Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A minha reação

14.11.18

... quando me ultrapassam na estrada e logo a seguir há um semáforo vermelho.

P.S.: Independentemente de ser do futebol, não se faz a uma pessoa detê-la num domingo chuvoso em horário nobre das televisões. Não se podia esperar pelo dia seguinte de manhã?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

Um olhar que fica na memória

12.04.18

No domingo, enquanto ia no caminho para Linhares da Beira, notei que a A25 era um cemitério de árvores queimadas.

Uma dor de alma. Lembrei-me deste rosto e sobretudo deste olhar.

1170344.jpg

 

Não sei quem é o senhor, mas veio-me à memória, porque esta foto de Adriano Miranda diz tudo. Não são precisas palavras.

Meio ano depois, os terrenos e as pessoas parecem esquecidas no jumbigo e distância lisboeta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Luzes de presença no WC

07.03.18

No hotel de Barcelona, tinha uma coisa impecável ao nível de iluminação no WC.

 

Para não ferir a vista nem acordar a pessoa para quando for durante o sono, tinha no espelho umas luzes de presença que se acendam através do interrutor.

 

Imagino que muitas casas tenham isso, mas nem a dos meus pais, nem o apartamento que alugo, nem os hoteis onde estive mais recentamente tinham esta funcionalidade que tem tanto de simples como útil.

 

IMG_20180224_015252.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

Duas ou uma alternativa?

23.01.18

Para o percurso para o trabalho tenho duas alternativas rodoviárias que fazem extamente o mesmo percurso:

 

- Fazer uma Estrada Nacional de 30 km's que demora 35'

Com semáforos, curvas, contracurvas, passadeiras, camiões, tratores ... etc.

 

- Fazer uma Auto estrada de 30 km's que demora 15'

Sem vivaalma. Deserta. Paga-se 2 € para lá e 2 € para cá. Ao fim do mês seriam 80 €. À noite é mesmo melindroso.

 

Dá que pensar: construiu-se uma auto estrada, enterrando-se milhões de euros para aproximar localidades e criar alternativas, mas ela é tão cara que ninguém a usa ... Só mesmo em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:46

A importância de estar com colete refletor

26.07.17

colete_refletor.jpgEstava a vir para a casa e numa rotunda ia presenciando um acidente.

 

Já a cair a noite e sem a iluminação pública ligada, um carro a entrar na rotunda não estava a ver um homem montado numa bicicleta e ia-lhe batendo.

 

Reparei porque quando eu próprio entrei na rotunda, também quase não o via.

 

Porque razão não estava o ciclista com um colete ou roupa refletora? Depois os acidentes dão-se ...

 

P.S.: Muito obrigado a todos pelas sugestões de almofada. Comprei ontem uma no Ikea, dado o feedback positivo. Se correr mal, tento as da Primark. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:41

Cenas de viagem - anormalidades

13.06.17

Esta manhã vinha na estrada para o trabalho e há uma zona em que o limite máximo de velocidade é 50 km/h.

 

Prudente e bom condutor, claro que cumpri o limite.

 

Nisto, ultrapassa-me um carro, por sinal a roncar muito, pisando a linha contínua e começa a mandar vir comigo através do espelho retrovisor ...

 

É com cada cromo ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:49

Turistando por Lisboa

28.04.17

Nesta pausa, estive 4 dias em Lisboa com um tempo excelente. Eis um bocadinho do roteiro:

 

1º dia

Chegamos por volta da hora de almoço, à estação Santa Apolónia. O primeiro dia foi dedicado à visita a pé pela cidade: a baixa pombalina, o Chiado, o passeio do rio junto entre o Terreiro do Paço e Cais do Sodré, os Restauradores, a Praça da Figueira, etc. Estava muita gente para esta altura do ano, mas notei uma cidade renovada, com uma oferta ampla a nível da atividades, comércio e experiências para turistas. Já se vêm muitos edifícios restaurados ou em obras.

18191149_10208860414660125_1729087407_n - Cópia.j

 

18191225_2120568884836051_1111379026_n - Cópia.jp

 

18191298_10208860406459920_801729069_n - Cópia.jp 

18191353_10208860409499996_1156899380_n.jpg

 

18191487_10208860407779953_2117252896_n.jpg 

18191497_10208860401379793_1751071357_n.jpg

18198104_10208860415340142_439282353_n.jpg

18190784_10208860414060110_717810295_n - Cópia.jp

2º dia

Dedicado à visita a Sintra e Cascais. Os valores das "excursões" são exorbitantes, pelo que optamos pelo transporte low cost: o comboio. A linha tem muita má fama, mas no domingo de manhã, nem um único polícia, mas o comboio ia lotado com 99% de turistas. Chegados a Sintra, a fila para sair da estação era bem longa. 

Sintra tem um centro histórico muito pequeno, que se vê rapidamente, mas as visitas à "Piriquita" e à Quinta da Regaleira foram obrigatórias. O Palácio da Pena, já tinha visitado, mas o elevado custo do bilhete (mais a viagem de ida e volta) não nos fez avançar. À tarde fomos a Cascais, num autocarro de "carreira".

É uma cidade muito bonita, cuidada e virada para o turismo. As casas de luxo em cima da praia surpreendem, mas tem um percurso pedonal junto à linha da areia que permite dar belos passeios a apanhar sol. Nota para os abusos dos preços dos gelados nesse caminho! O regresso foi de comboio, numa linha também problemática. Felizmente a viagem foi pacifica e bastante bonita, pois vai sempre junto ao mar. Porém, tenho que criticar o facto de TODAS as estações estarem grafitadas... O jantar foi no emblemático Hard Rock.

 18190836_10208860382859330_1177469550_n - Cópia.j

18155701_10208860397579698_2041309734_n - Cópia.j

18155585_10208860398859730_1709933626_n - Cópia.j

 

18191569_10208860392819579_474420145_n.jpg

18190938_10208860397819704_1744005980_n - Cópia.j

18155663_10208860391819554_1004920782_n - Cópia.j

 

18155565_10208860390939532_678081885_n - Cópia.jp

3º dia

Tiramos o passe de 24 Horas da Carris por 6 €. De facto, vale bem a pena. O dia foi passado a andar de elétrico, nos elevatórios e miradouros. O percurso do Castelo é o mais belo, pois passa mesmo no meio dos bairros característicos de Lisboa. Porém, ir no elétrico durante a tarde é um pesadelo: mesmo com frequências muito curtas, a composição vai sempre lotada e não se consegue ver nada. As viagens que melhor desfrutamos foram as primeiras e as últimas. As carteiras, essas, tinham atenção especial. Jantamos no Mercado da Ribeira, um excelente conceito, que foi criado num local decadente.

18190828_10208860375379143_713166543_n - Cópia.jp

18190894_10208860380419269_1545904404_n - Cópia.j

18190909_10208860407219939_382572704_n - Cópia.jp

4º dia

Dia de regresso em que passamos o dia no Parque das Nações e em Belém.

18198080_10208860379339242_1080351694_n.jpg

18197849_10208860412660075_1533640643_n.jpg

 18191746_2120568728169400_1873882709_n.jpg

Eis algumas notas:

i) os cartões "Viva" da Carris são válidos apenas por um ano, ou seja toca a gastar 1 € a comprar mais um, pois levei um que já estava "inválido".

ii) As barreiras de entrada nas estações de metro/comboio é só mesmo para inglês ver. Não são precisos mais de 2 minutos para ver pessoas a entrar e sair sem passar o cartão. O segurança, numa das estações, nos seus 60 anos, olhava para o lado, fingindo não ver. Estava especado, não está a vigiar infratores. Está sim, a orientar os turistas

iii) Muito se fala das obras que estão a ocorrer na cidade devido às eleições que aí vêm. Nas do Cais do Sodré, foi curioso ver que só havia pessoas de uma raça com a "pá e pica". Foi um exercício de constatação de um facto que a Manuela Frreira Leite também já o disse e que lhe caiu tudo em cima.18155635_10208860417180188_1657172301_n - Cópia.j

iv) Muitos turistas (sobretudo italianos). Para a época do ano em que estamos, estava muita confusão, talvez excessiva.

v) Há muitas lojas de "souvenirs", "supermarkets" e afins, mas quase todos de individuos asiáticos. Isso descarateriza a cidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:32

Ainda as rotundas

05.12.16

Há um mês fiz um post sobre os incumprimentos que vejo todos os dias nas rotundas que passo ao ir para o trabalho e na insegurança e risco de acidentes que isso cria.

 

Chamei xicos-espertos aos infratores.

 

Hoje, o Jornal de Notícias e o Expresso online fazem notícia sobre isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

Cenas de viagem: xicos - espertos nas rotundas

09.11.16

Não, hoje não vou falar dos assuntos do momento: a eleição de Trump e a entrega do piloto (e do circo televisivo montado à volta).

Venho falar de um tema que me irrita todas as manhãs e nunca é demais lembrar: como conduzir numa rotunda.

 

Sou só eu que confronto todos os dias com xicos-espertos que não cumprem as regras e vão pela faixa com menos carros?

 

circulacao-rotundas.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:29

Desmaios no comboio

17.10.16

Hoje, a notícia da campanha anti-jejum nos comboios promovida pela Fertagus fez-me recuar no tempo e recordar que também já desmaiei no comboio quando estudava.

O motivo foi precisamente não ter tomado o pequeno almoço. Saí de casa mesmo em cima da hora, de manhã, e não tomei o pequeno almoço. Vinha em pé, muita gente e deu-me o badagaio.

Acho que esta campanha faz o todo o sentido.

1081067.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal