Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Como legitimar os Bolsonaros que por aí andam?

01.11.18

image.jpg

 

Fomos surpreendidos com a foto de Isabel Moreira a pintar as unhas no Parlamento.

Não posso concordar esta atitude, por ser no local que é e a desempenhar as funções que tem.

 

Um deputado tem nobre arte de representar o povo. De comandar os seus destinos, fazer as leis de um país.

 

É eleito porque está nas listas de um partido, sem que individualmente o possamos excluir porque não gostamos dele, sendo o seu salário é pago com os nossos impostos.

O que se pede é que seja reto nas suas atitudes. Neste caso, é inaceitável o que se sucedeu.

 

Tive o cuidado de ir ao Facebook da deputada ver se havia algum pedido de desculpas, mas não.

Atacar a oposição com proviocações baratas deve render mais likes.

 

E estamos a falar de uma deputada que, e bem, deu a cara na manifestação contra a decisão absurda do Tribunal do Porto que absolveu os violadores de uma jovem inconsciente na noite portuense (não sei quem ganha as viagens, no entanto ...).

 

Esta arrogância e desrespeito da filha de Adriano Moreira, põe me causa as instituições, a democracia e são atitudes destas que fazem legitimar os Bolsonaros que por aí andam. Dá aso a movimentos populistas e esta senhora está a dar os argumentos (e fora o que as fotos não captam).

 

P.S: Ontem um decisão exemplar contra os maus tratos a animais. Uma crueldade, com desculpas de que não tinha dinheiro para o veterinário. Acresce que o criminoso faltou à audiência estando foragido, mas defendeu-se ... num jornal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06

Os brasileiros escolheram Bolsonaro

28.10.18

Bolsonaro.png

Ninguém o impôs e os brasileiros escolheram o seu destino: Bolsonaro.

O futuro do Brasil é agora uma incógnita e muita coisa vai mudar, disso não tenho dúvidas.

 

Quem o elegeu pretende uma mudança do estado das coisas: essencialmente o fim da corrupção e a redução da criminalidade.

Não acredito que as posições machistas, racistas e anti-homossexuais vão além. Acredito que fechará as suas fronteiras aos problemas dos vizinhos, defendendo o brasileiro (independentemente de ser branco ou preto). Agora quanto aos dois problemas do Brasil que referi, veremos se algo vai mudar ou não passa de uma ilusão.

 

Agora, antecipo que cheguem a Portugal muitos brasileiros com medo da situação política futura. Na Madeira, já se vêm muitos venezuelanos. Agora, vêm os brasileiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:33

Do fim de semana

22.10.18

- No domingo de manhã esteve estranhamente quente, mas escuro para Norte. A malta com quem costumo correr foi para o Porto treinar para a Maratona. Eu aproveitei e fui passear à beira mar com a minha mãe para pormos a conversa em dia :) Partilho esta foto da praia.

IMG_20181021_104215.jpg

- Não sei se cheguei a comentar, mas na marmita desta semana, fiz novamente medalhões de pescada, mas desta vez da Pescanova (aproveitei que estavam em promoção) e o sabor face a outros de marca branca nem se compara. Muito melhores. Pena serem tão caros. Só irei comprar mesmo quando estiverem em promoção ...

 

- Ao ler o jornal, apercebi-me que houve uma manifestação pública no Porto a propósito do impasse no adiamento da construção da nova ala pediátrica do Hospital S. João. Acho este tipo de iniciativas muito importante, porque é um assunto de muita importância, que escapa aos olhos dos decisores lisboetas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41

Um ministro da economia advogado

17.10.18

200px-Pedro_Siza_Vieira.jpg

Fico um pouco surpreendido quando vejo que foi nomeado um novo ministro da Economia que tem formação e experiência profissional em ... Direito. Ver aqui. Se for conhecedor da realidade e tiver competências, menos mal.

 

O problema são os conflitos de interesses entre funções públicas e empresariais.

Entre trabalhar como advogado para grandes lobbies e depois desempenhar cargos públicos em gere o bem comum.

Entre ter um processo no Tribunal Constitucional por ser sócio gerente de uma empresa imobiliária constituídas um dia antes de tomar posse.

 

Sigo no LinkedIn a atual Secretária de Estado da Industria. Quase todos os dias publica notícias ou fotos das visitas que faz às empresas... à economia real. 

Assim, deve ser a postura de um político: deixar o gabinete em Lisboa e governar conhecendo a realidade, ouvindo a população e no caso da economia, vivenciando com os diferentes agentes para saber como governar e as necessidades.

 

P.S.: Algumas pessoas que se dizem muito liberais, já fizeram questão de associar Graça Fonseca à sua orientação sexual em vez de se falar da ... sua competência para o cargo. A prioridade da crítica surpreende.

 

É assim que querem combater a abstenção nas eleições? Que regressem emigrantes para Portugal?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:49

O que o ataque a Bolsonaro diz sobre Brasil atual

07.09.18

screen-shot-2018-09-06-at-4-20-15-pm-copy.jpg

 O Brasil é dos países mundiais com maior potencial económico do Mundo.

Além da selva amazónica tem uma enorme importância no abastecimento de produtos agrícolas e de gado.

 

Porém, é um país que sofre de quatro males - a corrupção, as enormes desigualdades sociais, o crime e a dívida pública.

 

Os últimos anos têm sido marcados por escândalos de corrupção e instabilidade política agravando ainda mais a já débil situação financeira do país, ainda por cima agravada com os enormes gastos em competições desportivas internacionais. Como se não bastasse, ainda existem os refugiados da crise na Venezuela.

 

Hoje de manhã chegaram notícias de um esfaqueamento a um candidato às Presidenciais proveniente de um político de extrema direita. As motivações podem ser pessoais, mas não escondem um país fragmentado e muito fragilizado.

 

O Brasil e o seu povo necessitam de paz social e finalmente dar o salto no seu desenvolvimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05

Faltam 9 meses para as eleições europeias

05.09.18

... serei só eu que não faz ideia do trabalho dos deputados europeus?

 

Este distanciamento das grandes instituições europeias, representativas da população geram questões quanto à sua utilidade e faz sentido irmos depositar o papel nas urnas.

 

Assim e já com antecedência lembrei-me deste tema, que em todos os 4 anos se fala do mesmo.

 

Ah e Marinho pinto, que andava no Goucha a fazer crónicas criminais e até criou um partido... caçou-se em Bruxelas e nunca mias ninguém o ouviu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07

Descontos no IRS

29.08.18

road-1030789_960_720.jpg

Uma pessoa ausenta-se das notícias e mal chega fica a saber que vai ser concedido um desconto de 50% de IRS a emigrantes. Só por acaso, é o imposto que leva a maior fatia do meu salário.

 

Em primeiro lugar vai ser preciso definir muito bem quem são esses "emigrantes"

 

Em segundo lugar, vai ser necessário definir as circunstâncias da emigração: a pessoa esteve inscrita no Centro de Emprego? Ou a pessoa emigrou porque recebeu uma proposta de trabalho aliciante do estrangeiro e despediu-se?

 

Em terceiro lugar, e quem ficou por cá, a pagar a sobretaxa de IRS?

Quem ficou com menos 50% do subsídio de Natal?

Quem ouviu o adjetivo de "piegas"? 

 

Em quarto lugar, será que esses emigrantes  querem voltar? Um país dominado pela corrupção e fraude, como se viu esta semana com as manobras de Pedrogão, com o silêncio do poder político? Um país com uma dívida externa muito elevada com sérias reservas quanto à sua sustentabilidade? Um país onde a saúde não é assegurada pelo Estado? Um país com mantém as elevadas desigualdades sociais? Um país que ainda assim tem muita coisa boa, com riqueza cultural e muito fofinho.

 

Não me parece justo para quem ficou no país, ou porque teve a sorte de manter o seu emprego, ou porque não quis abandonar o país, ou porque não arranjou melhor lá fora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Cosmética na visita de Angela Merkel

31.05.18

Vi uma reportagem da visita de Angela Merkel ao Porto e houve várias coisas que chamaram a atenção.

 

- Visita ao Porto

Incluir uma cidade que não Lisboa numa visita de estado é novidade. Portugal não é Lisboa. Existe mais país.

 

- A cosmética da amostra

Foi à Bosch, a laboratórios cientificos, passeou pelo Porto e ... o resto do país? O Portugal profundo? O Portugal que foi incendiado em Outubro? 

Ainda assim, concordo com os exemplos mostrados.

 

- A língua

Não percebi a razão de falar alemão, quando muito pouca gente sabe falar alemão em Portugal.

Vá lá, que António Costa também falou na língua nativa, mas haveria necessidade de tradutor se fosse o inglês?

 

- O fecho da ponte D. Luís

O turista e morador comum tem que ir nos passeios curtos e perigosos da ponte. Para a visita de estado fechou-se a mesma. Mais um exercício de cosmética, numa altura em que surgem cada vez mais queixas do perigo dos passeios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24

Corrupção na política

12.05.18

Nos últimos dias, tem vindo a píublico inúmeras investigações sobre falcatruas e possíveis crimes cometidos pelos diferentes ministros do Governo de José Sócrates.

 

Acho que o facto de haver investigações é por si um passo de gigante na impunidade e cumplicidade numa teia de interesses cada vez mais influente.

Onde há fumo há fogo, mas a quantidade de casos em investigação e a sua gravidade é mais uma facada para a democracia por pessoas que não souberam cuidar dela.

 

P.S.: A EDP, empresa monoplista em Portugal e que gere um bem público (a eletricidade) anda a ser objeto de cobiça pelos gigantes mundiais. Se Portugal é um dos países mais pobres da Europa, porque razão esta empresa privatizada tem lucros tão grandes? Não estaremos a pegar demais pela luz que consumimos? Quem ganha com isto tudo?

O consumidor não é certamente...

Já Pedro Passos Coelho que a privatizou, o que tem a dizer sobre isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Um olhar que fica na memória

12.04.18

No domingo, enquanto ia no caminho para Linhares da Beira, notei que a A25 era um cemitério de árvores queimadas.

Uma dor de alma. Lembrei-me deste rosto e sobretudo deste olhar.

1170344.jpg

 

Não sei quem é o senhor, mas veio-me à memória, porque esta foto de Adriano Miranda diz tudo. Não são precisas palavras.

Meio ano depois, os terrenos e as pessoas parecem esquecidas no jumbigo e distância lisboeta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal