Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Turistando pela Praia de Mira e Leiria

22.07.20

Vou partilhar um pouco do percurso que fiz este mês centro de Portugal.

Com o vírus à solta,  não dá para fazer grandes planos, por isso planeei tudo com uma antecedência de duas semanas. Como se previa calor, escolhi sítios com praia, mas não queria zonas concorridas como o Algarve e Costa Vicentina. O Norte já conhecia por isso, a escolha foi natural: o Centro.

 

Três impressões:

- Reservar diretamente nos hoteis (no site, mail ou telefone). A maioira faz preços mais baixos comparado com as plataformas.

- Pouca gente a turistar. Não há turistas estrangeiros, nem imigrantes, ...

- Cada cidade tem os seus bolos típicos  uma tentação...

 

Praia de Mira

Foi a primeira paragem.

Mira pertence ao Distrito de Coimbra e é uma cidade que tem duas áreas bem distintas. A dos serviços e a da praia, separada por uma barreira florestal.

O encanto de Mira está na sua barrinha. Um amplo espelho de água, natural, sobre a qual estão dispostas as vistas, com as tipícas lojas de toalhas e brinquedos de praia a colorir a paisagem . É possível contorná-la através dos passadiços que têm sombra, ou fazê-la de gaivota. 

 

 

Do outro lado da estrada fica a praia. A marginal presenteia-nos com inúmeros mastros com as bandeiras azuis com as quais a praia foi galardoada ao longo dos anos. Não é comum vermos estas exposições.

Almocei por lá e nessa tarde estava vento, com a típica "nortada". Não deu para aproveitar grande coisa...

Notei uma cidade muito despida de gente em pleno Julho, com muitos apartamentos abandonados/fechados. Efeitos do COVID e da retração dos veraneantes em sítios de praia.

IMG_20200714_121843.jpg

 

Leiria

Leiria é daqueles cidades que se passa na auto-estrada, onde nunca tinha parado e por isso desconhecia por completo. Não foi muito fácil chegar ao "centro" da cidade e não é fácil estacionar. 

A cidade é banhada pelo Rio Liz. Tem um corredor de grandes plátanos paralelos à margem a criar sombra permitindo passear, correr e aproveitar o bom tempo. Bem idealizada a plantação. 

 

Na praça central, além de um jardim muito florido - Jardim Luís de Camões - damos com um letreiro com o nome da cidade. Porém, não há uma única árvore na praça, torrando-se ali em dia de calor...

Uma volta pela zona medieval, mostra uma outra cidade com pequenas praças interiores, ruas estreitas, arte urbana e que merecem um bom passeio. Da cidade, realço também o Castelo lá no alto. Parece que está sempre a olhar para nós, pois onde quer que estejamos os nossos olhos cruzam-se sempre com ele lá no alto da colina.

 

Ir a Leiria, implicou provar as Brisas do Liz :)

No passeio, cruzei-me também com um edificio da "Empresa Leiriense de Moagens" bastante imponente, restaurado e que foi reaproveitado para apartamentos. Cá está um bom exemplo.

 

Fátima

Depois de conhecer e dormir em Leiria, uma paragem em Fátima foi obrigatória. Fiquei muito surpreendido com tão poucos peregrinos. Nunca tinha Fátima assim e  muito menos em Julho. Não havia excursões, nem turistas, nem imigrantes.  Um santuário deserto. Aqui sim, notou-se realmente o efeito COVID.

 

(continua)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.