Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Seca e o abate de pinheiros na mata de Maceda

05.02.22

DSCN8218-768x576.jpg

Este mês de Janeiro foi surpreendentemente quente. Já no ano Novo andávamos de manga curta, com muita gente a tomar o primeiro banho do ano porque o tempo assim o convidava.

E essa surpresa é uma má surpresa. 

Primeiro porque não respeita a ordem natural do clima, segundo porque está a colocar o país numa situação de seca com imagens atípicas das nossas barragens secas, terceiro porque são já várias disfunções climáticas num espaço muito curto de tempo e quarto porque são os reflexos do aquecimento global (fenómenos extremos climáticos com tendência para ficar mais quente). 

Ao longo do tempo está-se a confirmar.

Da parte política, a resposta que nos prometem é encarecer o preço da água. Será que vai reduzir o desperdício? Será que quando uma conduta rebenta e se liga para os serviços municipais estes irão ser mais rápidos na resposta e na reparação? Como sempre, vai afetar os mais pobres e as regiões mais desertificadas.

 

Por outro lado, estamos a assistir em Ovar a um abate massivo de pinheiros na mata de Maceda. Ainda não percebi o argumento, mas a CM Ovar desresponsabiliza-se. Se Salvador Malheiro tivesse tanta vontade em defender o ambiente como está nas tricas do PSD, talvez já se teria acabado com essa aberração.

Honestamente parece que às vezes em vez de se andar para um país mais verde, tomam-se decisões avulsas e há sempre alguém que ganha com estes atentados. Leio que vai ser para construir um campo de ténis, quando há um enorme complexo às moscas no concelho vizinho de Espinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:49


26 comentários

Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 20.02.2022 às 19:34

"o que é acessório para si pode não ser para outros" - concordo plenamente, por isso respeito todos os conteúdos e não critico as escolhas dos bloggers.
"critica quem os consome" - os telespectadores têm de ter espírito critico. As pessoas consomem aquilo que lhe dão a consumir.
Sobre o estado do tempo, não critico o frio, critico sim ter de pagar um aquecimento que se não houvesse teletrabalho não o teria de pagar. Faz parte da vida o frio e o calor. O problema são os extremos. Ainda agora existem mais tempestades violentas na Europa. Será que nãos e está a normalizar o normal?
Imagem de perfil

De Lobos disfarçados de cordeiros a 21.02.2022 às 20:04

Está a ficar complicado discutir algo consigo pois por vezes parece que estou a escrever para "uma parede" ler.

Normalmente as coisas são simples, ou as pessoas as querem compreender ou não querem.

Eu digo-lhe certas coisas e você marimba-se para elas e faz-de-conta que não se passa nada. Quantas vezes eu já lhe disse que ignora parte dos comentários ou ignora-os completamente, isto é não responde?

"o que é acessório para si pode não ser para outros" - concordo plenamente, por isso respeito todos os conteúdos e não critico as escolhas dos bloggers.

Há, para você criticar é faltar ao respeito! Muito bem!

E quantas vezes eu já lhe disse que os bloggers não são livres de escreverem o que entenderem se isso estiver em contradição com o que por vezes dizem ou servir para enganar os seus leitores?

Mas você aceita o que dizemos e uns tempos depois repete a mesma "cassete".

Há, você é mais um que é especial, para si "o que é acessório para si pode não ser para outros", só se aplica aos blogs e por isso concordou com as criticas no link mas não aceita criticas aos blogs.

Claro que você está errado. Eu repito pois ou não leu ou marimbou-se para o que leu.

Interessante, disse "Obrigado pelo link e concordo com tudo o que foi dito e que já critiquei várias vezes tbm esta obsessão pelo acessório". E como eu disse o artigo (link) é mesmo bom. Isto porque critica vários e com razão, e porque fala como uma certeza e não como sendo apenas a opinião do autor. Lembro-me por exemplo da frase, "é um de interesse absolutamente nulo".

Mas depois de você dizer que concordava com tudo o que foi dito no link, diz que o que é importante para uns pode não ser para outros e vive-versa. Ou seja temos de concluir que só quando você concorda é que há certezas, de resto é apenas uma opinião.

Já pensou que o que é acessório para si pode não ser para outros! Mas você falou na obsessão pelo acessório, interessante!

E agora reflita sobre isto.

Sim, os telespectadores têm de ter espírito critico. Mas muitos não têm e daí as minhas criticas. E será que você tem muito espírito critico?

Interessante, você não critica o frio que é a causa de ser necessário aquecimento. E como faz em casa fora do horário de trabalho, à noite ou aos fins-de semana?
Não me diga que suporta o frio sem gastar dinheiro em aquecimento! Se sim, então também pode aguentar o frio em teletrabalho.

Ou será que você vive no local de trabalho em por isso não gosta dinheiro em sua casa em aquecimento?

Agora vem dizer "Faz parte da vida o frio e o calor. O problema são os extremos". E em Janeiro houve algum extremo? Não houve.

E ficou provado que você não pode atribuir a pouca chuva de Janeiro às ditas "disfunções climáticas". Mas o mais certos é daqui a algum tempo você repetir a mesma "cassete".
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 21.02.2022 às 22:47

Não sei se tenho o espírito crítico suficiente. Tenho as minhas opiniões e convicções.
Boas más, são as minhas e partilho-as com quem quiser ler.

Ninguém falou em faltar ao respeito. Pode criticar o que quiser, da mesma forma que posso ou não concordar com as críticas. Leio-as, umas concordo, outras discordo.
"Já pensou que o que é acessório para si pode não ser para outros!" - precisamente há coisas que o Arsénio desvaloriza, outras eu valorizo.

O facto de não comentar parágrafo a parágrafo não significa que não leia.

Naturalmente que gasto aquecimento, mas não no horário de trabalho.
Imagem de perfil

De Lobos disfarçados de cordeiros a 22.02.2022 às 20:09

A minha frase tirada da sua, "Já pensou que o que é acessório para si pode não ser para outros!", não é uma afirmação minha no sentido de eu concordar, e daí terminar com ponto exclamação.

Você disse "Obrigado pelo link e concordo com tudo o que foi dito e que já critiquei várias vezes tbm esta obsessão pelo acessório".
Depois eu disse que no link tem por exemplo a frase, "é de um interesse absolutamente nulo". E lembra-se, você disse que concordava.

E diz que o que é acessório para uns pode não ser para outros. Mas sendo assim então isso também se aplica ao link que eu indiquei. Ou seja o que tem um interesse absolutamente nulo para uns pode não ter para outros ou pode ter mesmo muito interesse. Mas no caso do link, você disse que concordava com tudo o que foi dito. Ou seja está a usar "dois pesos e duas medidas".

Se para si o que é acessório para uns pode não ser para outros, então isso tem de se aplicar a tudo e não apenas ao que lhe interessa.

E a ser assim, isso significa que dificilmente podemos criticar algo, pois passa quase tudo a ser subjectivo.

Exemplo, "Mas isto é errado". Mas que é errado para uns pode não ser para outros.

Percebeu?

E se gasta dinheiro em aquecimento, então devia estar satisfeito por Janeiro ter sido menos frio.

E devemos ler e refletir sobre o que os outros dizem. Se eles tiverem razão, então o que dizem tem implicações e não pode ficar tudo igual.
Imagem de perfil

De Lobos disfarçados de cordeiros a 25.02.2022 às 19:28

Já vi que teve tempo para mais um post tipo "A caminho da superficialidade", isto é assuntos superficiais, quando concordou com as criticas. Mas para responder não teve tempo.

Nem teve tempo para responder a comentários meus anteriores, até no meu blog, para os quase devia haver um resposta.

E depois diz que alguns têm falta de ética. Eu tenho um post, "As obrigações e os deveres são só para os outros!" Também serve para si.

É claro que eu tenho de criticar. Alguns são bons a criticar os outros, mas maus a dar o exemplo.

"O facto de não comentar parágrafo a parágrafo não significa que não leia".
Significa que se marimba para certas coisas que dizemos e para as quais devia haver uma resposta. Estou a ver que só responde se lhe interessar.
Imagem de perfil

De Lobos disfarçados de cordeiros a 28.02.2022 às 19:27

Se você prefere fazer-de conta, continue!

Eu publico certos comentários e para si não se passa nada. Mas depois você critica outros como sendo dono da moral, da ética, etc. Já no meu blogue eu tive de lhe dizer que você me mandou "passear ou dar uma volta".

Devia refletir mesmo a sério sobre o que são as pessoas em geral.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.