Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Do fim de semana

18.03.19

Na 6ª feira realizou-se a greve dos alunos, com manifestações nas principais cidades. Espero que os meninos e jovens que foram protestar estejam conscientes do tema, pratiquem ações ecológicas no seu dia dia e não tenha sido um pretexto só para faltar às aulas.

As crianças de hoje são os adultos de amanhã e bom vê-los chamar a atenção não só dos governantes, mas também dos pais, adultos e outros jovens mais distraídos para o tema.

 

Este sábado aproveitei para caminhar e dar cordas às pernas.

Fui a uns passadiços que ainda não tinha feito, entre Silvalde e a Barrinha de Esmoriz.

Não andava quase ninguém, não obstante o tempo agradável. Algumas partes têm areia, mas foi muito agradável na mesma. Chamou-me a atenção que as plantas à voltas da Barrinha estavam secas. Não sei se é normal no Inverno. Com estes passadiços, é mais espaço natural para as pessoas visitarem e saírem do sofá. Ao mesmo tempo, permite  uma espécie de "vigilância" a um dos circuitos naturais alvo de poluição por empresas negligentes.

 

IMG_20190316_161244.jpg

IMG_20190316_161251.jpg

IMG_20190316_164223.jpg

IMG_20190316_164231.jpg

IMG_20190316_164239.jpg

Silvalde.jpg

No domingo de manhã, fui correr como habitual. Estava um tempo fresquinho a ameaçar chuva. Foi o aniversário do Running Esmoriz e por isso houve um bom manjar no final do treino. Aproveitei para experimentar umas meias de desporto que me deram no Natal da Calzedonia. Nem sabia que vendiam dessas meias. Pelos vistos, são populares entre os peregrinos que vão a Fátima. Acheias bastante confortáveis por acaso.

À tarde fiquei por casa, dado que houve a procissão do Senhor dos Passos.

IMG_20190317_111110.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

A greve verde dos alunos

12.03.19

Na próxima 6ª feira há greve dos alunos.

Greve dos alunos 15 de março.jpg

A causa é nobre: uma sociedade mais verde, mais ecológica, sustentável e menos consumista. Uma espécie de grito de revolta das gerações mais novas pelo descomprometimento que os adultos de hoje têm com o meio ambiente do futuro.

 

Tenho dúvidas:

  • Apesar das boas intenções, será que os alunos estão conscientes desta causa ou vão ver (mais) um pretexto para não ir às aulas?
  • Será que é uma "greve às aulas" a melhor forma de chamar a atenção?

 

Não sei se a "greve" às aulas vai ter adesão, mas gostava de saber quantos dos meninos que vão faltar:

 

- Reciclagem

Quantos meninos e adolescentes têm o hábito de separar o lixo? Ou deixam isso para os pais? Acabam a refeição e deixam a mesa para a mãe ou a empregada arrumar ou deitam tudo no lixo comum?

 

- Poupança de energia

Quando vão jantar ou tomar banho, quantos desligam a luz do quarto ou ativam o modo de poupança de energia do computador?

 

- Poupança de água

Quantos dos futuros grevistas, enquanto estão no banho pensam na quantidade de água que estão a gastar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Óleo de palma - marca Cem por cento

10.01.19

Há tempos escrevi, critiquei e alertei para o vídeo de um pobre e desgraçado orangotango que tentou defender o seu habitat contra uma retroescavadora que estava a destruir árvores pela busca de óleo de palma. Aqui.

 Há dias comprei em promoção uma granola em promoção no supermercado da marca Cem por cento na secção da Alimentação saudável.

IMG_20190103_221932.jpg

 

Em casa  e depois de já ter consumido uma parte, fui ao rótulo ver a % de açúcar e fiquei alarmado. A granola continha óleo de palma e não havia qualquer certificação!

 

Senti-me mal, porque critico a ganância da industria alimentar em não respeitar a sustentabilidade do ambiente e das espécies e depois consumo produtos não certificados e foi comprar um artigo nessas condições... Procuro ser coerente, mas já comprado, não ia deitar fora. 

 

Ainda assim, mandei um email ao apoio ao cliente da Cem por cento, criticando e questionando o critério de seleção dos fornecedores e porque razão uma marca portuguesa, que se diz saudável, não tem qualquer indicação de certificação.

 

Uma semana depois e após um reminder, partilho o feedback recebido.

 

Tendo em conta a crescente preocupação com a sustentabilidade do cultivo do óleo de palma e os seus impactos ambientais e sociais, a Ignoramus definiu como objetivo substituir, até ao final de 2020, a utilização de óleo de palma como ingrediente dos seus produtos alimentares por outras gorduras vegetais.

 

Caso a substituição não seja possível, tendo em conta as características organoléticas do respetivo produto, o óleo de palma utilizado é sempre certificado (RSPO), ou seja, de fontes sustentáveis. Adicionalmente, informamos que a Ignoramus já não considera, neste momento, a utilização de óleo de palma no desenvolvimento de novos produtos.

 

Respeitante à gama de Granolas Cem Porcento, informamos que na maioria das receitas já não é utilizado óleo de palma.

 

Sublinho a parte "novas receitas". A que comprei e estava em promoção utilizava óleo de palma e ainda falta dois longos e penosos anos para esta marca portuguesa deixar de prejudicar o ambiente. Fica o alerta!

Até lá, sempre que comprar alguma coisa desta marca irei sempre olhar para o rótulo!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:30

Green cada vez mais Black

26.11.18

No fim de semana do Black Friday/Black Weekend / CyberMonday, levamos com uma mais uma notícia muito aterradora, como que um balde de água fria no nosso espírito consumista.

o-desmatamento-da-amazonia-original.jpeg

A Amazónia, o maior pulmão do planeta, sofreu a maior redução de sempre de área verde no último ano (entre Agosto de 2017 e Julho de 2018). Uma notícia que é assustadora e que mostra que a humanidade e a sustentabilidade do planeta caminham num sentido cada vez pior! 

 

Com a subida de Bolsonaro ao poder as expetativas são cada vez piores. Pelas notícias que nos chegam, o novo presidente brasileiro apoiou projetos económicos a favor da desflorestação e a despenalização de crimes ambientais e tal como o Trump, o pensamento é: "o último que fecha porta", mas será que daqui a uns anos haverá portas para fechar?

 

Os crimes ambientais, a desflorestação, o ataque e destruição dos ecossistemas são cada vez maiores e mais intensos e, pior, legitimados, pelos novos donos do poder mundial. Estes novos donos estão todos a caminharem no mesmo sentido, o que é cada vez mais desesperante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03

Guerra ao plástico

28.10.18

garbage-2729608_960_720.jpg

A União Europeia começou finalmente a tomar medidas a sério para reduzir o consumo de plástico, com a introdução da proibição a partir de 2021 do plástico em embalagens de utilização única. 

Estas medidas incluem também co-responsabilização dos produtores.

 

Na minha opinião, há exageros e muito desperdício, mas existem casos em que o uso do plástico torna a vida mais higiénica e simples. Como dizia alguém, o importante é reduzir, reciclar, reutilizar e tornar o ambiente mais sustentável.

 

Não faz sentido por exemplo, quando vamos aos hipermercados e vemos na secção de pastelaria aquela montanha de embalagens com uma ou duas unidades, porque a loja não quer ter funcionários na padaria e as pessoas não querem esperar. Menos mal já é o Lidl que tem a pastelaria self service com sacos de papel.

 

Ainda bem que os responsáveis europeus abriram os olhos para o flagelo da poluição e em Portugal já se tinham lembrado dos sacos de plástico de supermercado. Acho que os consumidores aos poucos vão-se habituando, tal como se habituaram com os sacos e surgem sempre novos negócios, bastante criativos.

 

P.S.: Não deve faltar muito para abolirem a venda de ovos de galinhas de gaiolas. De que estão à espera?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:12

Sobrecarga da Terra

02.08.18

Esta imagem pertence à National Geographic.

E faz-nos refletir naturalmente sobre algo que a insustentabilidade do nosso planeta. É um tema que abordo muitas vezes no blog porque realmente assusta. Será que Sr. Trump vê este gráfico?

Chamou-me a atenção a Suíça e a Coreia do Sul estarem à frente da China. Não sei qual o critério nem o cálculo, mas seja como for as conclusões continuam alarmantes.

 

Ainda hoje, está um calor que não se pode, em mais uma vaga de calor extremo e o consumo de ar condicionado no máximo ...

38160552_10156539804874420_8605382627291037696_n.p

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35

Mutilação genital proíbida na Nigéria

24.07.18

Hoje quando abri as notícias paralisei ao ver o cenário de terror na Grécia. À memória vieram as imagens de Pedrogão Grande e dos incêndios de Outubro. Da fria Europa do norte chegam relatos anómalos do calor.

 

Muita coisa para refletir: as alterações climáticas, a inércia dos governantes mundiais perante as ondas de calor e de frio cada vez mais frequentes extremas e que afinal não é só por cá que há inoperância e impunidade sobre a mão criminosa nos incêndios.

 

A boa notícia chegou da Nigéria: a mutilação genital foi finalmente (e formalmente) proibida pelo Governo.

 

Uma lei não muda mentalidades nem crenças divinas num continente onde é prática este ato terrorista à Mulher, mas ajuda. Segundo as "estatísticas" 25% das mulheres foram vítimas.

 

Agora, espera-se que a legislação seja cumprida e dê mais legitimidade às denúncias e abolição desta prática.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Voltando ao desperdício

25.06.18

No domingo, fui ao supermercado comprar um palmier antes de ir fazer a minha caminhada.8643_-_embalagem_plast_torta_ga18_1__2.png

 

 Optei por aqueles já embalados e que estava em promoção.

 

Enquanto o comia, apercebi-me que tinha a embalagem e tinha de a deitar fora. Deitei-a no ecoponto amarelo que havia mais à frente.

 

Dei por mim a perguntar: para quê tanto desperdício de plástico? É verdade que facilita ao cliente pegar na embalagem e pagá-la na caixa até porque é transparente, mas porque não ter mais consciência é vender os artigos nos sacos de papel?

 

O Continente e o Pingo Doce deveriam pensar nisso...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:54

Cartão de crédito ambiental - excedido em 2018

16.06.18

Em 2017, o cartão de crédito ambiental foi excedido em 2 de Agosto - escrevi-o aqui no ano passado.

Este ano, antecipamos mês e meio.

É muito preocupante porque em vez de se melhorar e alertar consciências, não!, regride-se cada vez mais. Políticos, empresários e cidadãos irresponsáveis criam atrito à sustentabilidade.

 

Há minutos, li esta noticia abaixo:

cc.PNG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:42

Óleo de palma

13.06.18

Os relatos dos malefícios que a apanha do óleo de palma faz ao habitat dos orangotangos, não me deixarficar indiferente. Ao ver a imagem de capa deste vídeo muito menos. Esta imagem fala por si.

Um pobre orangotango tenta inocentemente impedir que uma máquina destrua o seu habitat.

orangotango maquina.PNG

Na semana passada quando fui às compras reparei que umas das marcas em promoção tinha bem claro "oil palm free". Nem hesistei. Trouxe-a.

Hoje estava a comer os cereais que estão a acabar e na embalagem dos mesmos de outra marca também dizia "oil palm free". Não tinha apercebido disto quando o comprei. Confesso que olhei para a tabela nutricional e para o preço.

Enquanto fotografava e escrevo este post, estou a pensar até que ponto vale a pena pagar mais um euro ou dois por marcas que sejam ambientalmente mais responsáveis.

 

Prefiro [mesmo sem estar em promoção]. Tal como os ovos, não compro ovos de galinhas de gaiola.

 

cereais.PNG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Blogs Portugal