Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Regresso ao trabalho e a casa

03.06.20

Esta semana, primeira de Junho, foi o regresso ao trabalho e a casa, depois de dois meses e meio nos pais perante um desconfinamento "inédito".

 

A minha empresa está a fazer turnos quinzenais e já tinha saudades do escritório e da rotina. Boa ou má, é a nossa rotina. 

Estas primeiras horas, tem sido de adaptação às máscaras, aos desinfetatntes e aos acrílicos. 

 

Em casa, não foi fácil trazer a roupa. A que ficou foi a de Inverno e já não me lembrava do que havia e do que não havia.

Ao abrir a porta, a primeira coisa que reparei foram as horas. Os relógios ainda estavam pela hora de Inverno. 

Abri as torneiras, o gás e as janelas para arejar e fui ver a dispensa e verificar se havia alguma estragada e a data de validade. Felizmente pouco se estragou. Alguns medicamentos de reserva também expiraram.

 

Fui ao supermercado e voltei às marmitas. Tinha saudades das minhas experiências, dos meus cozinhados e por isso ontem fiz perú à Brás. Sem batatas, mas com ovo, curgete, alho francês e cogumelos. 

frango à brás.PNG

Nas compras, continuei com os hábitos ecológicos: levei saco de casa para as compras, para os legumes e para o pão. Até de fazer a minha reciclagem tinha saudades,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Resolvido o problema do desinfetante

04.05.20

desinfetante.PNG

Fui este sábado ao supermercado e resolvi um dos problemas que me queixei quando fui ao horto.

Depois de pagar com Multibanco não tive onde desinfetar as mãos. Encontrei um desinfetante num supermercado e já está no carro, para a impossibilidade de não ter de andar comigo.

 

Porém permitam-me o comentário: custou 3 €. Serei só eu que acho caro 250 ml para um bem de primeira necessidade (ao menos é Made in Portugal!)? Pelo que vejo, até está um pouco abaixo da média...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:53

Corte de cabelo

14.04.20

Nas redes sociais já se vêm cartoons e eu também estou a ficar preocupado com a questão do corte do cabelo.

Não o cortei antes do confinamento e agora também não posso ir ao barbeiro!

92008902_2914676238634016_8129782322871402496_n.jp

Gosto de andar com ele curto.  A verdade que em casa ninguém nos vê e no teletrabalho não sempre ligamos a Webcam, mas é importante sentirmo-nos bem connosco próprios.

Nesta altura, com tantas restrições estes pequenos pormenores ganham mais importância.

Diz-se que coração que não vê, coração que não sente, mas neste caso sentimos o desconforto do cabelo grande. Acho que para os homens pode ser um pouco mais complicado. É daquelas coisas tão triviais, que nunca valorizamos e que agora parecem ser um problema. Apesar de tudo, os dias nem têm estado quentes.

 

Sem barbeiros, só há uma solução: recorrer às soluções antigas e cortá-lo em casa. Não estou a ver outra alternativa. Espero que haja tutoriais no Youtube...

Não estou muito preocupado se vai ficar bem ou ficar mal. Como o confinamento ainda está para durar, entretanto cresce e depois podemos ir ao barbeiro arranjá-lo.

Quato à barba, sou dos resistentes que ainda a faz. Se dantes era para evitar as brancas , confesso que nesta fase é também para me sentir melhor.

 

Como em tudo nesta época, há lojas online, como barbershop, com produtos para barba e para o cabelo contemplando variedade para todos os gostos e feitios. Uma delas é a Presença de Luxo com artigos para ambos os sexos. Como não podemos sair à rua, fazemos em casa. Melhor ou pior, acho mesmo que é importante lutarmos pela nossa autoestima e sentirmo-nos bem connosco próprios. Nem que seja nestes pormenores.

 

E vocês estão a ponderar cortar e arranjar o vosso em casa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58

O cão da casa

09.04.20

Quem me segue no Instagram já reparou que volta e meia partilho a foto da cadela dos meus pais. Nunca tinha falado dela no blog.

Este é o meu post positivo de hoje.

Nito.PNG

Nestas dias, ela deve ter estranhado ver-me tanto tempo consecutivo em vez de ser só ao fim de semana. Não sabemos a sua história, uma vez que foi adotada a uma associação. Não sabemos se se perdeu ou se foi abandonada, mas vinha com sinais de maus tratos como tantos outros.

Adoro cães e concordo com quem diz que aquilo que nos dão, é muito mais do aquilo que nós podemos dar e é bem verdade. O seu amor é genuíno e a sua receção ao fim de semana é do mais calorosa e beijoqueira que há.

Os cães são animais solitários, fazem e precisem de companhia. Por essa razão, não tenho nenhum em casa. Prefiro em casa dos meus pais onde tem a minha avó a fazer companhia uma à outra.

Nestes dias, servem muitas vezes de desculpa para sairmos à rua, com o pretexto de os passear. Não percebo algumas fotografias chocantes que volta e meia nos chegam de maus tratos. 

nito0.jpg

Devido ao isolamento, existem cada vez mais opções online para comprar ração para cães como a Telecão. Quem frequenta estas lojas, já sabe que existe ração para cães de raça pequena, grande ou outras necessidades.

 

A minha engordou um pouco desde que veio cá para casa. O veterinário sugeriu a ração light. É um pouco mais cara mas um saco de 3kg dura bastante tempo.

Nestes dias de chuva, mete-se na manta dela e ninguém a vê, mas a companhia está lá.

nito.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:50

Reutilização de sacos de papel

26.12.19

bag-1230527_960_720.jpg

Este ano, cá em casa não houve embrulhos em papel que não tivesse vindo da loja .

 

Optamos por reutilizar sacos de papel de outras compras que estavam guardados. O mesmo fiz para trocas de prendas do "amigo secreto" (As sacas da Multióticas dão um jeitaço).

 

Quando pensamos na quantidade de árvores e de desperdício de papel diretamente para o lixo (e ponho muitas reticências sobre os que reciclam...), preferimos cá em casa REDUZIR. Passar das palavras às ações.

 

Assim, e sem intenções de querer despitar prendas com marcas, em casa, foi um jogo engraçado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:54

Descobrir as maroscas

01.12.19

Ir ao Portal da Queixa e ler as reclamações é sempre um exercício interessante.

 

Há reclamações que não têm nexo nenhum, mas há outras em que visam alertar ooutros clientes para a vfrauda da Black Friday em que algumas marcas aumentam os preços de véspera, para depois fazerem um desconto que fica ainda mais caro que duas semanas antes.

 

Reparei nestas duas: uma da Worten outra da Kiabi.

As duas sem resposta, claro.

 

Ninguém dá nada a ninguém e só os mais atentos não se deixam enganar. Fica o alerta. 

By the way, onde anda a ASAE?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:36

Dia do solteiro

11.11.19

Hoje é o dia do solteiro, mas tenho cá para mim é a mais recente descoberta do marketing para as marcas venderem mais.

Aliás, só podia ser uma invenção da China  mas Worten e o El Corte Inglês não perderam tempo em importar a ideia e criarem mais uma "campanha" para venderem mais.

Singles'_day_illustration.png

(A própria imagem do google é ... chinesa)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

Roupa usada

07.08.19

Volta e meia quando vamos destralhar temos sempre dúvidas sobre o que fazer com a roupa que já não usamos. Às vezes até acontece encontrarmos perdida alguma peça que já não nos lembrávamos que tínhamos.

 

Este fim de semana, queria um t-shirt e ao procurá-la na gaveta, apercebi-me que tenho alguma roupa que já não uso ou porque não me esqueci que ela existe, ou porque não gosto, ou já deixou de servir ou já está rompida.

 

Sou sincero, não me sinto muito confortável em estar a colocar para doação em contentores roupa completamente rompida porque não vai servir a mais ninguém. Se as t-shirts, ainda dão para panos da louça, quanto ao resto pesquisei e vi que há pelo menos duas multinacionais de roupa que acolhem roupa usada para a economia circular. Em troca, dão um desconto ao cliente. 

 

Parece-me uma boa solução numa altura em que se fala tanto de reutilizar, reciclar e reduzir, que algumas marcas já tenham isso em conta.

 

Vi esta checklist no site de uma dessas marcas.

roupa usada.PNG

Já alguém experimentou? Recomendam alguma coisa diferente?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13

Pormenores - colher de metal, plástico ou madeira

24.06.19

IMG_20190619_190026.jpg

 

Na semana passada fui a uma cafetaria de um supermercado.

Quando me serviram, reparei que a colher para mexer era de madeira.

Não usam plástico (boa!), mas substituiram a colherzinha de metal reutilizável por uma madeira, que embora seja mais barata, também estraga árvores e põe em causa a sustentabilidade do planeta....

 

Para quê inventar? Têm medo que as pessoas levem a colher de metal para casa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:42

Cenas de supermercado

06.06.19

Esta cena passou-se domingo no Lidl.

 

Do nada, oiço bem alto:

- Oh filha da puta, ou paras de andar atrás de mim, ou chamo o meu marido para te foder os cornos.

 

Olho e vejo o segurança, três mulheres de etnia cigana de saias e já dois colabodores de reposição no mesmo corredor.

O segurança tranquilo e sorridente, responde 

- Estou a fazer a ronda normal.

- Estás o caralho.

 

Fez-se o silêncio tenso e as mulheres saíram sem compras e o alarme não tocou.

 

Como não quero ser acusado de nada, deixo para vocês os comentários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs Portugal