Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cosmética na visita de Angela Merkel

31.05.18

Vi uma reportagem da visita de Angela Merkel ao Porto e houve várias coisas que chamaram a atenção.

 

- Visita ao Porto

Incluir uma cidade que não Lisboa numa visita de estado é novidade. Portugal não é Lisboa. Existe mais país.

 

- A cosmética da amostra

Foi à Bosch, a laboratórios cientificos, passeou pelo Porto e ... o resto do país? O Portugal profundo? O Portugal que foi incendiado em Outubro? 

Ainda assim, concordo com os exemplos mostrados.

 

- A língua

Não percebi a razão de falar alemão, quando muito pouca gente sabe falar alemão em Portugal.

Vá lá, que António Costa também falou na língua nativa, mas haveria necessidade de tradutor se fosse o inglês?

 

- O fecho da ponte D. Luís

O turista e morador comum tem que ir nos passeios curtos e perigosos da ponte. Para a visita de estado fechou-se a mesma. Mais um exercício de cosmética, numa altura em que surgem cada vez mais queixas do perigo dos passeios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24

Corrupção na política

12.05.18

Nos últimos dias, tem vindo a píublico inúmeras investigações sobre falcatruas e possíveis crimes cometidos pelos diferentes ministros do Governo de José Sócrates.

 

Acho que o facto de haver investigações é por si um passo de gigante na impunidade e cumplicidade numa teia de interesses cada vez mais influente.

Onde há fumo há fogo, mas a quantidade de casos em investigação e a sua gravidade é mais uma facada para a democracia por pessoas que não souberam cuidar dela.

 

P.S.: A EDP, empresa monoplista em Portugal e que gere um bem público (a eletricidade) anda a ser objeto de cobiça pelos gigantes mundiais. Se Portugal é um dos países mais pobres da Europa, porque razão esta empresa privatizada tem lucros tão grandes? Não estaremos a pegar demais pela luz que consumimos? Quem ganha com isto tudo?

O consumidor não é certamente...

Já Pedro Passos Coelho que a privatizou, o que tem a dizer sobre isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Um olhar que fica na memória

12.04.18

No domingo, enquanto ia no caminho para Linhares da Beira, notei que a A25 era um cemitério de árvores queimadas.

Uma dor de alma. Lembrei-me deste rosto e sobretudo deste olhar.

1170344.jpg

 

Não sei quem é o senhor, mas veio-me à memória, porque esta foto de Adriano Miranda diz tudo. Não são precisas palavras.

Meio ano depois, os terrenos e as pessoas parecem esquecidas no jumbigo e distância lisboeta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Como resolver litigios fiscais?

16.01.18

Ainda não falei aqui da imoralidade da proposta camufalda da isenção dos partidos da liquidação de IVA. Valeu a intervenção do PR, mas acho ridiculo o argumento da simplificação do tratamento do IVA das atividades partidárias, pois a atual legislação é "ambígua" quanto aos diferentes tratamentos.

 

Então, para acabar com as dúvidas, os partidos deixam de pagar imposto. Pior, a vergonha é tanta, que os partidos até votam secretamente e às escondidas de quem os elegeu.

Como classificar esta atitude?

 

Acho que estes disparates afastam cada vez as pessoas mais racionais, cerebrais e com valores da politica. Acaba por ser um círculo de muitos interesses, sempre os mesmos e em dinastia (os Cesar, os Menezes ...)

A classe politica vai de mal a pior, da erquerda à direita. Uma descredibilidade total.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Destes dias

10.01.18

Estes dias são de viragem a nível profissional.  Tenho andado a passar o trabalho, a limpar o outlook e a filtrar o que quero guardar.

 

Não tenho acompanhado muito a atualidade, mas ao que parece anda dominado pelas eleições no PSD. Pelo que oiço não há ideias e em vez de se discutir o futuro, discute-se o passado de há 14 anos atrás.. Não deixa de ser curioso que os dois candidatos têm mais de 60 anos. Preocupante, não?

 

Deixo uma música que adoro:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Afinal o imposto sobre a junk food não vai para a frente

29.11.17

Pela primeira vez elogiei um imposto aqui.

sugar.jpg

 

Continuo a achar este um imposto importante na prevenção e na poupança futura do Serviço Nacional de Saúde em doenças causadas por distúrbios alimentares.

Não é justo eu ter de pagar impostos porque o vizinho do lado usa e abusa do açucar, dos fritos e do sal.

 

Pelo que li entretanto, as taxas estavam um pouco elevadas para o nosso poder de compra, mas foram chumbadas na discussão do Orçamento de Estado.

 

Não percebi o motivo (quer dizer, percebi, mas não havendo "provas" não posso escrever, pois existem muitas, para não dizer, demasiadas industrias interessadas em que imposto não avancasse.

Quando foi o "brutal" aumento de imposto do anterior Ministro das Finanças a "maioria" de então aprovou-o.

 

Coisas que nos fazem pensar ...

 

P.S. Depois do:

- ruído em torno do jantar do websummit;

- silêncio em torno da seca e das dificuldades do distrito de Viseu no abastecimento de água;

- da homília de domingo à noite, em que um pseudo comentador usa truques pouco éticos (na minha opinão) para captar audiências;

o que dizer dos cidadãos pagos para fazer perguntas aos ministros?

Bem, eles tinham de ser seleccionados de alguma forma, mas estando dinheiros públicos em causa, o caso muda de figura. Não me parece legitimo serem pagos para exerceram a sua cidadania e questionar um Governo que os representa e que foi democraticamente eleito. Esteve mal quem contratou o serviço e quem aceitou os "vales de compras".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

A homília de domingo à noite

22.11.17

Questão: Como é que um comentador televisivo ganha influência, audiência e probabilidades de ser candidato à presidência da república?

 

Resposta: Dando "notícias" exclusivas, dando inside information antecipadamente.

 

Este domingo, durante a "homília", lá veio o comentador informar que o Porto não iria ser escolhido para capital da Agência do Medicamento, cuja decisão oficial seria conhecida no dia seguinte.

 

- É razoável um comentador dar informação antes desta ser oficial em nome de audiência?

- É razoável um comentador ganhar influência e poder na opinião pública com "notícias" de outras instituições que ainda não são públicas?

 

Querem ver que dentro 8 anos vamos ter o comentador como candidato a Presidente da República?

É assim que se começa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

O local de voto nas autárquicas

25.10.17

Quando tive que mudar mudei a residência fiscal para a cidade para onde vim viver durante a semana, mudei automaticamente o local e concelho de voto.

 

Faz sentido! Se vou viver para outra cidade, faz sentido mudar para lá a morada oficial e votar lá.

 

Porém, fiquei surpreendido ao ver o nosso Presidente da República a votar em Celorico de Basto.

9-img_4981.jpg

Vivendo ele em Lisboa, por força das funções que exerce, porque razão tem ele a morada oficial em Celorico de Basto? Até pode ter lá propriedades e dar essa morada, mas quando mudei, ninguém me perguntou na Loja do Cidadão se tinha "amor à terra" e preferia votar no concelho dos pais, onde passo o fim de semana!!!

Será a lei igual para todos!

 

P.S.: A mudança da morada fiscal não altera o centro de saúde afeto. Tanto simplex e ainda não se lembraram deste. Parece que tenho de ir lá outra vez para fazer a mudança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

Um manta de retalhos chamada Espanha

08.10.17

map_-116.gif

 

A Espanha é a nossa única fronteira terrestre e o nosso principal parceiro comercial, cultural, económico e onde estão muitos portugueses a trabalhar. O que lá acontece é naturalmente relevante para nós.

 

A verdade é que primeiro o País Basco, agora a Catalunha. Ambos estão a provocar instabilidade interna na Espanha e ambas regiões muito ricas. 

Não vou discutir a legitimidade de um povo em se tornar autónomo, nem dos mecanismos usados por Madrid para evitar isso mesmo. Mas creio que a debandada recente das empresas sediadas na Catalunha é preocupante (sem receitas próprias e influência não se vai lado a nenhum) e para Portugal e empresas que exportam para Espanha, esta situação de instabilidade não augura nada de bom.

Penso ser importantepensar no que levou à Espanha estável, unida e pujante financeiramente. Foi o pacto de cooperação pós atentado terrorista islâmico em Atocha em 2005. Uma ameaça externa fez muito da Espanha o que é hoje. Mas uma cisão interna, pode deixar a Espanha numa manta de retalhos, em que o ego, rivalidades e um desejo legitimo de independência falem mais alto.

 

Parte boa: Barcelona é mais um destino que os turistas mundais começam a riscar se a situação deteriorar. Numa lista cada vez mais "short", quem pode beneficiar? Pois é, este cantinho à beira mar plantado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36

O presidente da Junta numa sede de concelho

28.09.17

Pela primeira vez vou votar nas eleições autárquicas para a cidade onde vim morar à dois anos.IMG_20170928_193747.jpg

 

Quando vivia em casa dos meus pais, que moram numa freguesia não citadina, o voto para a Junta e para a câmara eram claros de distinguir.

 

Agora, que moro numa cidade sede de concelho, dou por mim a pensar...

A horas das eleições, não sei quem são os candidatos à Junta de freguesia. Não me lembro de ter visto nenhum cartaz nem sei sequer onde é a Junta. Sei apenas quem concorre à Câmara e pelos maiores partidos.

 

Afinal, qual o papel da Junta de Freguesia na freguesia sede de concelho?

 

P.S.: Hoje tinha este brinde na caixa do correio 

 

 

Mesmo com estas dúvidas, irei votar. Até domingo ainda vou pesquisar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal