Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O juíz Neto de Moura

31.01.19

club-2492011_960_720.jpg

O juíz Neto de Mora (acima de determinado estatuto deve-se: (i) abolir o comum primeiro nome e apelido para efeitos prodissionais - isso é para a ralé e (ii) manter o "de" no nome - porque Neto Moura não era a mesma coisa) vai ser castigado pelas frases caquéticas que escreveu num acórdão de violência doméstica, legitimando a atitude do agressor socorrendo-se de frases biblicas e de um código de 1886.

 

Lembram-se deste caso? Nesta peça estão resumidos.

 

É caso para dizer que a punição tardou mas chegou e é uma decisão muito importante para juízes que se acham intocáveis e que escrevem as maiores barbaridades nos acórdãos, confundindo a sua opinião com a lei. É igualmente importante para as vítimas de violência doméstica, para que denunciem e acabem com a sua tortura.

 

E já agora,

- a juíza que assinou e validou de cruz o acórdão do colega? Que é paga com os nossos impostos? Esse ás da competência não tem punição?

- a alma da Justiça que tratou Barbara Guimarães por "Barbara" em tom recriminatório e Manuel Carrilho por "Doutor" em tom de pena, não tem punição?

- o juiz que ilibou violadores (pena suspensa) que na noite do Porto violaram uma jovem, não se reverte a decisão que é contra o bom senso, e não é punido?

 

O precedente contra a "quero, posso e mando" dos juízes foi aberto e isso é bom!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:49


33 comentários

Perfil Facebook

De Teresa Silva a 31.01.2019 às 20:09

Só prova o quanto a justiça portuguesa é maleável para o que lhe interessa, ou melhor, para o que lhes dá menos trabalho!

Bjxxx
Ontem é só Memória (http://ontemesomemoria.blogspot.pt/) | Facebook (https://www.facebook.com/ontemesomemoria/) | Instagram (https://www.instagram.com/pequenabonecadetrapos/)
Imagem de perfil

De Marta Elle a 31.01.2019 às 20:50

Com tantos crimes que cometeu não sei como é que o Carrilho não foi condenado a pena efetiva.
Em Portugal, é raro os violadores terem pena efetiva.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.02.2019 às 14:25

É "Doutor", ex-ministro e uma Justiça muito machista. é o que se tem visto.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.02.2019 às 16:08

Fiquei chocada, quando no Jornal da Noite da SIC, à saída do tribunal, que Bárbara Guimarães não pode comparecer, o advogado do senhor "doutor" falava para as televisões e ele, o galo emproado, ria-se de gozo para as câmaras.
Fez-me um nojo "enchi-o, para os meus botões, de c@br..."
Nojento, machista, mal educado, arrogante para com os os filhos, as vítimas de tudo, e a mãe destes.

Bom fim-de-semana
Imagem de perfil

De cheia a 31.01.2019 às 21:16

Isso do de não se aplica a todos, e eu tive problemas com um chefe, porque pensava que eu era descendente de uma família rica, o que infelizmente não é verdade, uma vez que o meu nome termina em Silva da Costa. E, isto, a seguir ao 25 de Abril, foi um problema.
Quanto ao juiz, esperemos para ver o que vai acontecer.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.02.2019 às 14:27

não sei se na prática vai acontecer alguma coisa...
Há pessoas para quem o "de" no nome significa superioridade. E ser tratado pelo apelido ainda mais. Joaquim Moura tem um impacto diferente de Neto de Moura :)
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 31.01.2019 às 21:45

Ah boa! Não sabia dessa penalização para o Juiz.

E olha, falam, falam, mas a mentalidade continua a mesma. Não falo em igualdade, porque há coisas que nunca farão sentido, mas os homens "importantes" vão ser sempre os santinhos.

Beijocas
Sem imagem de perfil

De Andreia Morais a 31.01.2019 às 22:01

Que seja um primeiro passo em direção ao rumo certo! Ainda há esperança
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 31.01.2019 às 22:36

O que acontecerá ao senhor? Tiram-lhe o "de" do nome?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.01.2019 às 23:25

Bem, pelo que sei e é pouco, ele manteve a condenação do arguido, não o absolveu, terá é referido também a forma como a mulher
Sem imagem de perfil

De redonda a 31.01.2019 às 23:32

Bem, pelo que sei e é pouco, ele manteve a condenação do arguido, não o absolveu, terá é referido também a forma como a mulher que "trai" o marido tem sido tratada na religião e ao longo dos tempos (lembrei-me da Gabriela Cravo e Canela de Jorge Amado como o Coronel Jesuíno matava a Sinhazinha e era apoiado pelos amigos e Coronéis, mas chega o Mundinho e a mudança) e tê-lo-á feito para tentar explicar o acto do arguido, no contexto em que é praticado, mas sem deixar de o condenar
Imagem de perfil

De Gorduchita a 31.01.2019 às 23:43

Haja passos no bom sentido, para se manter a esperança de se conseguir retomar alguma confiança na justiça portuguesa.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.02.2019 às 14:28

e consequências práticas.
Imagem de perfil

De A 3ª face a 01.02.2019 às 00:23

E já agora, qual é o castigo? Uma repreensão escrita? Estou curiosa
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.02.2019 às 14:22

Não sabemos na prática o que vai acontcer.
Chegar a público que há punição já é um avanço, mas mais importante é as consequências práticas como dizes.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Blogs Portugal