Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os patrocinadores abutres

27.12.22

Durante o Mundial, foi divulgado um vídeo intimo de um jogador português nas redes sociais.

 

O jogador em causa tem 21 anos. Já é adulto, informado e sabe dos riscos que têm esse tipo de filmagens. Cometeu um erro de imprudência, mas nenhum crime. A receptora, mal intencionada, aproveitou-se do apogeu do jogador e partilhou a sua intimidade nas redes sociais. Uma partilha certamente não consentida. A situação foi abafada e bem. Mas há quem goste de mexer no podre e alimentar-se dele, tal com os abutres.

 

Nas minhas stories do Facebook, apareceu-me esta story patrocinada (ou seja o anunciante "CM TV" pagou ao Facebook):

321828708_832338487844225_8105248403202921728_n.jp

Um grupo de media cotada na Bolsa portuguesa, a pagar para promover uma "notícia" que fere a vida privada de uma pessoa, ainda por cima figura pública.

Se isto nem sequer devia ser notícia, nem partilhado, muito  menos ser "patrocinado".

É obsceno este aproveitamento, quer do jornal, quer da rede social.

Há limites do bom senso!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:12


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.12.2022 às 15:25

Tolmente de acordo.
Boa tarde e um abraço.
Imagem de perfil

De Maribel Maia a 27.12.2022 às 15:53

Concordo!!! É tão errado quem partilha a primeira vez, como quem compartilha de seguida...

Beijinhos
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.12.2022 às 16:50

e quem tenta ganhar dinheiro com a desgraça alheia :( é o mundo que temos.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 27.12.2022 às 19:45

Infelizmente é o prato habitual.
Ou alguém vende o vídeo (nem que seja por publicidade), ou foi roubado e alguém o vende para ganhar dinheiro. É por isso que vídeos íntimos devem ser feitos mas, em dispositivos offline. Se alguém o vir numa telemóvel, sem o adicionar à sua cloud, só há 2 pessoas que lhe tiveram acesso. Cabe a esses a confiança para aquele vídeo existir. E quando for para eliminar, apagar/destruir a pen/cartão e deixou de existir.
Nas redes sociais há disso aos pontapés. Pelo meio da "actriz famosa mostra cuecas em directo", passa um desses ou daqueles crimes horrorosos, "cantora postou imagem de festa com amigos", seguido de mais uma dessas. Pelo meio deles, tens os "certificados dos CTT que com $250 euros pode ganhar $600000 euros em 90 dias", "Cartão de supermercado com $500 euros para compras"...
E reportar como falsos e fraudes, nenhuma rede social os apaga. Gastam os números pagos e fica o assunto arrumado.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.12.2022 às 10:18

Cabe à imprensa puxar-se ao respeito. Não estamos a falar de um site ou página caça-likes. Estamos a falar de um canal de televisão que é o que tem mais audiência no cabo em Portugal. É chocante.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 28.12.2022 às 11:44

A imprensa já não respeita nada há décadas...
Uma das jornalistas fez uns posts publicitários no perfil profissional dela, durante 3 anos, continua a partilhar mensagens do Ventura e o do Chega, fizeram queixa por umas coisas que escreveu em 2017-2018, foi condenada a 437 euros de multa, sem que sequer tenha ido ao tribunal. O advogado pagou antes do juiz assinar a sentença e ficou arrumado, com a pequena falha que não leu que o canal, onde ela comentou os próprios post tinha de apresentar a decisão num de 6 horários. Sem isso nunca tinha chegado ao público, como tantas outras situações, em que os jornalistas usam a "liberdade de informar" como defesa e a justiça permite que possam fazer tudo o que querem ou vender-se a ideais políticos, sem o declararem.
Nas redes sociais, o que dá dinheiro é chamar a atenção. Quer seja "Governante ganhou 30 euros numa raspadinha, oferecida por um taberneiro" ou "Homem mata mulher, que estava no duche, à facada, filho interveio e foi esfaqueado. Homem atirou-se da varanda do primeiro andar e ficou ferido." Esse foi só um dos milhares de posts que vão destacando a cada hora.
É como agora andarem a dar tempo de antena aos pedidos para parar a cobrança do IVA, imitando Espanha, em que o pequeno pormenor que o combustível espanhol vai subir 26 cêntimos, no Domingo, pelo fim das ajudas públicas, que até era um custo superior aos produtos que vão deixar de pagar IVA, ficando os 4% (ou 5% no caso de massas e azeite) para os vendedores. Mesmo caso de pedirem que o IVA da restauração passe para 6%... quando passou para 13% continuei a ver aumentos e nada desceu.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.12.2022 às 19:40

Ora aí está. Há sempre os chico espertos que mantêm os preços, não os reduzindo. Por isso não defendo essa medida. Além de que, essa redução são cêntimos.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 28.12.2022 às 02:18

Simplesmente nojento.
Imagem de perfil

De Felis a 28.12.2022 às 09:26

Do canal em causa, nada surpreende! Vivem da desgraça alheia! Sempre foi o seu alimento!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.12.2022 às 10:22

Tem coisas boas, ainda agora foi quem divulgou o escândalo Alexandra Henriques. Mas depois faz este tipo de obscenidades. Ficar no silêncio e ignorar é compactuar.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 28.12.2022 às 09:46

A verdade é que concordo em tudo o que disseste... Mas até parece que vives noutro planeta em que toda a gente tem escrúpulos e o dinheiro não fala mais alto.
E pior, se ambos aceitaram, é sinal que há pessoas que vão ver. Isso vende.

É o que temos, mais do mesmo.

Beijocas e bom ano novo!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.12.2022 às 10:23

Há coisas que chocam mais que outras e este é uma delas. Ignorar é normalizar. Obrigado amiga. Bom ano para ti tbm!
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 28.12.2022 às 14:05

Subscrevo

Beijinhos
Feliz Dia
Sem imagem de perfil

De Milorde a 29.12.2022 às 09:02

Olha vou te confessar que vi o vídeo e sinceramente que pensei que essa cena toda de volta daquilo foi um exagero.
Até parece que as pessoas não o fazem, são todos uns pudicos.
Ganhou essa notoriedade toda por ser a pessoa que é.
Já o Milorde jamais faria tal coisa, mas atenção que se o fizesse então é iria incendiar as redes
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2023 às 16:39

O Correio da Manha (a ausência do til é intencional) devia ser encerrado. São a escória do jornalismo, se é que se lhes pode chamar isso.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.