Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Do fim de semana - trilhos

23.02.20

Não ligo muito ao Carnaval. Nunca liguei para dizer a verdade, nem mesmo em miudo 

 

Domingo, fui fazer um trail gratuito em Pigeiros, Santa Maria da Feira. Nesta zona, há com bastante frequência eventos desportivos organizados por grupos/clubes locais nas freguesias.  Ao longo do percurso consegui tirar estas fotos:

 

Zona de Lazer da Várzea - Pigeiros

IMG_20200223_092549.jpg

 

IMG_20200223_092555.jpg

Nas margens do rio:

IMG_20200223_100012.jpg

Pelos caminhos definidos cruzamo-nos com alguns tanques.

Nesta zona, nas aldeias e freguesias, é muito frequente ver tanques comunitários do antigamente. Alguns ainda são usados.

IMG_20200223_093122.jpg

IMG_20200223_102148.jpg

 

Não fazia parte do percurso, mas junto à meta, que foi no campo de futebol, há um Calvário: uma sequência de cruzes.

IMG_20200223_104428.jpg

Por fim algumas fotos do trilho:

IMG_20200223_084412.jpg

 

IMG_20200223_084743.jpg

 

IMG_20200223_090038.jpg

 

IMG_20200223_103405.jpg

IMG_20200223_103445.jpg

Acho estas iniciativas muito importantes para democratizar e  trazer as pessoas à prática desportiva, limpar  e cuidar de terrenos e trazer dinâmica às freguesias menos habitadas.

 

PS: Este sábado, uma jornalista da TVI acusou o PM de ter sugerido a sua demissão e exercido pressões sobre as suas reportagens em funções anteriores.  Pouco ou nada se falou nem comentou. Porque será?

Será sempre a palavra de um contra a do outro, mas a verdade é que a periodicidade do programa foi aumentada. Onde há fumo, há fogo?

PS II: Num jogo de futebol de juniores no sábado, um jogador de 18 anos de raça negra terá sido insultado como "macaco".  O caso aconteceu no Pedras Rubras. Está a ser averiguada a veracidade do insulto. A confirmar-se, exclusão do futebol é o mínimo a fazer pelo clube e pela Federação.

PS III: O cavaleiro/toureiro/???,  que deixou 18 cães à fome, diz que não os maltratou e veio para casa como se nada fosse, viu publicadas as doenças dos seus animais: "Alguns cães têm uma forte anemia, outros deram positivo a Babesia e/ou Ehrlichia (2 diferentes tipos de febre da carraça). Os 9 cães deram negativo a Leishmaniose e Dirofilariose." Ver aqui O que vai fazer a Justiça portuguesa?

PS IV: Uns jovens morreram a 300 km/h numa autoestrada em Lisboa, num despique de corridas. Que o seu destino sirva de consciência a outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:52

O abanão Marega

17.02.20

Não ligo muito a futebol, mas vamos falar de racismo, de coragem, bom senso e claques.

marega.jpg

Marega surpreendeu tudo e todos, mesmo os que insistiam em não querer ouvir, ao desistir do jogo de futebol (no exercício da sua profissão) em prol de um valor: respeito pela raça e dignidade humana.

Admiro a sua coragem. A coragem a muitos que preferem o silêncio, as queixas sem resultado (apenas multas) ou atitudes igualmente baixas como mostrar o rabo.

O jogador fez muito bem em desistir. Em dizer chega! Podem discordar das suas opções contratuais, mas nunca equipará-lo a um macaco.

 

Esta atitude permitiu despertar consciências e alertar para aquilo que o futebol português se está a tornar: perigoso, dominado por uma elite fanática à procura de tempo de antena.

 

Porém, não dramatizo e acho que somos um país racista.

Não somos.

Nem estamos mais racistas do que há dez ou vinte anos atrás.

 

O futebol em Portugal vive muito de emoção e pouco de razão.

As claques é um tema que dá pano para mangas. A sua intenção é boa: juntar um grupo de adeptos que tem em comum o gosto por um clube.

O que vimos nos últimos meses:

- Uma claque com cânticos a desejar a morte ao adversário, numa alusão ao avião da Chapecoense

- Uma claque a invadir o centro de estágios da sua equipa para dar uma coça nos jogadores

- Uma claque a perseguir o presidente que lhes retira privilégios (se os contestatários que insultaram o presidente Varandas se revoltassem assim com outros temas da sociedade, secalhar estaríamos melhor).

- Uma claque com insultos racistas a um jogador negro

- Duas claques em confrontos provocando uma morte e um pacto de silêncio.

.... e muito mais que não sabemos (ou não há notícias públicas)

 

Estas más consequências e poder são transversais a todos os clubes. Chegou a um ponto que pode deixar de ser benéfico.

 

Hoje em dia, as estações de televisão com dezenas de programas no Cabo, fazem de tudo para ter audiências. Contratam comentadores que se prestam ao papel de incendiários para ter uma avença e se queremos um futebol digno temos de corrigir as várias vertentes.

Não é só claques, campanhas de sensibilização, multas, jogos à porta fechada e comentadores. É tudo ao mesmo tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:25

Balanço de 2019

28.12.19

Seguindo a tradição dos últimos anos, vamos lá fazer o balanço de 2019.

Em geral, foi um bom ano. Mais calmo que o anterior.

IMG_20190428_172314.jpg

- Saúde

Tudo ótimo felizmente. Sem incidentes.

 

- Família

Dentro da normalidade, felizmente. Tudo ótimo de saúde e energia.

 

- Mudança de carro

Adiei bastante esta troca. Quis evitar o recurso ao crédito bancário, por isso adiei, esperando pelo momento e oportunidade certa.

 

- Bélgica, uma boa surpresa

Maio foi o mês escolhido para fazer uma pausa e ir à Bélgica. Um mês sem grandes confusões e um destino com voos baratos. A base foi Bruxelas, sem grande azafama devido às eleições europeias que se realizaram nos dias seguintes. Com uma excelente rede de comboios, visitei Antuérpia, Ghent e Brugges.

 

- Itália, uma tour

Em Setembro optei por Itália. Um destino planeado com alguns meses de antecedência. Comecei em Roma e terminei em Milão, visitando um total de 6 cidades. Uma altura sem confusões e com bilhetes de comboio comprados com 2 meses de antecedência.

 

 

- Coimbra, um regresso

Visitei Coimbra em Maio, num fim de semana. Já não ia lá há mais de dez anos. A cidade pareceu-me parada na "tradição" o que não é necessariamente bom. No mesmo fim de semana, visitei a Quinta das Lágrimas e a Serra da Lousã.

 

- Piodão em família

No primeiro semestre, fomos a Piodão e no regresso passamos pela Mata do Bussaco e a sua fantástica escadaria.

 

- Exercício físico

Depois da cirurgia de 2017, continuei as boas práticas desportivas. Comecei a correr certinho semanalmente com um grupo e fui a algumas "provas". Prefiro chamar eventos. Corro para comer . Tudo na desportiva.

IMG_20191226_132928.jpg

 

- Peregrinação ao S. Bento

Agosto, véspera de feriado. Com uma malta, fomos em peregrinação desde a estação de Braga até ao São Bento da Porta Aberta. 8 horas a caminhar durante a noite. A experiência mais exigente e inédita do ano.

IMG_20190815_071608.jpg

 

- Alimentação

Dei continuidade ao compromisso de reduzir as carnes vermelhas, comer mais vegetais e carnes branca. Procurei também optar por alimentos biológicos e mantive a minha determinação em fugir aos alimentos mais processados.

 

- Redução de consumo e andar mais a pé

Mais consciência ecológica e financeira, fizeram-me ser mais criterioso no consumo. Optei por reduzir os resíduos, reciclar mais e andar mais a pé. 

 

Se 2020 for igual a 2019 já será muito bom!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:44

O Natal a chegar

22.12.19

IMG_20191220_215521.jpg

IMG_20191220_213621.jpg

 

Nestes últimos dias, tem sido uma correria. Devido ao trabalho, jantares de Natal, amigo oculto, ... tenho tido pouco tempo.

A juntar a isto, tem estado este temporal que impede as pessoas de saírem de casa e aproveitar os mercados de Natal, seja para vender, seja para comprar.

 

Esta semana, já adiantei algumas prendas, mas ainda faltam algumas.

Ontem, fiz a última corrida do ano. Fui pela primeira vez à S. Silvestre de Ovar. Consegui fazer em menos de uma hora, os 10 km pela primeira vez. Como já aconteceu na do Azulejo, tornamos a vir com o saco cheio de comida dada pelo supermercado patrocinador. Assim, vale a pena ir a corridas .

Fui de transportes públicos e chamou-me a atenção a pouca iluminação de Natal na zona histórica da cidade. Podia ser do temporal, mas não havia grandes enfeites nem luzes acesas. Tudo muito desconsolado.

IMG_20191221_191727.jpg

 

Dão melhorias do tempo para os próximos dias. Espero comprar o que falta pois tenho férias.

E vocês já têm tudo adiantado?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

Europarque

12.11.19

Provavelmente já irei tarde, mas o Último está nomeado para o Sapos do Ano na categoria de "Opinião". A quem votou em mim na pré seleção, um MUITO OBRIGADO. 

Não vou pedir para votarem em mim, mas sim para votarem. Consultem os blogs finalistas, todos eles muito especiais :)

 

Hoje, vou falar da minha experiência de domingo. 

No domingo fui ao Europarque Running, um grupo aberto e gratuito de corrida nos jardins do Europarque. Apesar da manhã a ameaçar chuva estavam muitos corajosos.

Muito mérito para a dinamização do local que se está a transformar numa espécie da parque verde de Santa Maria da Feira.  Estas iniciativas começaram desde que a CM Feira tomou conta do espaço. Muita gente, com diferentes grupos, permitindo a prática desportiva inclusiva, caminhos e relvados bem tratados. Já tinha ido há algum tempo pela última vez e passados vários meses a iniciativa mantém-se com sucesso. O elefante continua brancos, mas menos :)

IMG_20191110_122022.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

A natação e os afogamentos

16.07.19

water-1018808_960_720.jpg

 

Ao ouvir a notícia de mais um afogamento numa piscina, lembrei-me da convicção que tive em 2016 quando escrevi no blog que a natação deveria ser obrigatória no ensino.

 

Além das vantagens motoras no crescimento das crianças e da prática do desporto (a natação é a modalidade mais completa), permite ao ser humano sobreviver mais facilmente em caso de afogamento. 

Seja no controlo da respiração, seja na habilidade, quantas mortes por afogamento teriam sido evitadas?

 

E note-se que em Portugal, todos os concelhos têm a sua piscina municipal, muitos à boleia dos "fundos europeus" que muitas almas gostam de criticar, mas depois esquecem-se do que estes já pagaram.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

Como dar uso a elefantes brancos

21.03.19

Há dias, a cidade de Braga, onde mora a Maria Araújo, foi eleita o  segundo “European Best Destination 2019”

Uma excelente notícia para o país e para a cidade.

 

Braga é a cidade do cimento, mas também da industria, da tecnologia, das start-ups, do empreendorismo e que contou com o contributo do visionário Carlos Oliveira.

Tem também muitos imbróglios políticos, (más) heranças de Mesquita Machado, um estádio demasiado caro, mas que suscita muito curiosidade e uma estação ferroviária no centro. Beneficia de um centro histórico muito valorizado, de um teatro muito bonito e de avenidas muito cuidadas e floridas. Se a isto juntarmos as Igejas e o recente Forum, conseguimos ver como Braga tem evoluído.

 

O Marketing é muito importante na atração de investimento e de turismo, geradores de riqueza e emprego.

Lembro-me do Fundão (que conquistou a Altran) ou de Vale de Cambra, que institucionalizou o termo "Vale encantado" ou da Lousã, que no cimo da serra tem das fotografias "instagramáveis": o baloiço com a serra no fundo e as letras douradas a dizer "LOUSÃ".

lousa.PNG

lousa1.PNG

Lembrei-me disto porque ainda não tinha partilhado convosco que num destes domingos fui correr ao Europarque. Todos os domingos de manhã, há um evento de treino de corrida e caminhada, com o patrocínio da Câmara da Feira e de um ginásio local. Fiquei admirado com a quantidade de pessoas que lá estava. Já tinha visto no Facebook a popularidade mas não pensei que fosse tanta.

 

Efetivamente, desde que a Câmara tomou conta daquilo, que tem ganho uma nova vida. Não aquela a que foi destinado (não percebo que sentido faz concorrer com a Exponor...), mas o espaço exterior está cuidado, relva cortada, limpinho, um lago catita, um restaurante tranquilo, numa espécie de reconversão do "elefante branco" e chamando a população para lá. Só 2019, já se realizaram vários eventos.

 

Exposições? Congressos? Pelo que oiço não tem havido grande coisa, mas lá que está a ganhar uma nova vida, lá isso está. Atrás destes eventos avulsos e "complementares" podem nascer novas ideias. E ainda bem!

IMG_20190310_105618.jpg

IMG_20190310_110116.jpg

IMG_20190310_110117_1.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10

Desporto

20.03.19

caminho.jpg

Um estudo da Fundação Manuel dos Santos disponível aqui conclui que Portugal é o país da UE onde se faz menos exercício.

 

Ao ver estas conclusões, dei por mim a pensar nos meus hábitos e na minha iniciação ao desporto.

Em miúdo, os meus pais inscreveram-me na natação nas Piscinas Municipais e pratiquei durante uns bons anos. Na escola sempre fui um aluno de "3" a Educação Física e de notas medianas no Secundário. Não tinha, nem tenho perfil para praticar desporto - falta-me jeito e resistência.

 

Comecei em 2013 num ginásio que foi quando engordei. Em 2015, quando mudei de cidade e de trabalho, apercebi-me que muita malta do novo ginásio participava em trails e corridas. Em 2016, inscrevi-me a participei na caminhada de um trail e em 2017 participei em várias provas sempre como amador - numas na caminhada não competitiva e noutras mesmo nos 10 km's.

 
Efetivamente hoje em dia começo a observar cada vez mais tendências que podem contrariar esta má estatística (e futura despesa em saúde):
 
 
- Grupo de corrida e provas
Por todo o lado há grupo de corrida e caminhada gratuitos.
Na minha zona é quase um por freguesia e em quase todos os dias da semana (sobretudo à 5ª f). Por outro lado não faltam circuitos (parques municipais) e aplicações que monitorizam percursos (uso o Strava).
 
Quanto a provas e trails é aos pontapés nesta zona.
Todas as semanas há 2 ou 3.
Neste domingo houve: Corrida do Dia do Pai (Porto), Trilho do Paleozoico (Valongo), GP Albergaria (Albergaria), Meia Maratona de Amarante, treino gratuito com o grupo do Europarque running (Feira) e Running Esmoriz (Esmoriz).  Já disse no blog que esta coisa dos trails e corridas é um verdadeiro negócio...
 
Por outro lado acho muito giro o conceito de trails pois permite às pessoas conhecerem percursos e locais não possíveis de serem visitados de carro, explorar a natureza e manter as serras relativamente valorizadas.
 
 
- Campanhas publicitárias de ginásios
Cada vez agressivas.
Com ou sem período de fidelização, há para todos os preços e gostos. Uns até já têm protocolo com cartões de supermercado. Por outro lado, nascem como cogumelos.
 
- Desporto no feminino
Com cada vez mais campanhas de sensibilização e abertura dos clubes, em particular no futebol, há cada vez mais raparigas federadas e praticar desporto.
 
- Cadeias low cost de roupa
Excetuando as sapatilhas, as cadeias low cost de roupa começam a ter a sua gama de roupa desportiva.
 
Por estes motivos, estou optimista quanto à melhoria deste índice.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:03

Biorace Estarreja

30.09.18

No ano passado fiquei com a curiosidade. Este ano efetivei a inscrição em equipa e valeu bem a pena!

Adorei a experiência.

 

O BioRace de Estarreja tem 10 km, 20 obstáculos, com a particularidade de ser na Ria de Aveiro, junto ao Bioria em Salreu.

Um evento de desporto, espírito de equipa, mas numa zona natural e que merece ser valorizada e explorada.

Os obstáculos são: trepar montes de palha, passar ribeiros cheios de lodo onde a água dá pelo peito e as sapatilhas ficam presas no lodo , rastejar debaixo do arame farpado, exercício de braços, subir e descer paredes de rede, etc

 

Isto é a parte boa. A parte menos boa é o lodo e o cheiro a choco das inúmeras passagens pelos canais da ria. A minha t-shirt vinha cinzenta, as meias irreconhecíveis e as sapatilhas, coitadas, estive 25 minutos a lavá-las.

 

As fotos falam por si :)

Minhas

IMG_20180929_141810.jpg

IMG_20180929_141832.jpg

IMG_20180929_141852.jpg

IMG_20180929_143207.jpg

 Era uma vez uma t-shirt amarela ...

IMG_20180929_180258.jpg

Da organização

42807673_744794259193633_2716742040795742208_n.jpg

42834238_745604865779239_8246284165473894400_n.jpg

42805486_2142608649143784_4013011231412584448_n.jp

 

42920473_2142610715810244_747954948142006272_n.jpg

42834666_745603349112724_8766007472084221952_n.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

A corrida e a queima de energia

11.09.18

Ultimamente tenho ido menos ao ginásio.

Optei pelo pack de duas aulas semanais, que fica mais em conta.

Tanto é que nem tido tido peripécias para contar aqui no blog.

O facto de ao domingo ter ido correr com o grupo de corrida, leva a que sinta menos necessidade de lá ir.

 

Comecei com este grupo onde estão outros conhecidos meus à cerca de 3 meses, mas noto que a corrida me tem feito emagrecer.

De facto, eu ao fim de 5 minutos já começo a transpirar e o facto de ter pouca resistência obriga a um maior "esforço" e queima de energia.

 

Não fui só que notei quando comecei a correr. Quando comentei com o resto do grupo, mais duas pessoas "amadoras" sentiram  o mesmo.

Quanto à questão de pequeno almoço, tenho seguido as sugestões dadas.

20947375_2fuFz.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs Portugal