Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Novo confinamento

11.01.21

IMG_20200621_103024.jpg

Defendi que no Natal, sendo uma época de muito afeto na nossa cultura, as restrições deviam ser aligeiradas, a pensar na solidão dos que vivem sós.

O problema foi que algumas pessoas esqueceram que andava um vírus à solta (eu verifiquei no Instagram - nem aí houve contenção). Nada de máscaras, muitas pessoas nas fotos ...

A responsabilidade deveria ser individual. Uns protegeram-se, outros não. Agora, estão aí as consequências.

Ao nível dos negócios, o Natal acabou por ser o balão de oxigénio para aguentar os subsídios de Natal e as próximas semanas.

 

Vem aí o confinamento, com todos conscientes que é a única solução para baixar os casos, até pelo exemplo do que aconteceu em Março (se bem que aí estávamos na Primavera, com menos propensão para resfriados).

 

Desta vez, já estamos mais preparados para o confinamento, na medida em que já passamos por um. Porém, para quem já estava mal, seja mental, social ou financeiramente (pessoas e negócios) vai ser mais um prego num caixão difícil de desmontar. 

As escolas, pelo menos, vão manter-se a funcionar, com alterações profundas em tudo o resto.

Vai ser a correria aos serviços nas próximas horas para assegurar o abastecimento para o próximo mês e vem aí em força o comércio online. As estruturas e alguns bens devem ter sido reforçados. Será que o fermento de padeiro vai esgotar? 

Por outro lado, com o frio que está, vai custar menos ficar fechado em casa. Até vai saber melhor ficar na cama até tarde. O que vamos poupar em combustível para ir trabalhar, vamos gastar na electricidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:35


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.