Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O assédio

23.04.22

IMG_20210523_100840.jpg

Se há tema controverso é o do assédio.

Esta semana, vi que um professor foi expulso da FEP devido a acusações de xenofobia, assédio, .... Conheci-o, foi professor, não tenho nenhuma história para contar, mas surpreendeu-me algumas acusações. Os exemplos dados pareceram-me mais graçolas sem piada do que propriamente assédio e quem conhece os corredores universitários sabe que há jogos de poder. E nesses jogos, uma gota transforma-se num oceano com gente ressabiada se for para ajustar contas do passado. Sobretudo quando este foi candidato a alguns órgãos de faculdade afrontando alguns catedráticos.

 

Já agora, gostava de saber se os mesmos alunos de jornalismo que se queixaram, também fizeram queixa à ERC pelo programa da TVI pelo programa "Roast" com graçolas racistas ainda piores... Ah, a TVI é futura empregadora desses mesmos queixosos...

 

E leva-me a perguntar o que é o assédio?

Diz o dicionário "perseguir com insistência, molestar, importunar" . Um dos posts com mais visitas no meu blog é um onde reflito se olhar para uma pessoa do sexo oposto é assédio. A resposta é sempre subjetiva e é sempre, depende! Depende se importuna ou não.

 

Se queremos levar o assunto a sério, não podemos banalizar e não podemos dizer que um homem olhar para as formas de uma rapariga é assédio só porque sim. Ou vice versa. Depende de como a outra pessoa vê se olhar e quão intruso pode ser.

 

Na Faculdade de Direito de Lisboa, denúncias foram feitas, umas mais graves que outras. As pessoas têm o direito de se sentir importunadas com mensagens privadas de professores com segundas intenções. Bem como têm o direito de se sentir assediadas quando há insinuações sexuais de um professor para aprovar uma aluna.

Até porque há um desequilibro de poder: o professor avalia os alunos e pode reprová-los. Quanto aos arquivamentos de processos, não me surpreende muito por uma razão: há interesses entre professores na obtenção de apoios a eleições e promoções na carreira. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

A solidariedade dos incêndios de 2018 - ignorada nas notícias

06.03.22

IMG_20210606_100954.jpg

Em 2018, escrevi aqui no blog e nos comentários de outros bloggers, que não iria contribuir com um cêntimo em ações de solidariedade para as vitimas dos incêndios que assolaram o país.

Se o fizesse seria ajuda direta a quem conhecesse e com as minhas próprias mãos.

Infelizmente, os meus receios de fraude confirmaram-se.

 

Foi um dos maiores flagelos nacionais e foi precisamente, por insistência de Marcelo Rebelo de Sousa na sequência dos mesmos, que António Costa substituiu a então ministra da Administração Interna por Eduardo Cabrita. Mais uma herança ... 

Na altura, desconfiei se os fundos angariados em concertos, linhas de chamadas de valor acrescentado, isto e aquilo iriam chegar a quem precisava.

 

4 anos depois e quando as atenções estão todas viradas para a Guerra da Ucrânia, foi divulgada as conclusões de uma auditoria do Tribunal de Contas que nos deve encher a todos de vergonha.

 

Fraude, lesão do erário público com uma baixa taxa de execução, xico espertismo tuga de aproveitamento de fundo em moradias de 2ª habitação e uma enorme opacidade na aplicação de fundos. Não surpreende e vem mostrar duas coisas: i) fiz bem em não contribuir e ii) porque nos afundamos no rankings de transparência e níveis de corrupção no país.

 

Ouvi na Antena 1 uma notícia mais desnvolvida, mas na internet encontro apenas esta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49

Cartões da CP (post de 2021)

26.12.21

cartão siga cp.jpeg

Já escrevi sobre este tema em 2019 e vou repetir porque continuo com as mesmas críticas sobre a burocracia da CP nos comboios suburbanos do Porto. Passaram-se dois anos e nada simplificou.

 

- Os cartões da CP continuam com a validade de apenas um ano.

Custam 0,50 € e apesar de ter um na carteira não o pude usar, tendo de comprar um novo. Não fico mais pobre pelos 0,50 € mas não faz sentido esse desperdício burocrático.

 

- Continua a não ser possível pedir fatura com contribuinte nas máquinas automáticas.

Quem quiser, tem de se inscrever num site e colocar os dados do recibo para depois receber a fatura por email. Surreal...

 

Numa era tão tecnológica, porque não poder comprar os bilhetes através de uma app? Porque não adaptar os leitores do cartão Andante aos QR codes agora tão na moda?  Porque não simplificar a vida (e a carteira) dos utentes?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27

Os mais fortes e os mais fracos

03.12.21

IMG_20200926_134840.jpg

O jogo Belenenses SAD- Benfica é paradigmático do estado em que país está e de como a vida é. Não me vou debruçar sobre táticas nem cores clubísticas, vou ver o jogo de outra forma.

 

Numa competição profissional de uma industria que movimenta milhões, entram 9 contra 11. Os 9 eram da equipa mais fraca contra os 11 da equipa mais forte.

- Naturalmente que o mais forte goleou o mais fraco. Apela-se muito ao fair play, criam-se cartões brancos, mas na hora da verdade, o mais forte não quer saber disso. Quer é ganhar a todo o custo. E assim foi.

- O regulador, a Liga, que é quem organiza o campeonato permitiu que isso acontecesse. 

- Num jogo de passa culpas tão típico em Portugal, ninguém as assume. Morre sempre solteira. É assim em Portugal, sobretudo quando beneficia os mais poderosos. O jogo realizou-se inexplicavelmente e mesmo assim ninguém faz o correto: anular o jogo.

- Pelos vistos não há ainda um protocolo definido um ano e meio depois para casos de COVID num plantel. Os presidentes foram tão exímios em manter uma luta conjunta com direito a almoço de leitão na Bairrada com as televisões chamadas ao restaurante e o mais importante que é definir regras, não o fizeram.

- Os jogadores não estão isentos de culpa. A partir do momento em que sobem ao relvado e aceitam jogar estão a compactuar com esta injustiça. Não é profissionalismo, é cobardia.

 

E assim,  continua tudo na mesma. Os mais fortes a calcar os mais fracos e não se passa nada.

Tudo errado aqui.

Por fim uma nota para um disparate que ouvi. Um dos paineleiros do costume, na CNN Portugal (pouco ou nada mudou face à TVI 24 - muito futebol só com triquisses) disse que chamar este episódio, página "negra" do futebol português era racista!!!! Está tudo louco? E branquamento de capitais é insulto aos caucasianos? 

Eu bem digo que viemos piores da pandemia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02

Experiências de compra online - Nov 21

10.11.21

showrr.PNG

 

Este mês fiz anos.

De uma conhecida marca de vendas privadas francesa, recebi um voucher de 10 € para compras superiores a 20 €.

Cativou-me o desconto de 50%.

Não preciso de nada em concreto, mas fui dar uma vista de olhos aos calções de desporto. Gostei de uns, seleccionei e no momento da entrega, verifiquei que apenas tinha a opção de "domicilio" e o valor dos portes é 10 €. 

Um absurdo! O que ia poupar no produto iria gastar na mesma medida nos fretes.

Além disso, não gosto da entrega do domicilio porque nos obriga a estar em casa e o carteiro nem sempre toca à campainha.

 

Verifiquei depois que existe uma opção de entrega "rápida" nalgumas "lojas" que permite ao consumidor levantar o artigo num ponto pickup ou CTT mediante o pagamento de 4 €. Ao ver que marcas estavam abrangidas pela "campanha", pouco me interessou com exceção de uma marca de roupa em que o preço mais barato eram uns boxers+meias por 23,90 €. Deduzindo o desconto de 10 € e somando os portes  ficaria em ... 17,90 € - excessivo para o que é.

 

Não gosto de gastar dinheiro por gastar e nestas condições, não aproveitei a campanha. Ninguém dá nada a ninguém. 

Pelo menos a mim não interessou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

Os negacionistas

18.09.21

IMG_20180617_121152.jpg

Uma coisa é discordarmos de uma medida governativa.

Outra coisa é anarquia, selvajaria ou hooliganismo.

 

O que vejo nos negacionistas são pessoas que não medem o bom senso. 

Vi um juiz com um discurso medieval (quando havia classes sociais) a destratar polícias. Fiquei com a dúvida que se não fosse um juiz e fosse um adepto de futebol ou um mendigo, a reação seria a mesma... mas os próprios polícias devem ter ficado tão parvos como nós, comuns cidadãos, a ver tal disparate.

Vi uns anarquistas a insultar um cidadão enquanto este almoçava tranquilamente com a sua esposa num restaurante. Insultos gratuitos, ameaças e uma selvajaria sem qualquer razão de ser. O vídeo apareceu de imediato.

Vi novamente uns anarquistas a tentar agredir o cidadão responsável pela task force durante os diretos nas televisões.

 

Já não estamos a falar de opiniões diferentes. Estamos a falar de comportamentos que começam a ser perigosos e põem em causa a segurança dos cidadãos, havendo já, parece-me, outras intenções implícitas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:45

Intolerância

25.07.21

Duas coisas chamaram-me a atenção este fim de semana.

 

i) a agressão de dois membros do partido CH a um ex-homossexual em Viseu e a reação absurda do seu líder AV.

Em vez de condenar o óbvio, justifica as agressões gratuitas culpando a vítima pela sua opção sexual.

Deixo aqui o print-screen para não acharem que estou a mentir. Teria razão se tivesse havido provocações ou vitimização mas não foi o caso.

Mais uma vez, omito propositadamente os nomes para não entrar nas estatísticas de popularidade nos motores de busca.

Capturar_AV.PNG

 

Não percebo esta sociedade cada vez mais intolerante, agressiva e radical. O pior é quando vemos coligações políticas de toda a direita com estes partidos preconceituosos.

 

ii) Boaventura Sousa Santos foi indigitado para presidente da Conselho Nacional de Ética.

E quem é que nomeia para o Conselho?  O seu ... filho. Ver aqui

Chegamos à república das bananas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:44

O RIbadouro - II

20.07.21

21444917_5Z6f5.jpeg

 

A diretora pedagógica do Colégio Ribadouro foi suspensa dois anos e o colégio forçado a encerrar por um devido ao empolamento de notas do ensino Secundário

 

Surpreende alguém? Ninguém.

 

Toda a gente sabe que quiser ir para Medicina, o ingresso no Colégio Ribadouro no Porto é uma importante ajuda. Um ensino muito orientado para o exames e confirma-se agora que empola as notas nas restantes disciplinas.

Já tinha falado disso aqui há dois anos atrás.

E o que foi detetado:

  • Pautas afixadas com classificações finais diferentes das que tinham sido aprovadas pelos conselhos de turma,
  • Dispensa de frequência das aulas de Educação Física sem qualquer justificação,
  • Classificações anormalmente altas a Educação Física, com turmas inteiras a receber notas de 19 e 20 valores,
  • Aulas contabilizadas mas que não foram nem sumariadas nem assinadas,
  • Incumprimento sistemático de procedimentos obrigatórios na avaliação
  •  

É por esta razão que eu defendo os exames. É a forma possível de garantir alguma equidade dos alunos. 

Se os pais que pagam a mensalidade, anseiam por estes atropelos é saudável e justo que haja punições para o xico espertismo dos que acham que o dinheiro tudo justifica e tudo compra. Mesmo que isso signifique injustiças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:53

Há coisas para as quais há sempre dinheiro

10.06.21

IMG_20210414_153504.jpg

Sobre a nomeação de um comentador com doutoramento em Ciências Sociais e Políticas para organização das comemorações de 25/Abril por um ordenado chorudo, manda a razoabilidade avaliar:

- se a pessoa tem competência técnica para assumir a função.

- se a remuneração é justa para o trabalho  e horizonte temporal que vai ter.

- se são mesmo necessários tantos "assessores" para o trabalho.

 

Desconheço as aptidões do senhor em causa, mas vai de encontro ao que sempre escrevi: para assessorias e estudos há sempre dinheiro. Pode não haver para fazer uma paragem de autocarros, pavimentar uma rua, ajeitar o telhado de uma escola, mas para "Honorários" e "Trabalhos Especializados" há sempre. 

 

Se nós formos ver as nomeações políticas de outros "assessores" [jotas] de necessidade dúbia também verificamos que as remunerações estão muito acima da média. 

 

PS: Foi gravíssima a denúncia feita pela CM Lisboa ao Governo russa dos dados dos manifestantes anti regime russo. Se Fernando Medina estivesse menos ocupado em ir a correr para a TVI24 comentar e dar o seu show-off talvez pudesse estar no terreno a tomar decisões. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:20

Os prémios do Novo Banco (2021)

14.05.21

Texto publicado a 12 de Maio de 2020

A 14 de Maio de 2021, a opinião é a mesma.

Somos tão céleres a entrar a despiques nas redes sociais pela Cristina Ferreira, a entrar em manifestações por causas racistas dos Estados Unidos, mas tão passivos com a realidade nacional. Mesmo que nos saia do bolso

 

Os prémios do Novo Banco (2020)

Os prémios de desempenho atribuídos pelas empresas servem para premiar os funcionários mais competentes. Seja pelo atingimento de metas individuais ou pelas metas da empresas (geralmente vendas e resultados).

 

No caso do Novo Banco foram 2 Milhões a Administradores o que levanta indignação pelo facto de:

- o Banco estar a ser intervencionado com dinheiros públicos,

- estar semi privatizado (Lone Star),

- o atual contexto de privação de fontes de rendimentos de muita gente,

- o próprio banco ter prejuízos de 1.058 milhões de Euros (!!! - um poço sem fundo).

Mesmo com este montante a ser pago em 2022 e mediante certas condições - alguém acredito que eles não serão pagos?

 

Se os subsídios públicos já estavam contratualizados, a mim causa-me desconforto a dimensão dos prémios para a realidade portuguesa. Se pode haver mérito na execução de objetivos comerciais e métricas económico-financeiras, é imoral quando tantos portugueses estão em lay-off, desemprego e com corte de vencimentos, dar 2 Milhões de Euros de prémios com dinheiro dos impostos. Não sei quanto vai caber a cada um (entre executivos, não executivos e afins), mas pouco não será.

 

Parece um tacho onde todos comem e ganham, com o povo português a pagar.  Não seria solidário pela Administração abdicar de parte desses prémios?  Não diria da totalidade porque é justo que recebam pelos objetivos atingidos, mas valores razoáveis e morais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.