Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quando o turismo não são só rosas

10.06.18

IMG_20180608_203034.jpg

 

Na 6ª feira, tive um jantar e uma saída na baixa do Porto. Já a noite ia alta e ao vir embora, junto aos Clérigos, presenciei uma cena que me deixou incomodado.

 

Um jovem nos seus 17 a 20 anos estava em grupo com outros rapazes, a falar francês (turista portanto) e começa a urinar na rua em frente a uma loja - no meio do passeio!!! Poderia estar aflito, mas no limite ia atrás de uma árvore. Não preferiu pôr a espingarda de fora, mostrá-la e fazer xixi para quem quisesse ver. Os amigos tiveram atitudes díspares: uns riam-se, outros estavam boquiabertos.

 

Dei-me por mim a perguntar: se fosse no país deles, na terra deles, urinavam na rua? Fariam aquelas tristes figuras?

 

Acho que o turismo traz muita coisa boa, mas também traz esta falta de civismo. 

 

Antes do jantar, tirei estas fotos:

IMG_20180608_203947.jpg

IMG_20180608_203930.jpg

IMG_20180608_203051.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:24

Badalhoquice

24.04.18

Sabado fui levantar dinheiro a uma agência de um banco que fechou mas mantiveram a caixa Multibanco. O cenário é este:

IMG_20180421_171013.jpg

 Não são precisas muitas palavras para tanta falta de civismo, mas será que alguém já pensou na confidencialidade de informação?

O mesmo badalhoco que não quis sair pela porta e deitar o papel no caixote do lixo mesmo junto à porta (vê-se da foto) é o mesmo que partilha toda a sua informação bancária com qualquer mal intencionado que leia o papel.

Nas compras online, nem todos os cartões têm ativa a validação da transação por SMS, por isso o badalhoco que atira o papel para o chão, nem sonha nos riscos que corre. 

Quem anda à chuva, molha-se #vergonhaalheia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

A aplicação dos fundos europeus

23.04.18

IMG_20180408_124151 - Cópia.jpg

 Um estudo do Eurostat demonstrou que apesar dos rios de dinheiro que a União Europeia enviou para Portugal, o país não os conseguiu capitalizar e em vez de convergir, divergiu. Ou seja, as regiões mais pobres em vez de se aproximarem das mais ricas, ficaram mais distantes.

 

É inegável que tem havido progressos no país mas várias razões o explicam:

- investimentos centralizados nos grandes centros urbanos

- investimentos desenhados em gabinetes e por pessoas pouco conhecedoras da realidade

- falta de controlo (muitas vezes por conveniência) da aplicação dos fundos,

- gastos que vão apenas para os bolsos de alguns (incluindo os restaurantes com lagosta e os stands da Porsche)

- cultura de corrupção e más práticas (em que alguém lucra) na gestão autárquica e na troca de favores

- No caso das auto estradas, elas até foram feitas, mas são tão caras que as pessoas não as conseguem usar. Diga-se que as grandes construtoras dominam os dividendos distribuídos pelas concessionárias em regime de PPP.

 

O país que está tão preocupado em antecipar dois anos, a mudança de sexo para os 16 anos, é o mesmo país que acha normal a má utilização das viagens pagas a deputados insulares ou aos ajustes diretos a empresas de deputados e vereadores municipais.

Ainda hoje o JN traz vários exemplos disso, mas a prioridade é a vitória do Benfica.

Com tão pouco espírito crítico, como podemos viver melhor?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

Dificuldades no arrendamento

11.03.18

Desde Janeiro, data em que mudei de emprego, que ando à procura de um T1 no Litoral.

 

- Cenário de sábado - raio de 2km de Vila do Conde

VC.PNG

- Cenário de sábado - raio de 10 km de Vila Conde

VC0.PNG

Conclusão: não há oferta e a que há é muito cara. 375 Euros por um T1 na Póvoa de Varzim o mais barato?! 

Se entrar no anuncio ainda fico a saber que nem roupeiro embutido sequer tem.

 

Mantenho-me no meu onde pago bem menos, com recibo, mas com uns minutos de estrada nacional pela frente. Até arranjar melhor, tem de ser! 

 

O mercado de arrendamento está muito escasso, sem oferta e é quase inacessível. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:49

As comissões bancárias e os lucros dos bancos

12.02.18

Ao ler as noticias do regresso da banca aos lucros, lembrei-me desta sms que o Banco mandou há dias:

Screenshot_20180211-190228_LI (2).jpg

A forma que a banca encontrou para resolver os problemas que a própria criou (créditos concedidos a amigos, a lobbies e a projetos com pés de barros) foi o aumento das comissões e na sangria de empregos.

Porém, os incentivos ao crédito estão por todo o lado. Até por sms vendem créditos....Não se aprendeu nada. Onde está o papel preventivo do Banco de Portugal? Ah, para enviar convites sem concurso ao filho do Durão Barroso já dá sinal de vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

Um olho no burro

03.02.18

worten.ai-converted.pngHoje fui à Worten e comprei um artigo de 45,99 €.

 

Antes de ir para a caixa, fui ao site confirmar se preço era o mesmo, mas marcava 58,99 €. Ou seja se comprasse online pagaria mais 13 €....

 

Já na caixa, no ecrã apareceram os 58,99 €. Atento, disse que o valor que marcava na estante era 45,99 €. Fui lá com a funcionária confirmar o preço ao local e eram 45,99 € marcados e foi o que paguei. Aprendi duas coisas:

 

- Estar sempre atento. Se estivesse distraído pagaria mais 13 Euros.

Se não olhasse para o ecrã e trouxesse mkais coisas seria enganado.

- Existem preços diferentes para a mesma referência entre site e loja (na loja não havia indicação de que era promoção)

Acho isso mal esta atitude porque numa altura que se fala do Omicanal e sem identificação de promoção, passei a ficar de pé atrás.

 

P.S. O motivo pelo qual fui ao online ver, foi pela experiência negativa na mesma loja da Sweetner e do Tritofano. Quando se fala na ameaça da Amazon, a Worten tem de melhorar os seu serviço de venda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

O silêncio sobre a poluição do Tejo

25.01.18

 

27066832_1689182894472056_2108783559667387619_n.jp

Sobre a Super Nanny toda a gente fala, toda a gente critica, os caça likes e pseudo-humoristas fazem ruído, mas sobre o atentado ambiental do Tejo esta manhã, nem uma noticia (basta ver as home page dos jornais), nem um comentário. 

Até nos blogs se vê a diferença no nº de posts.

Tudo muito silencioso. Excessivamente silencioso.

 

Isto faz-me pensar... até que pontos as redes sociais tornam-nos menos críticos e nuns followers de trends com todos os interesses inerentes.

Esta crítica aplica-se a todos nós cidadãos, bastonários disto e daquilo, ordens profissionais, comissões de proteção, etc etc.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Duas ou uma alternativa?

23.01.18

Para o percurso para o trabalho tenho duas alternativas rodoviárias que fazem extamente o mesmo percurso:

 

- Fazer uma Estrada Nacional de 30 km's que demora 35'

Com semáforos, curvas, contracurvas, passadeiras, camiões, tratores ... etc.

 

- Fazer uma Auto estrada de 30 km's que demora 15'

Sem vivaalma. Deserta. Paga-se 2 € para lá e 2 € para cá. Ao fim do mês seriam 80 €. À noite é mesmo melindroso.

 

Dá que pensar: construiu-se uma auto estrada, enterrando-se milhões de euros para aproximar localidades e criar alternativas, mas ela é tão cara que ninguém a usa ... Só mesmo em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:46

Preço da criatividade

14.12.17

Ontem fui ao supermercado comprar uma prenda. Para não ir com a prenda na mão, comprei um saco de papel.

 

Sabem quanto custou este simples saco reciclado?

 

0,60 € ... ainda dizem que a critividade é mal paga... 

IMG_20171213_215458 (2).jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

Disparates nos comentários do blog

28.11.17

Em 2 de Agosto publiquei um post sobre o crédito ambiental que o Planeta Terra tinha atingido para o ano de 2017.

ufpp.PNG

 

Hoje podia falar-vos que esta seca já reflete os juros que temos que pagar por estarmos a consumir mais do que aquilo que os nossos recursos permitem, mas não.

 

No sábado, um "Anónimo" escreveu dois comentário iguais em que se disponha ajudar-me com um crédito "instantâneo" com taxas de juro reduzidas, bastando mandar um mail que ele incluiu no comentário.

 

Neste benevolência, qual o maior disparate?

  • fazer uma busca no google por "cartão de crédito" e publicitar na primeira coisa que aparece?
  • num post sobre "crédito ambiental" publicitar "crédito ao consumo"
  • fazer publicidade gratuita e irresponsável no meu blog
  • publicitar em 25/Nov num post de 2/Ago

 

Já vos aconteceu isto?

Se não aconteceu e se tiverem um post com "Cartão de crédito", cuidado!

P.S.: Naturalmente, que mal vi este disparate, apaguei-o imediatamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal