Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais um perigo para a democracia

25.02.21

IMG_20200215_135101.jpg

Como cidadão português, achei que era mentira a notícia porque é muito grave.

Mas não, é mesmo verdade. A própria Ana Catarina Mendes, dirigente do partido poder, num misto de arrogância e ressabianço, confirmou.

 

Os partidos do poder, PS e PSD, negociaram às escondidas e no auge da pandimeia uma nova lei autárquica que dificulta a candidatura de movimentos independentes. Resumidamente:

- O movimento independente não pode usar a mesma sigla e nome à Câmara e às Juntas de Freguesia

- A recolha de assinaturas multiplica-se pelos órgãos de poder (podendo até superior às necessárias para formar um partido)

- Não se pode usar o termo "coligação" nem "partido".

- Retira acesso a subvenções públicas

 

Estas alterações são um atentado para a democracia e nunca foram pensadas no eleitores. Parecem até ser feitas à medida para impedir Rui Moreira de se candiatar À CM Porto. Felizmente, este tem placo e poder para contestar esta aberração democrática. Vemos um PS e PSD egoístas, cegos pelo poder e sobretudo ressabiados por Rui Moreira ter recusado e prescindido do apoio dos seus partidos. Olha a ver se quando é dos eu interesse, se não se alinham.

 

Em vez de andarmos tão procupados com a Cristina Ferreira, em criticar Donald Trump e tão atentos ao Chega, devemos olhar para estes atentados democráticos e umbiguistas. São estas leis que afastam os cidadãos da vida ativa e põem em perigo a sociedade. 

Já o disse e repito: como cidadão continuo muito preocupado com o projeto para o país que o PSD, partido da Oposição, nos apresenta. Ideias cada vez mais perigosas - esta é só mais uma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

A fatura da pieguice chegou

08.02.21

IMG_20200724_111932.jpg

Não deixa de ser irónico que o mesmo país que há oito anos atrás escorraçou os seus licenciados para a emigração, esteja agora a recorrer à ajuda de médicos e enfermeiros alemães para o acudir.

 

Já o escrevi aqui: uma das maiores desilusões para um recém licenciado no seu 1º emprego de 23 anos foi ouvir os seus governantes a promoverem a emigração para quem ambicionasse um salário e condições de vida razoáveis e para não serem "piegas".

O discurso infantil e irresponsável teve consequências: uma fuga de talentos e em plena crise, precariedade e sujeição ao que havia. Nestes dias pagamos a fatura. Ela viria e chegou: Janeiro e Fevereiro de 2021.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

Vergonha na ordem de vacinação

04.02.21

IMG_20190331_113052.jpg

 

Tenho tentado abstrair-me das notícias (seguindo até as sugestões de algumas pessoas da blogosfera), mas não posso deixar em claro a vergonha que sinto com todos aqueles que tentam passar à frente dos outros na vacinação. Servem-se cunha, de amizades, de influência e não há punição.

Parece um país anárquico, que é tal e qual como os vícios que nos pintam.

Havia quem achasse que vínhamos melhores pessoas deste confinamento.

 

Não, não viemos.

Já o tinha escrito quando houve as manifestações racistas e extremistas e agora está outro caso.

Olhamos para 1º eu, 2º eu, 3º eu. Vamo-nos servir do amigo médico para passarmos à frente dos outros. Afinal, o que é que pode acontecer ? Nada, como se vê.

Provavelmente irei ser dos últimos a ser vacinado, na minha vez. Sou saudável, jovem, não tenho cunhas nem tenho influência económica e ainda por cima em teletrabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:05

Olha o xico esperto na vacinação

25.01.21

Com o aparecimento da vacina, já se estava que ia ver o xico-espertismo saloio.

O presidente da CM de Reguengos de Monsaraz aproveitou-se de um dos múltiplos cargos públicos que ocupa para passar à frente do resto das pessoas e se vacinar antes do tempo aqui. Este cidadão ainda por cima, foi objeto de severas críticas e desleixo na gestão que fez do vírus precisamente do lar que preside e que resultou em várias mortes.

Punição? Nenhuma, dado continua aí a prevaricar ainda mais.

 

A desculpa é o cargo que ocupa no lar. É o presidente (não é o auxiliar/geriatra), como se isso fosse desculpa para infringir as regras... Não acredito que ele anda diaramente a frequentar as instalações e a visitar nem a cuidar dos velhinhos. Para quem achava que vínhamos melhores pessoas depois da pandemia, cá está mais um exemplo de que não viemos!

 

Este é o exemplo que fere a dignidade do nosso país: a impunidade, as influências e o xico espertismo.

Mais um péssimo exemplo da classe política. É isto que contribui para a abstenção e para o aparecimento dos "Chegas" desta vida.

 

Já que falamos dos vícios da nossa sociedade, no blog sempre condenei violência. Por essa razão, condeno o que fizeram ao candidato André Ventura em Setúbal. Independentemente de não partilhar com algumas ideias, não pode ser atacado da forma como foi. Não é um exemplo democrático. E já agora, se os mesmos indivíduos/grupos que atacaram Ventura, tivessem atacado MRS, a cobertura mediática de ignoração seria a mesma?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:18

José Guerra, compadrios e aldrabice - que consequências?

09.01.21

Fiquei envergonhado com a aldrabice e mentira com que mostramos aos outros países europeus como funcionam as "cunhas", os compadrios e o tráfico de influências em Portugal.

 

No caso do procurador José Guerra, o Estado português, em consciência e com intenção, optou por falsificar o currículo de procurador, acrescentando e inventando atributos, cargos e trabalho falsos para justificar a escolha.

 

Em detrimento, ficou a competência de outra procuradora que tinha sido primeira opção eleita por um órgão independente.

facebook.PNG

 Duas considerações:

- Este cenário ganhou importância e ainda mais gravidade por vir da Justiça e por nos expor à Europa

- estou convicto que não foi o primeiro nem será o único caso para cargos públicos onde a competência e mérito são preteridos às influências, compadrios e favores partidários.

 

Assim, toda a Europa ficou a saber o que é uma prática comum em Portugal e com isto houve apenas uma demissão, mas terá sido a pessoa correta? Quem ordenou esta falsificação foi demitido? Como diria, alguém depende do partido que o pôs lá ...

Seja como for, é uma vergonha que não é exceção!

Mas o que mudará daqui para a frente?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02

Apontamentos

28.12.20

Agora que o Natal passou e depois do choque a chacina que já escrevi na Azambuja em que mais uma vez o poder político e económico não parecem devidamente distanciados, gostava de comentar mais coisas dos últimos dias:

 

i) O Brexit e COVID no Reino Unido

As imagens são impressionantes. Em pleno 2020 uma fila interminável de motoristas para entrar no Reino Unido com fronteiras fechadas.

Uma enorme indefinição quanto ao Brexit (e antecipação de compras) e um país em pantanas que parece bloqueado sobre si próprio. Não invejo quem é motorista (será que o "sindicato" que organizou a crise dos combustíveis no Verão em Portugal vai fazer o mesmo?). Estes motoristas estão sozinhos, isolados e até sem coisas básicas como comida e wc. Como será quando as coisas começarem a faltar nas prateleiras dos britânicos ou às industrias essenciais da economia britânica o bloqueio manter-se-á?

Btw, será coincidência que este bloqueio surja na mesma altura que as vacinas?

 

ii) Não gosto muito de falar destes temas no blog. Houve um militar da GNR que perdeu parte do intestino ao cumprir a sua missão de polícia - prender um ladrão. Lê-se que nem o colete anti bala comprado pelo próprio impediu este desfecho e que há receios de represálias e foram visto individuos armados a rondar a casa do ladrão.

Parece que há inversão da ordem pública. As melhoras ao homem que ficou com o Natalestragado e o 2020 marcado.

 

iii) Muito se comentou a entrevista de João Adelino Faria ao André Ventura. Eu vi a entrevista e acho um exagero as críticas feitas. Parece que quem confronta AV é mau jornalista e acho que não é inocente esta vitimização nas redes sociais. O que faço é pensar pela minha própria cabeça e não ir na onda.

 

iv) Sobre os procedimentos do SEF, já muito foi escrito e criticado. Agora, o que não pode acontecer é haver prevaricadores que não cumprem as regras e depois vêm para os jornais queixarem-se do "excesso de força" da polícia. 

 

v) Chegam-nos notícias que houve censura na China na abordagem às notícias do COVID-19. Surpresa?

Por falar em COVID, então o local de armazenamento da vacina é secreta e a Ministra da Saúde convoca para lá fisicamente os jornalistas?

 

vi) No sábado mais um relato de terrorismo de maus tratos de idosos num lar em Portugal. O mesmo cobra 1.400 euros aos utentes e não lhes dá banho, não lhes troca as fraldas durante um dia inteiro, nega a chamada do 112 e a assistência médica. Uma vergonha de quem trata o ser humano como um objecto. Punições exemplares com prisão é o mínimo por este atentado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47

Morte dos animais na Azambuja

26.12.20

O repúdio foi geral e depois do mal estar feito, cancelou-se a licença de caça (muito bem!) e o Ministério Público vai investigar (muito bem!).

Porém duas reações a quente merecem o meu comentário.

 

- Uma a criticar ferozmente o lobby da caça, sem se saber se foi uma "mera" caça. Não é por acaso que a caça ao javali por exemplo é permitida e há alturas do ano determinadas. O que tem de ver é a razoabilidade para o meio ambiente da caça e isso deixo para os técnicos.

 

- A segunda a prontidão com que o Ministro do Ambiente desligou a relação entre esta assassinato e os interesses económicos envoltos da construção fotovoltaica.

O Ministro armou-se em juíz e isso levanta muitas dúvidas.  Como é que passado 1 dia, ele sabe que não há relação causa-efeito?

Não apreciei esta pressa. Só depois da investigação se pode saber.

Deve haver independência entre o poder político e o económico. Nesta reação não houve!

 

- Passados uns dias, quando se levanta o tapete, além do estudo do impacto ambiental da influência destes animais nos interesses económicos dos promotores, começam a surgir até dúvida do destino da carne dos animais, até dos elevados  valores pagos pelos caçadores (7 a 8.000 €) e do nº de animais já mortos em Portugal pelo "grupo".

Diz o povo "onde há fumo, há fogo".

Que se investigue tudo o que se passou os culpados sejam punidos. Pelo sim, pelo não, a central fotovoltaica deveria ser suspensa no sentido de servir de exemplo.

 

Por último, somos sensíveis a este crime como fomos com os cães de Santo Tirso, mas o nosso SEF matou um homem estrangeiro no aeroporto de Lisboa. Terão todos reações coerentes?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31

Aproveitamento da morte de Sara

07.12.20

Ontem recebemos a notícia de mais um acidente mortal na estrada. A particularidade foi o facto de ter morrido uma jovem com o apelido mediático. Ontem também morreram 90 pessoas de COVID - será que alguma se chama "Carreira"?

 

Eis o que penso sobre isso.

 

- Uma morte lamenta-se sempre, mas quando é de uma pessoa com 21 anos custa mais. Porque contraria a lei natural da vida e porque tinha uma vida pela frente. Como a qualquer família, seja Silva ou Carreira, é uma dor horrível. Não sei o que é morrer um filho, mas deve ser um vazio atroz, muito atroz.

 

- Procurei e não encontro informação sobre a velocidade que o carro ia.

Será que algum dia vai ser pública?

 

- Ontem piquei duas vezes em zapping a CMTV à tarde. Numa das vezes estava Herman José a falar, na outra um cantor chamado Leandro. A estação ocupou a sua tarde a explorar a dor alheia. 

É aquele momento em que todos se solidarizam e fazem questão de o mostrar.

Tenho dúvidas quanto à ética desta programação dado que a Cofina é ressabaida e perseguidora de todos os que compraram a TVI há semanas. Além de Cristina Ferreira, também Tony Carreira entrou no negócio...

Vejo agora, que foi líder de audiências. Ou seja, compensou-lhes a "emissão especial"... Mal esteve quem lhe deu audiência e quem lhe deu conteúdo, procurando aparecer com o seu depoimento.

 

- Marcelo Rebelo de Sousa

Critiquei o protagonismo que deu a Pedro Lima e critico agora novamente. A jovem de 21 anos nada contribuiu para o país para ter os lamentos personalizados do Presidente da República (a nota de pesar foi no site oficial da Presidência). Todos os dias morrem pessoas na estrada, agora de COVID e muitas delas vítimas de incompetência de médicos em hospitais. Não faz sentido, em véspera de eleições, esta marcação de terreno.

A mesma crítica se estende a Marques Mendes - quantas vezes terá ouvido um concerto do pai Tony?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52

O complexo da transparência

27.11.20

Li este post de um presidente de câmara e fiquei a pensar ...

espinho.PNG

Porque é que a política e gestão de um bem público tem de ser feita de forma "discreta e silenciosa"? Não fui eu que escrevi, foi o próprio presidente que usa a sua página pessoal do Facebook para justificar à população que representa as suas decisões, quem escolheu estes adjetivos.

 

Eu acho que às vezes os políticos se esquecem de que estão a representar o povo e lhes devem explicações. 

Não sou eleitor nesta cidade pelo que posso dizer que este post ressabiado em nada apaga o arboricídio cometido pela cidade em nome de ciclovias eleitoralistas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

Concorrência na sua pureza

10.11.20

concorrencia-direta-indireta.jpg

As operadoras de comunicação - NOS, MEO e Vodafone decidiram ao mesmo tempo aumentar o preço dos seus serviços de Net+Telefone+TV 1 €.

As três exatamente com o mesmo aumento, para o mesmo valor, ao mesmo tempo.

Em 2015, quando subscrevi o serviço, o preço era 25 €.

Em 2020, o preço é 30 €

 

A conta é simples: aumentou 20%

Neste aumento a capacidade de download/upload baixou 70%!

 

A inflação certamente não andou por estes valores e muito menos em 2020. Os salários também.

Onde anda a Autoridade da Concorrência? Está o consumidor protegido? 

A notícia sai aqui. Ainda não vem na minha fatura, mas já fui aos sites das operadoras confirmar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.