Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O que o ataque a Bolsonaro diz sobre Brasil atual

07.09.18

screen-shot-2018-09-06-at-4-20-15-pm-copy.jpg

 O Brasil é dos países mundiais com maior potencial económico do Mundo.

Além da selva amazónica tem uma enorme importância no abastecimento de produtos agrícolas e de gado.

 

Porém, é um país que sofre de quatro males - a corrupção, as enormes desigualdades sociais, o crime e a dívida pública.

 

Os últimos anos têm sido marcados por escândalos de corrupção e instabilidade política agravando ainda mais a já débil situação financeira do país, ainda por cima agravada com os enormes gastos em competições desportivas internacionais. Como se não bastasse, ainda existem os refugiados da crise na Venezuela.

 

Hoje de manhã chegaram notícias de um esfaqueamento a um candidato às Presidenciais proveniente de um político de extrema direita. As motivações podem ser pessoais, mas não escondem um país fragmentado e muito fragilizado.

 

O Brasil e o seu povo necessitam de paz social e finalmente dar o salto no seu desenvolvimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05

Faltam 9 meses para as eleições europeias

05.09.18

... serei só eu que não faz ideia do trabalho dos deputados europeus?

 

Este distanciamento das grandes instituições europeias, representativas da população geram questões quanto à sua utilidade e faz sentido irmos depositar o papel nas urnas.

 

Assim e já com antecedência lembrei-me deste tema, que em todos os 4 anos se fala do mesmo.

 

Ah e Marinho pinto, que andava no Goucha a fazer crónicas criminais e até criou um partido... caçou-se em Bruxelas e nunca mias ninguém o ouviu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07

Descontos no IRS

29.08.18

road-1030789_960_720.jpg

Uma pessoa ausenta-se das notícias e mal chega fica a saber que vai ser concedido um desconto de 50% de IRS a emigrantes. Só por acaso, é o imposto que leva a maior fatia do meu salário.

 

Em primeiro lugar vai ser preciso definir muito bem quem são esses "emigrantes"

 

Em segundo lugar, vai ser necessário definir as circunstâncias da emigração: a pessoa esteve inscrita no Centro de Emprego? Ou a pessoa emigrou porque recebeu uma proposta de trabalho aliciante do estrangeiro e despediu-se?

 

Em terceiro lugar, e quem ficou por cá, a pagar a sobretaxa de IRS?

Quem ficou com menos 50% do subsídio de Natal?

Quem ouviu o adjetivo de "piegas"? 

 

Em quarto lugar, será que esses emigrantes  querem voltar? Um país dominado pela corrupção e fraude, como se viu esta semana com as manobras de Pedrogão, com o silêncio do poder político? Um país com uma dívida externa muito elevada com sérias reservas quanto à sua sustentabilidade? Um país onde a saúde não é assegurada pelo Estado? Um país com mantém as elevadas desigualdades sociais? Um país que ainda assim tem muita coisa boa, com riqueza cultural e muito fofinho.

 

Não me parece justo para quem ficou no país, ou porque teve a sorte de manter o seu emprego, ou porque não quis abandonar o país, ou porque não arranjou melhor lá fora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Cosmética na visita de Angela Merkel

31.05.18

Vi uma reportagem da visita de Angela Merkel ao Porto e houve várias coisas que chamaram a atenção.

 

- Visita ao Porto

Incluir uma cidade que não Lisboa numa visita de estado é novidade. Portugal não é Lisboa. Existe mais país.

 

- A cosmética da amostra

Foi à Bosch, a laboratórios cientificos, passeou pelo Porto e ... o resto do país? O Portugal profundo? O Portugal que foi incendiado em Outubro? 

Ainda assim, concordo com os exemplos mostrados.

 

- A língua

Não percebi a razão de falar alemão, quando muito pouca gente sabe falar alemão em Portugal.

Vá lá, que António Costa também falou na língua nativa, mas haveria necessidade de tradutor se fosse o inglês?

 

- O fecho da ponte D. Luís

O turista e morador comum tem que ir nos passeios curtos e perigosos da ponte. Para a visita de estado fechou-se a mesma. Mais um exercício de cosmética, numa altura em que surgem cada vez mais queixas do perigo dos passeios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24

Corrupção na política

12.05.18

Nos últimos dias, tem vindo a píublico inúmeras investigações sobre falcatruas e possíveis crimes cometidos pelos diferentes ministros do Governo de José Sócrates.

 

Acho que o facto de haver investigações é por si um passo de gigante na impunidade e cumplicidade numa teia de interesses cada vez mais influente.

Onde há fumo há fogo, mas a quantidade de casos em investigação e a sua gravidade é mais uma facada para a democracia por pessoas que não souberam cuidar dela.

 

P.S.: A EDP, empresa monoplista em Portugal e que gere um bem público (a eletricidade) anda a ser objeto de cobiça pelos gigantes mundiais. Se Portugal é um dos países mais pobres da Europa, porque razão esta empresa privatizada tem lucros tão grandes? Não estaremos a pegar demais pela luz que consumimos? Quem ganha com isto tudo?

O consumidor não é certamente...

Já Pedro Passos Coelho que a privatizou, o que tem a dizer sobre isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Um olhar que fica na memória

12.04.18

No domingo, enquanto ia no caminho para Linhares da Beira, notei que a A25 era um cemitério de árvores queimadas.

Uma dor de alma. Lembrei-me deste rosto e sobretudo deste olhar.

1170344.jpg

 

Não sei quem é o senhor, mas veio-me à memória, porque esta foto de Adriano Miranda diz tudo. Não são precisas palavras.

Meio ano depois, os terrenos e as pessoas parecem esquecidas no jumbigo e distância lisboeta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Como resolver litigios fiscais?

16.01.18

Ainda não falei aqui da imoralidade da proposta camufalda da isenção dos partidos da liquidação de IVA. Valeu a intervenção do PR, mas acho ridiculo o argumento da simplificação do tratamento do IVA das atividades partidárias, pois a atual legislação é "ambígua" quanto aos diferentes tratamentos.

 

Então, para acabar com as dúvidas, os partidos deixam de pagar imposto. Pior, a vergonha é tanta, que os partidos até votam secretamente e às escondidas de quem os elegeu.

Como classificar esta atitude?

 

Acho que estes disparates afastam cada vez as pessoas mais racionais, cerebrais e com valores da politica. Acaba por ser um círculo de muitos interesses, sempre os mesmos e em dinastia (os Cesar, os Menezes ...)

A classe politica vai de mal a pior, da erquerda à direita. Uma descredibilidade total.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Destes dias

10.01.18

Estes dias são de viragem a nível profissional.  Tenho andado a passar o trabalho, a limpar o outlook e a filtrar o que quero guardar.

 

Não tenho acompanhado muito a atualidade, mas ao que parece anda dominado pelas eleições no PSD. Pelo que oiço não há ideias e em vez de se discutir o futuro, discute-se o passado de há 14 anos atrás.. Não deixa de ser curioso que os dois candidatos têm mais de 60 anos. Preocupante, não?

 

Deixo uma música que adoro:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Afinal o imposto sobre a junk food não vai para a frente

29.11.17

Pela primeira vez elogiei um imposto aqui.

sugar.jpg

 

Continuo a achar este um imposto importante na prevenção e na poupança futura do Serviço Nacional de Saúde em doenças causadas por distúrbios alimentares.

Não é justo eu ter de pagar impostos porque o vizinho do lado usa e abusa do açucar, dos fritos e do sal.

 

Pelo que li entretanto, as taxas estavam um pouco elevadas para o nosso poder de compra, mas foram chumbadas na discussão do Orçamento de Estado.

 

Não percebi o motivo (quer dizer, percebi, mas não havendo "provas" não posso escrever, pois existem muitas, para não dizer, demasiadas industrias interessadas em que imposto não avancasse.

Quando foi o "brutal" aumento de imposto do anterior Ministro das Finanças a "maioria" de então aprovou-o.

 

Coisas que nos fazem pensar ...

 

P.S. Depois do:

- ruído em torno do jantar do websummit;

- silêncio em torno da seca e das dificuldades do distrito de Viseu no abastecimento de água;

- da homília de domingo à noite, em que um pseudo comentador usa truques pouco éticos (na minha opinão) para captar audiências;

o que dizer dos cidadãos pagos para fazer perguntas aos ministros?

Bem, eles tinham de ser seleccionados de alguma forma, mas estando dinheiros públicos em causa, o caso muda de figura. Não me parece legitimo serem pagos para exerceram a sua cidadania e questionar um Governo que os representa e que foi democraticamente eleito. Esteve mal quem contratou o serviço e quem aceitou os "vales de compras".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

A homília de domingo à noite

22.11.17

Questão: Como é que um comentador televisivo ganha influência, audiência e probabilidades de ser candidato à presidência da república?

 

Resposta: Dando "notícias" exclusivas, dando inside information antecipadamente.

 

Este domingo, durante a "homília", lá veio o comentador informar que o Porto não iria ser escolhido para capital da Agência do Medicamento, cuja decisão oficial seria conhecida no dia seguinte.

 

- É razoável um comentador dar informação antes desta ser oficial em nome de audiência?

- É razoável um comentador ganhar influência e poder na opinião pública com "notícias" de outras instituições que ainda não são públicas?

 

Querem ver que dentro 8 anos vamos ter o comentador como candidato a Presidente da República?

É assim que se começa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Blogs Portugal