Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Máscaras DYI

02.05.20

Depois de 38695826 stories patrocinadas no Instagram de pessoas a vender máscaras (a certificação não é requisito), da sms do Continente, Pingo Doce e do Jumbo que só permitem entrar a partir de manhã nas lojas com máscara e da ameaça de multa nos transportes públicos, deixo o tutorial da versão impressa do JN de hoje.

IMG_20200502_192840.jpg

IMG_20200502_192848.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02

Classificados do jornal

26.04.20

orelhinhas coelha.jpg

Nestes dias, tem-se falado entre muitos outros setores afetados pela crise, o da imprensa escrita.

Nestes sábados, tenho comprado o Jornal de Notícias. Além de ser um jornal que o meu pai religiosamente comprava ao domingo, gosto do jornal pelas suas notícias e histórias regionais, por ter jornalistas espalhados pelo país e por ser o único com a direção fora de Lisboa. Tenho reparado e até comentei em casa, que não tem tido publicidade. Mesmo os classificados estão reduzidos a nada. Não está fácil.

 

A Santa Casa de Misericórdia de Lisboa e a Fidelidade resolveram comprar algumas subscrições (e anunciar publicamente que o fizeram, claro!). Verifiquei ambas e pareceram-me equilibradas pois nestas duas seleções estavam todas as editoras nacionais representadas. Se mais algumas grandes empresas o fizessem, seria uma ajuda (claro que existem os argumentos de que os colaboradores podem ficar perdas de produtividade por estarem a ler o jornal no horário de trabalho, etc.. )

A imprensa livre e descomplexada é fundamental para uma população informada. 

 

A propósito de não haver classificados, reparei, por mero acaso , que a secção de "Relax" do JN não tinha anúncios. Coitadas/os das coelhinhas/os, até estas/es foram afetadas/os pelo COVID e, pior, vão ser dos últimos a retomar a atividade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:46

A violência num país que só se foca no acessório

31.01.20

violencia.PNG

 

Os meus temas começam a ser repetitivos, porque há situações que me deixam agastado.

 

Hoje num programa de TV vão ser divulgados vídeos chocantes a denunciar maus tratos a idosos. Não é caso único. Todos sabemos disso. Nalguns não há provas, noutros prefere-se ignorar. São os outros, os indefesos, não somos nós.

No blog falo repetidas vezes sobre a violência doméstica que não é exclusiva de homens para mulheres.

 

Pouco ou nada se faz. A lei demasiado branda, uns media que apenas procuram click bait e show off de circunstância levam a um status quo que agastam. A própria população só se foca no seu umbigo.

 

Esta semana as redes sociais e os noticiários andaram atrás de dois indivíduos que vêm para as redes sociais (André V. e Joacine KM - não escrevo o nome completo propositadamente para não contar para as estatísticas de popularidade) apenas para ganharem protagonismo.

Os temas importantes ficam de lado, porque dá trabalho, não dá audiências nem likes.

 

Enquanto, nós, enquanto sociedade, continuarmos neste show de aparências nada vai mudar, nada se melhora.

Hoje são aqueles velhinhos, coitados, amanhã podemos ser nós.

Espero que após esta reportagem, a justiça apure a verdade e haja consequências exemplares (e que sejam noticiadas!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:18

Breves do Último

05.01.20

- Donald Trump resolveu começar o ano abrindo uma ferida grande  com o Irão. Veremos se não se torna uma infeção...

Não gosto nada desta instabilidade e promessas de guerra.

3 de Novembro haverá eleições. Cabe aos norte americanos decidirem o seu futuro e o do mundo.

 

- Austrália

Os incêndios são sempre um problema na Austrália. Este ano já o foi na Amazónia e agora no outro lado do mundo. Por cá lamenta-se, mas não se fala das causas. Qual o motivo?

 

- Caos na saúde

Muitos anos de desinvestimento (e cativações) na Saúde levam a este caos. Tem de ser corrigido e se passa pela contratação de profissionais que seja feita. Só acho curioso é que antes das eleições não havia problemas. Dois meses depois até agora surgiram os problemas publicamente. A bota não bate com a perdigota.

Na minha experiência pessoal, estive um ano e meio à espera de uma consulta de dermatologia. Inadmissível!

 

- Os media

A SIC anunciou a contratação do ano na semana passada. Depois de Cristina Ferreira, contratou à concorrente Ricardo Araújo Pereira. O filho de Pinto Balsemão anda a abrir os cordões à bolsa, mas com o respetivo retorno em audiências e publicidade.

Já na TVI, uma palavra para Filipa Granel. Com a casa no chão, foi contratada para o cargo que ninguém queria, Como é óbvio não era em quatro meses que ia recuperar a casa. Vem Nuno Santos, um profissional experiente para uma TVI/CM TV que ninguém sabe como vai ser. 

Soube-se também que a Rádio Sim vai acabar. Confesso que não conhecia a rádio. Era do Grupo Renascença, uma rádio que já não oiço há muito tempo, nem está nas minhas frequências do carro. Da última vez que ouvi parecia a M80, isto é, longe da identidade de outros tempos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:57

Mais uma xico espertice

16.11.19

Capturar.PNG

Esta semana uma notícia chamou-me a atenção. Ao clicar, constatei que era exclusiva para assinantes.

Procurei no Google News a notícia e o site do jornal concorrente tinha a conteúdo da notícia resumido numa notícia aberta.

Fiquei a pensar nisso.

 

O modelo de negócio dos jornais digitais depende muito das assinaturas e dos cliques.

Se no caso das assinaturas existe esta espécie de concorrência desleal, põe em causa o negócio de cada um e da industria como um todo. Não me parece nada ética, ainda que refira a fonte e que é um "conteúdo pago". Ora bolas, se um coloca o acesso pago para passado uma hora já ter o concorrente a pôr aberto a resumir a notícia, não faz sentido.

Quanto aos cliques, já critiquei várias vezes a estratégia do clickbait: títulos imprecisos ou inconclusivos para levar o leitor a clicar, muitas vezes saindo as suas expetativas defraudadas. Tudo para mostrar o nº de visitas e pageviews aos anunciantes.

 

Porém, não é só nos medias que esta "xico espertice" acontece. Em muitas outras coisas, uns tentam ficar com o mérito e destruir o outro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:31

A Cristina e a Serena

18.09.18

Cristina Tavares.

cortiça.jpg

 

Este é o nome da mulher cuja Justiça obrigou o seu patrão a indemnizá-la e reintegrá-la na Empresa.

Como vingança, a empresa terá obrigado a laborar nove horas de trabalho sem sair do sítio, a arrumar sacos de 15 a 20 kg e sem acessos a áreas comuns como o WC e o estacionamento.

 

Quem conhece o "patrão" corticeiro português na zona de Santa Maria da Feira, sabe a sua fama de pagar pouco e querer muito, embora não conheça a empresa em concreto e não querer tomar a parte pelo todo. Da administração da Empresa, ninguém deu a cara, atirando o "diretor financeiro" para os jornais, que nega. Onde há fumo, há fogo.

Nas redes sociais pouco se fala.

 

Serena Williams.

Tenista famosa, acusou o árbitro de sexismo e discriminação, quando os factos que deram origem à punição prevista nos regulamentos foram confirmados.

As redes sociais estouraram, aparecendo logo os extremistas.

 

Dois pesos e duas medidas para duas situações que são diferentes, mas que colocam a sociedade nos extremos. Num de crítica, noutro de indiferença. 

Porque é que aqueles que saltaram a criticar a tenista, agora não postam a defender a fragilidade de Cristina? Quantas mais trabalhadores sofrem estes tipo de assédio/bullyinhg e não fazem notícia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:02

Este anúncio é (mesmo) do IEFP

26.09.17

Ontem fui ao supermercado e estavam a distribuir um jornal regional. Houve um anúncio nos classificados que chamou a atenção.

iefp.jpg

O IEFP pagou para publicar vários "anúncios" de emprego. Várias questões me assaltam:

 

- Faz sentido o IEFP (organismo público) pagar a jornal (organismo privado), com os meus impostos, um anúncio para vários empregos?

- Será inocente um anúncio destes na véspera de eleições autárquicas?

- Será que existe tanto défice de oferta que não haja ninguém para empregado de mesa?

Não estamos propriamente com desemprego zero para não se encontrar ninguém nesta zona para estas vagas que justifique um anúncio, pago, num jornal?

- O que será um "ajudante familiar"?

- Todas estas profissões exigem pouca literacia. Algumas são mais técnicas (costureiras, por exemplo), mas para nenhuma é necessário licenciatura... A ideia que tenho é que os empregadores recorrem mais ao IEFP para profissões menos qualificadas, onde há mais desempregados e onde conseguem mais apoios. Mas ainda assim não percebo a necessidade de pôr (e pagar) um anúncio no jornal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:54

O provincianismo em torno de Madonna

20.09.17

Fala-se da Madonna como se fosse a última coca cola do deserto.

 

Ontem, o noticiário da SIC fez uma longa reportagem, qual TV 7 Dias ou TV Mais, com os sítios onde Madonna já foi em Portugal, num estilo voyeurista e para encher minutos. As redes sociais, por sua vez, diabolizaram a cantora por ter os filhos a pisar a relva de um jardim nu. Este site do Jornal de Notícias e as suas fontes não identificadas até foi mais longe...

 

Que país é este que se preocupa com estas questões pequeninas e engrandece estes minutos da atenção mundial, quando:

- somam-se casos de nomeados políticos que tiram o curso por equivalências profissionais e resolvem o caso com demissões

- os grandes cargos da economia portuguesa são ocupados por convite a filhos ex- primeiros ministros

- fazem-se milhões de euros em donativos para vitimas de incêndios e ninguém presta contas, nem como são aplicados e que auditorias há ao que já foi aplicado

- se rouba armamento do exército do país e não se encontram culpados e nem se encontra o mesmo

- somam-se os casos de ataques de cães de raça perigosa e a legisalção preventiva  tarda a entrar em funcionamento

- como muito bem refere o Pedro, a falta de civismo dos outros não é condenada e se fecha os olhos. 

 

Será provincianismo? Hipocrisia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58

Ainda as rotundas

05.12.16

Há um mês fiz um post sobre os incumprimentos que vejo todos os dias nas rotundas que passo ao ir para o trabalho e na insegurança e risco de acidentes que isso cria.

 

Chamei xicos-espertos aos infratores.

 

Hoje, o Jornal de Notícias e o Expresso online fazem notícia sobre isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

Acordar de manhã e ver fotos de vómitos

07.11.16

Todas as manhãs, costumo chegar mais cedo ao trabalho, ler o Sapo Jornais e dar uma vista de olhos nos sites dos jornais.

 

Esta manhã, um site desportivo apresentava a foto do guarda redes do Benfica a vomitar no jogo contra o FC Porto. Pior, com zoom no vómito. Uma foto que tinha tanto de sensacionalista, como de escusada. Que necessidade tem o leitor de ver a foto do vómito na home page do jornal logo às 8h50m?

 

Menos mau, mas também caricato, é ver o look escolhido pela Judite de Sousa esta noite no Jornal das Oito (faz-vos lembrar alguém que recentemente também deu nas vistas na TVI?):

CwsI4j5XcAEeoi8.jpg large.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs Portugal