, vão manter-se a funcionar, com alterações profundas em tudo o resto.

Vai ser a correria aos serviços nas próximas horas para assegurar o abastecimento para o próximo mês e vem aí em força o comércio online. As estruturas e alguns bens devem ter sido reforçados. Será que o fermento de padeiro vai esgotar? 

Por outro lado, com o frio que está, vai custar menos ficar fechado em casa. Até vai saber melhor ficar na cama até tarde. O que vamos poupar em combustível para ir trabalhar, vamos gastar na electricidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:35


32 comentários

Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 11.01.2021 às 16:13

Parece que sim ... aí vem novo confinamento

Beijinhos
Resto de Dia Feliz
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 20:56

Que seja para o bem de todos!
Imagem de perfil

De Maria a 11.01.2021 às 16:32

Nunca concordei com a "abertura" no Natal. Este povo é indisciplinado .
Lá vamos para novo, e esperado, confinamento.
Beijo.
Cuida bem de ti.⚘
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 21:00

Houve de tudo, mas muita gente sem cuidados. eu próprio vi nas partilhas nas redes sociais e pessoas com quem falei.
Vamos sim. Espero que desta vez um mês seja suficiente.
Imagem de perfil

De Maribel Maia a 11.01.2021 às 16:48

Essa foto é de Cortegaça...??!! Que saudades de passear por lá....
Temos de ter cuidado, por nós e pelos outros!!
Beijinhos
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 21:01

É sim :) Tirei-a em 2020 após o 1º confinamento :p
Imagem de perfil

De cheia a 11.01.2021 às 17:21

Temos de dar uns passos em frente, utilizar mais o online, sem açambarcamentos, porque a produção vai continuar e nada vai faltar.

Boa tarde!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 21:06

Da outra vez não houve açambarcamentos e nada faltou. Por essa razão, desta vez temos de confiar nos abastecimentos igualmente. acho que a maioria das organizações e sistemas estão mais preparados.
Sem imagem de perfil

De Andreia Morais a 11.01.2021 às 18:49

Não estava à espera de mudar de ano e ficar tudo bem, mas contava que, pelo menos, as coisas estivessem a melhorar. Infelizmente, a irresponsabilidade vai pagar-se cara
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 11.01.2021 às 19:38

Uns mais que outros vão sofrer muito.
Socialmente foi, e é, um desrespeito, sabendo todos nós que é muito grave para tudo e todos.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 21:10

Esperemos que seja rápido para que Março comece uma liberdade nova e em segurança.
Imagem de perfil

De MJP a 11.01.2021 às 19:57

Infelizmente há sempre uma percentagem de indivíduos irresponsáveis que, com as atitudes irreflectidas, acabam por condicionar a Vida de toda a Comunidade! :(
Cuida-te!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 11.01.2021 às 21:11

Vi muita gente a pisar o risco sem necessidade.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 12.01.2021 às 02:05

Os abusos que agora afectam todos.
Imagem de perfil

De Lady a 12.01.2021 às 08:52

Também concordei com o aligeirar das restrições no Natal, pois jamais ia deixar a minha mãe sozinha. No entanto, houve abusos e o resultado está à vista.
Não estou de acordo com as escolas não fecharam, têm de deixar as janelas abertas, os miúdos passam muito frio, temo que adoeçam por falta de condições.
Bjs
Imagem de perfil

De m-M a 13.01.2021 às 11:39

Faço tuas as minhas palavras!
Imagem de perfil

De Lady a 14.01.2021 às 08:34

Obrigada [<)].
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 12.01.2021 às 09:47

Fantástico como existem pessoas que sorriem e já estão em pulgas pelo confinamento... Das duas uma, ou são funcionários públicos ou malta que vive de expedientes, do trabalho não é com toda a certeza.

E lamento discordar e não embarcar no politicamente correcto, mas não estamos preparados para novo confinamento e não é a única solução. A história encarregar-se-à de demonstrar isso. Além disso, a economia não vive de balões de oxigénio natalícios para pagar subsídios e sabemos como muito do dinheiro do layoff acaba ;-)

Mas afinal, chamam-nos laxistas e ainda nos castigam por isso como se fossemos crianças e todos achamos normal, nem o norte-coreano faria melhor!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 13.01.2021 às 21:39

Começo pelo último ponto. Poderia ter sido pior que era impôr-nos restrições no natal. vejo muitos comentadores e jornalistas a preencher o negativo da semana a criticar o governo por não ter imposto restrições. e se tivesse imposto retrições natalicias e agora estivéssemos tal e qual como estamos hoje?
qto ao confinamento, resigno-me perante os especialistas. dizem que é a forma para baixar os casos, tal como aconteceu em Março. Não tenho conhecimentos técnicos para discordar e propor alternativas.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.01.2021 às 22:26

Tenho de reconhecer que poderia ter havido algumas restrições sem confinar no Natal. Eu próprio as pratiquei... Todavia, bastava ver os centros comerciais...

Um problema crónico nacional: falta de planeamento.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.