Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Que tipo de turismo queremos?

28.08.22

IMG_20210719_101220.jpg

Este ano, tive que tirar férias em Agosto.

Apesar do bom tempo, a confusão e os preços levam-me a evitar este mês. Para fazer o "off" e porque gosto/valorizo passear, optei por ficar em Portugal dado os problemas nos aeroportos. 

 

Fiquei horrorizado com os preços que a nossa hotelaria está a praticar. A maioria dos hotéis na terceira semana de Agosto pedia mais de 200 € por noite só com pequeno almoço. Num hotel, uma noite que em Julho/21 custava 72 €, este ano em Agosto custava 207 €. O hotel é o mesmo e os custos por hospede são (quase) os mesmos. Até nos apartamentos que vi no OLX, os preços dispararam face ao ano anterior.

Mesmo no Interior, os valores rondam os do Algarve. Oiço os empresários contentes com a ocupação e receitas. Como potencial cliente, fico triste. Sendo o salário mínimo português de 700 €, 200 € só para dormir uma noite é absurdo. A isto, temos de juntar combustível, portagens e as refeições, no mínimo.

 

Que tipo de turismo queremos em Portugal?

 

Quando foi a pandemia, os empresários apelaram aos portugueses para passar férias em Portugal. O povo acedeu e os hotéis do Interior registaram taxas de ocupação nunca ocupadas antes.

Os preços praticados em 2022, com  famoso aumento do "preço por estadia" arrisca tornar o país exclusivo para estrangeiros e para ricos. O português de classe baixa e de classe média é escorraçado. É tão seletivo que quando há problemas (covid, incêndios, ...) lá vêm chorar e pedir a mão aos nacionais.

Se estes preços elevadíssimos significassem melhores salários e melhores condições de trabalho, ainda havia uma distribuição de riqueza. Mas não, este fica concentrado nos empresários e nos donos/gerentes das cadeias. E atenção que a qualidade geral dos nossos hotéis são das melhores da Europa. Se acho que se deve pagar a qualidade? sim acho, mas não acho os preços praticados justos nem adequados.

 

Ao sermos enxotados, o que nos resta? Ajustar/reduzir datas, pesquisar as melhores opções, ir de férias para o estrangeiro porque fica mais barato (mesmo com "TI") ou alugar estadias não declaradas onde reina a fraude e as burlas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55


15 comentários

Imagem de perfil

De HD a 28.08.2022 às 19:05

Turismo capitalista...
Imagem de perfil

De cheia a 28.08.2022 às 20:11

Um país com preços para ricos e ordenados baixos. Os nossos empresários não valorizam os colaboradores, depois queixam-se da falta de mão-de-obra.

Boa semana!
Um abraço
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.08.2022 às 20:46

Ordenados miseráveis, muitas horas de trabalho. Nota-se cada vez mais emigrantes nos serviços.
Imagem de perfil

De José da Xã a 28.08.2022 às 20:13

ùltimo,

Mas já calculava que fosse assim!
O turismo é a industria do futuro em Portugal, mas só para ricos ou estrangeiros.
Sabes tenho um primo que está radicado há muitos anos no Canadá.
Tem casa no algarve e quando veio cá a primeira vez depois de comprar a casa disse-lhe: Quando fores ao restaurante pede as coisas em inglês e no fim a conta em português, verás como ficam danados!

Tal como os taxistas em Lisboa que levam rios de dinheiro. Enfim tuga é tuga!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 28.08.2022 às 20:45

Há muitos relatos desses dos restaurantes. Nunca tive nenhuma situação assim mas não me surpreende. E pior, é pedir fatura com contribuinte obrigando-os a declarar e pagar o iVA. Nos taxis, já tinha ouvido queixas de um colega angolano, em ... 2010. Vi uma notícia que denunciava o golpe dos taxis no aeroporto de lisboa. nada mudou.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 28.08.2022 às 22:38

Os preços de hotéis sempre foram um exagero. Um aqui, na margem sul, que fica fora das vias principais e é muito concorrido no verão, cobrava 75 euros, com almoço incluído, durante o inverno. Tem estado cheio. Fui ver, estão a alugar quartos a 174 euros, com pequeno almoço, para meados de Setembro.
Em turismo rural é pior. Numa aldeia, próxima da Guarda, uma casa para 6 dias seguidos, com a "oferta de 2 cestas de produtos locais", fica por 850 euros. Numa aldeia próxima de Figueiró dos Vinhos, semelhante fica por 720 euros. Aqui, junto a Corroios, são 1700 euros, as mais baratas. Maioria é acima de 2000 euros, por semana!!!
Para uma família portuguesa, pagar 2000 euros, por 6 dias, é um luxo, apesar de muitos portugueses pagarem mais que isso, para irem para hotéis, no estrangeiro. Em Lisboa cada vez é mais fácil cruzares com turistas do que portugueses.
Será um problema que a subida de juros vai levar a recessão e encerramento de muitas unidades de turismo rural e mesmo hotéis. A pagar 20% de juros, nos cartões de crédito, mesmo os estrangeiros vão reduzir o tempo passado fora.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 29.08.2022 às 10:33

Um absurdo. Nesse da margem sul cobram mais do dobro com menos custos. No estrangeiro, nas ilhas espanholas pode ser um pouco mais mas tem viagem e refeições incluídas, acabando por fica mais barato no fim.
Sim, com a subida dos juros não vai durar sempre. Vão começar a aparecer novamente os esqueletos ao longo da costa.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 29.08.2022 às 15:36

Há várias vivendas que foram construídas para estes arrendamentos de curta duração. Ali na Verdizela (uma zona próxima da praia, próxima de 2 cidades mas, bem longe dos grandes centros), há 3 ruas que os habitantes mudam semana a semana (ou mês a mês, fora das épocas altas). Cerca de 20 casas. É nessas que os valores estão acima de 2000 euros por semana. Mesmo durante a Covid havia famílias estrangeiras a passar cá temporadas. Nestes dias, é só carros "de luxo", famílias (uns mais simpáticos, outros (portugueses) super antipáticos e com o rei na barriga) a passear cães (e um coelho), pelas redondezas. Como há grandes obras para um futuro parque urbano, boa parte está fechada. E o supermercado local, está sempre com roturas de stock, pois foram 2 anos com pouca gente e estes 2 meses é uma avalanche.
Os jornais (e programas de televisão) vão ter muita coisa para usar. Vamos voltar ali a 2008-2012, em que as pessoas vão discutir (e pior) por coisas fúteis e que nem dizem respeito ao que são, para despejar as situações que vão estar a viver. Demasiadas pessoas vivem muito acima dos seus rendimentos, a inflação e as subidas de juros vão ser demolidoras...
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 29.08.2022 às 03:20

Aproveitar a ansiedade de todos que se segue ao sequestro pandémico.
Os preços turísticos por toda a parte dispararam.
Boa semana
Sem imagem de perfil

De Miúda a 29.08.2022 às 10:18

Já não me recordo de passar umas férias a pagar por estadias...
Tenho optado por ir a sitios proximos sem necessidade de passar a noite fora, para poupar de alguma forma.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 29.08.2022 às 11:33

Também evito o Agosto. Acho que nem nunca mais tive, só durante a escola

O Turismo que querem, é para os estrangeiros. Depois queixam-se que o pessoal vai para fora. 200€ por noite, onde já se viu? Percebo que queiram recuperar dos anos da pandemia, mas isto assim é a loucura total.
Não sei mesmo onde vamos parar.

Mas sim, esquece as melhores condições salariais, essas mantém-se tão más ou piores. É só mesmo para encherem os bolsos.

Beijocas
Imagem de perfil

De Maribel Maia a 29.08.2022 às 11:44

Além disso.... o país não pode ser apenas turismo... embora assim o pareça!!!
Beijinhos!!!
Boa semana!!!
Imagem de perfil

De Lobos disfarçados de cordeiros a 29.08.2022 às 20:49

Que tipo de turismo queremos?
É isto que o preocupa!

Num país onde não há por exemplo liberdade de imprensa (e isto é associado a ditaduras), é o turismo que o preocupa!

Como é possível você que se diz inteligente não questionar como é que alguns decidem o que milhões de portugueses incluindo você, devem e não devem saber?

Você consegue escrever numa lista por prioridade os assuntos mais importantes?
E portanto os que devem ser mais falados.

Também não compreendo o que alguns pretendem com os seu posts. Você fez uma pergunta que vale pouco, disse umas coisas, ouviu umas respostas, e fica contente com "uma mão cheia de nada". É isso?

E mais uma vez você mandou-me dar uma volta ao não responder ao meu comentário no seu post "Apurar a verdade".

Como eu lhe disse, você não é livre de fazer no seu blog o que entender. Não é livre de criticar alguns como se fosse exemplo e depois fazer certas coisas.

E o que você faz, muitos mais fazem. A humanidade é uma desilusão, hipocrisia e mais hipocrisia.

E são tão evoluídos que falar para alguns e para uma pedra é igual.

Mostre que realmente é inteligente, tem cultura e capacidade de raciocínio. Analise o comportamento de alguns que se fazem passar por "santos" e veja o que são de verdade. Mas como possivelmente faz o mesmo, isto não lhe deve interessar.
Imagem de perfil

De Di a 30.08.2022 às 23:02

É um abuso, que só castra o turismo.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.